Bolsonaro leva empresários ao STF para pedirem flexibilização do isolamento social

O presidente marcou um encontro de última hora com o ministro Dias Toffoli e foi a pé até a Corte

O presidente Jair Bolsonaro resolveu comparecer ao Supremo Tribunal Federal nesta quinta-feira 07 para uma reunião de última hora com o presidente da Corte, o ministro Dia Toffoli. O capitão foi andando na companhia de seus assessores, do ministro da Economia Paulo Guedes e de um grupo de empresários.

O encontro, que acontece em uma semana de entraves entre Bolsonaro e o STF, não constava na agenda oficial do presidente. O intuito da reunião foi solicitar ao ministro uma flexibilização do isolamento social, determinado na maioria dos estados brasileiros para o combate ao coronavírus.

Os empresários argumentaram a Toffoli que o Brasil está quebrado e que a economia está na UTI. O ministro pediu ao governo organização para estudar o cenário e o que poderia ser feito para isso. O encontro durou menos de uma hora.

O encontro acontece em um dia que o país contabiliza quase 9 mil mortes decorrentes da Covid-19. Alguns estados como Pará, Ceará e Maranhão já determinaram o Lockdown, medida de isolamento total da população. “Economia também é vida. Não adianta ficarmos em casa e quando sairmos não ter o que comprar nas prateleiras”, justificou o presidente.

Assista:

.

Pages