Diário do Bolso | hoje é dia 28, então tenho que dizer quem é o meu funcionário do mês

Diário, hoje é dia 28, então tenho que dizer quem é o meu funcionário do mês.

Vou dar uma pista: esse mês ele faz aniversário.

Isso mesmo. É ele: Jesus!


Tá, eu sei que Cristo não tem nenhum cargo no meu governo, mas o cara trabalhou à beça pra mim. Começou já na eleição. Um monte de pastor disse que Ele estava comigo e assim eu consegui sei-lá-quantos milhões de votos.

Mas não parou por aí, não. No meu último discurso pela tevê, a Michelle usou uma camisa onde estava escrito “Jesus”. Foi a coisa mais comentada do meu pronunciamento. O cara é um garoto propaganda excelente.

Ele também ajuda a me vingar de uns inimigos. Do pessoal do Porta dos Fundos, por exemplo. Jogaram umas bombas lá na sede deles porque os engraçadinhos fizeram um programa de tevê na internet com um Jesus gay. Bem feito, pô! Isso não pode. Tanto que eu e o Moro ficamos na nossa. Nenhuma palavra contra. Fazer arminha na Marcha para Jesus pode. Beicinho, nunca!

Enfim, esse mês eu quero homenagear esse sujeito que transformou água em vinho (se bem que eu prefiro cerveja), que era contra a violência (se bem que esse negócio de dar a outra face é uma bobajada, tem é que sentar a mão!) e que foi torturado (se bem que eu sou a favor da tortura, desde que seja no cara certo, pô, não em Jesus ou no Flavinho para ele confessar a raspadinha.

Enfim, Diário, Jesus é um dos meus melhores empregados! E nem pede décimo-terceiro, kkk!

Olha, um dia, para homenagear o cara, prometo que ainda mando colocar umas beretas na estátua dEle. Se quer proteger o Brasil, tem que estar armado, pô!

Amém.

.

Pages