Tecnologia do Blogger.

Featured Post

MEC - rejeita aumento para 40% na contribuição da União no Fundeb

O Ministério da Educação (MEC) não apoia o aumento para 40% na complementação da União no Fundo Nacional de Manutenção da Educação Básica...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco

Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

Moro e Lava Jato tentaram desprezar lista tríplice e se deram mal

Bolsonaro não topou Dallagnol e fechou com Aras

Por KENNEDY ALENCAR

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, e integrantes da Lava Jato tentaram indicar para a chefia da PGR (Procuradoria-Geral da República) um nome fora lista tríplice e se deram mal. Deltan Dallagnol era a aposta. O próprio presidente Jair Bolsonaro confirmou que ouviu sugestão para indicá-lo, mas o julgou um xiita ambiental.

Apesar de negar publicamente, Moro foi quem interveio nos bastidores a favor de Dallagnol e ouviu a negativa. O ministro da Justiça deu corda à quebra da tradição de indicar um nome da lista tríplice da eleição interna da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

Quando o presidente descartou Dallagnol, houve um movimento de Moro para conter prejuízos e apoiar um nome da lista tríplice. Mas Augusto Aras e Raquel Dodge já haviam avançado no campo de batalha.

Dodge teve apoio dos presidentes do STF, Dias Toffoli, da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre. Mas Bolsonaro descartou Dodge por ela ser mulher e ter denunciado Eduardo Bolsonaro por suposta ameaça a uma jornalista que o deputado federal teria namorado.

Bolsonaro firmou um compromisso político com Augusto Aras, que cedeu às bandeiras do presidente. Parlamentares conservadores também apoiaram Aras nos bastidores. O blog noticiou que, na reta final, ele recuperara o favoritismo.

Hoje, estrelas da Lava Jato e procuradores da República choram em praça pública o desprezo de Bolsonaro pela lista tríplice da ANPR, mas cometeram o erro de tentar controlar o presidente da República, que exerceu seu direito constitucional, aparelhou a PGR e quebrou uma tradição iniciada no governo Lula em 2003.

A Lava Jato, Moro, Dodge, ANPR e Dallagnol perderam com a indicação de Aras para a PGR. Bolsonaro ganhou ao indicar um nome de sua confiança para o cargo que pode investigar e denunciar o primeiro mandatário do país. Esses são os fatos.

←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana



Campeonato Brasileiro A
Domingo, 22, 16h00
Fortaleza x Palmeiras - Castelão

Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo