Diário do Bolso | Péssimo dia, Diário, péssimo dia!

Péssimo dia, Diário, péssimo dia!

Pra começar, fui até Porto Alegre (lá eu sou Grêmio, porque minha bandeira nunca será vermelha) e fui recebido com um panelaço.

Depois, numa cerimônia no Comando Militar do Sul, estendi as mãos para dois generais e eles me deram o cotovelo. O que eles quiseram dizer com isso?

( ) Que não estão mais de mãos dadas comigo.

( ) Que eu estou com as mãos sujas de sangue.

( ) Que eu estou com as mãos sujas de coronavírus.

( ) Que querem me dar um cotovelaço.

( ) Todas as alternativas acima.

Não sei qual é a resposta certa, mas não gostei.

Pra dar uma aliviada no “E daí?”, que pegou muito mal (como é que eu ia adivinhar que tinha gente transmitindo aquela joça?), ontem eu fiz uma live bem falsiane. No encerramento disse que me solidarizava com as famílias que perderam entes queridos e blá, blá, blá. Mau eu lá vou me importar com quem eu não conheço? Eu não! Se o cara é fraco tem que morrer mesmo, pô.

Pra mim, que tenho histórico de atleta, foi só uma gripezinha.

Falando nisso, o Estadão entrou na justiça para ver o resultado dos meus exames. A gente mandou um documento de 18 de março, um relatório médico, mas o jornaleco (ou melhor, jornalecão, porque ele sempre teve muitas páginas) não aceitou e quer ver o exame. Aí ferrou. Vão saber que eu já tive a covid-19.

Bom, caso não dê para fazer um exame falso e eu seja descoberto, já comecei a preparar a desculpa. Foi por isso eu disse ontem que “talvez já tenha pegado esse vírus no passado, talvez, talvez, e nem senti”.

Na verdade, a minha vontade era dizer: “Menti, e daí?”.

Mas o pessoal da comunicação falou para eu não falar mais “E daí?”, porque mostra que eu não me importo com as pessoas e porque pode virar um bordão, tipo o “Querida” da Dilma.

Um hino faz uma revolução, um bordão derruba um presidente.

Para piorar, o STF acelerou as coisas e o Moro vai ter que dar um depoimento rapidinho. O Celso de Mello vai se aposentar em novembro, então quer me ferrar enquanto pode. Será que o Moro vai vazar alguma coisa? Aposto que vai. Esse cara tem mais vazamento que laje de pobre.

Diário, a coisa não tá fácil. Nem sei se eu devia ter comprado um caderno de mil páginas pra você.

.

Pages