Roubo Da Água: Sob O Comando De Tasso Jereissati, Senado Vota Hoje A Privatização Da Água Em Todo Brasil


Em plena expansão da pandemia no Brasil, logo cedo, nesta quarta-feira, a Globo joga seus holofotes na fala marota do acionista da Coca-Cola no Brasil, Tasso Jereissati.

Tasso, como sempre, promete maravilhas aos pobres com a privatização da água, assim como fez com a reforma da Previdência com geração empregos, aumento do PIB de 4%, etc, etc. O resultado de suas promessas está aí para quem quiser ou não ver.

O senador tucano e ex-governador do Ceará, Tasso Jereissati, é o relator do projeto que pretende privatizar os serviços de saneamento básico no país, a toque de caixa, diga-se de passagem. Ele afirmou que está trabalhando em um acordo para fazer com que a medida seja aprovada sem alterações.

O roubo da água, que é o maior e mais importante bem dos brasileiros, é um verdadeiro absurdo.

Mas Tasso, como um fiel tucano, não foge aos seus e, mesmo tendo um patrimônio estimado em R$ 400 milhões, declarado, quer acumular mais e mais.

O Grupo Jereissati, comanda a Calila Participações, única acionista brasileira da Solar, uma das 20 maiores fabricantes de Coca-Cola do mundo.

Essa apresentação dispensa qualquer fala sobre os interesses por trás da pressa do senador tucano em privatizar a água, na base do empurrão.

Esse, sem a menor sombra de dúvida, é também um dos principais passos no processo de Guedes para vender o país, mas é o PSDB que está tocando a boiada.

Como disse o deputado Glauber Braga (Psol-RJ): “O argumento de que não há dinheiro público pra investir em tratamento de esgoto e por isso o jeito é recorrer à iniciativa privada é falso. Essas empresas recorrem a financiamento nos bancos públicos. Financiamento esse que poderia ser concedido às estatais para os investimentos.”

E segue; “Ultraliberais, o argumento de que a competição melhora o serviço, no caso da água, é absurdo até para as convicções de vcs. Não existem torneiras de empresas diversas dentro de casa. Se trata de monopólio privado ou monopólio estatal de outro país caso o PL 4162/19 seja aprovado.”

O argumento de que não há dinheiro público pra investir em tratamento de esgoto e por isso o jeito é recorrer à iniciativa privada é falso. Essas empresas recorrem a financiamento nos bancos públicos. Financiamento esse que poderia ser concedido às estatais para os investimentos.
898 pessoas estão falando sobre isso

Ultraliberais, o argumento de que a competição melhora o serviço, no caso da água, é absurdo até para as convicções de vcs. Não existem torneiras de empresas diversas dentro de casa. Se trata de monopólio privado ou monopólio estatal de outro país caso o PL 4162/19 seja aprovado.
824 pessoas estão falando sobre isso

https://antropofagista.com.br/2020/06/24/roubo-da-agua-sob-o-comando-de-tasso-jereissati-senado-vota-hoje-a-privatizacao-da-agua-em-todo-brasil/?fbclid=IwAR3yRZ_FSHKc-Xdl-7bPF2a2rXXrz9dMx0_jNpJ-r6DhbJH85Bvtk6Flmsw

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

Pages