Tecnologia do Blogger.

Featured Post

FINALIZADA MESA DE NEGOCIAÇÃO: GOVERNADOR RECEBERÁ APEOC E DEFINIRÁ PENDÊNCIAS SEGUNDA-FEIRA

Após um dia inteiro de negociação, a diretoria do Sindicato APEOC, reunida na sexta-feira (28), com a vice-governadora, Izolda Cela, ...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco

Ads 468x60px

Followers

Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Deputado chama Moro de “capanga de milícia” por blindar Bolsonaros

“Eu não tenho outra coisa a dizer a não ser chamar o ministro da Justiça, que blinda a família Bolsonaro em relação a esses temas, de capanga da milícia, é isso que ele é”, afirmou Glauber Braga

Por Helder Lima

O clima de polarização política nas redes sociais esquentou no fim da tarde desta quarta-feira (12), depois que o deputado Glauber Braga (Psol-RJ) chamou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de “capanga da milícia”. O bate-boca aconteceu durante audiência pública na comissão especial que analisa a volta da prisão após condenação em segunda instância (PEC 199/19), na Câmara Federal.

“Eu não tenho outra coisa a dizer a não ser chamar o ministro da Justiça, que blinda a família Bolsonaro em relação a esses temas, de capanga da milícia, é isso que ele é”, afirmou Braga, depois de cobrar do ministro que parasse de se esquivar sobre o caso de envolvimento do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, no escândalo da rachadinha.

“Mas a verdade, senhor Sergio, é que o senhor é um capanga, capanga da milícia, capanga da família Bolsonaro. Toda vez que é questionado sobre o caso Flávio Bolsonaro, ele diz que essa é uma responsabilidade do Ministério Público do Rio de Janeiro e da polícia do Rio. Mente e trabalha como um blindador da família e consequentemente da milícia, porque nos últimos dias saiu um relatório da Polícia Federal, isentando o senador Flávio Bolsonaro de responsabilidade nas negociações de imóveis no estado do Rio de Janeiro. Dá uma demonstração pública como se não tivesse nada a ver com isso e trabalha junto à polícia federal para blindar o senador e a família bolsonaro”, acusou Braga.

Moro respondeu que Braga não tem fatos, não tem argumentos: “O senhor só tem ofensas. O senhor é um desqualificado para exercer esse cargo. O delegado tem autonomia para decidir, tanto para indiciar ou não indiciar. Isso vai para a Justiça e vai ser apreciado pela Justiça e pelo Ministério Público. Eu não interfiro no trabalho da Polícia Federal”.

“Mentira, mentira”, retrucou Braga, incendiando o clima na audiência. A resposta de Moro deu o mote para os segmentos conservadores darem impulso à hashtag ‘desqualificado’ e atacar Braga. 

“No futuro, quando os historiadores tratarem do período atual do Brasil, Sergio Moro ficará conhecido como o juiz que trocou a carreira no Judiciário para virar o maior protetor do crime organizado abrigado no governo federal”, afirmou o deputado Paulo Pimenta, no Twitter, em solidariedade ao deputado Glauber Braga.

Outro que questionou o ministro durante a audiência foi o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), que cobrou de Moro sobre o caso do ex-PM Adriano da Nóbrega, morto pela Polícia Militar em Salvador e que era ligado ao antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia do Rio e havia sido deixado de fora da lista dos mais procurados pelo ministro Sergio Moro mesmo sendo foragido há mais de um ano.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

RádiosNet

Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo