Tecnologia do Blogger.

Featured Post

Demora na justiça fez prescrever ação que investigava Edir Macedo por lavagem de dinheiro

Além do bispo da Igreja Universal, ação do MPF investigava outras três pessoas; processo estava pronto para ter uma sentença desde 2018, o ...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco

Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Em áudio vazado, Jair Bolsonaro discrimina governadores da Paraíba e do Maranhão

Em café da manhã com jornalistas estrangeiros nesta sexta-feira, sem saber que seu áudio estava aberto, Jair Bolsonaro discriminou os governadores do Maranhão e da Paraíba. Mensagem significa um grave alerta para a população dos dois estados

Durante café da manhã com jornalistas estrangeiros nesta sexta-feira (19), uma declaração em ‘off’ do presidente Jair Bolsonaro (PSL) demonstrou que as populações dos estados do Maranhão e da Paraíba têm muito a se preocupar com o atual governo federal.

Sem saber que o seu áudio estava aberto, Bolsonaro conversava com o ministro Onyx Lorenzoni (DEM) e disparou a seguinte frase: “O governador da Paraíba é pior que esse do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”.

No Brasil, as relações de estados e municípios com o governo federal é fundamental para o desenvolvimento regional. A fala de Bolsonaro, portanto, é grave porque sugere que Paraíba e Maranhão serão punidos de alguma forma — seja com diminuição de recursos, cortes em investimentos ou interrupção de parcerias.

Os dois gestores citados por Bolsonaro são João Azevêdo (PSB-PB) e Flávio Dino (PCdoB-MA). Eles estão entre os governadores mais bem avaliados do Brasil.

Flávio Dino foi reeleito em primeiro turno como governador do Maranhão em 2018 e sua aprovação ultrapassa os 50%. Sob sua administração, o estado alcançou os melhores níveis socioeconômicos já vistos na região e é lá que os professores ganham os melhores salários do Brasil. Sites especializados elegeram Dino, recentemente, como o melhor governador do País.

Dino usou as redes sociais para repudiar o áudio vazado. “Independentemente de suas opiniões pessoais, o presidente da República não pode determinar perseguição contra um ente da Federação. Seja o Maranhão ou a Paraíba ou qualquer outro Estado. ‘Não tem que ter nada para esse cara’ é uma orientação administrativa gravemente ilegal”, observou o governador do Maranhão.

João Azevêdo, por sua vez, está no primeiro mandato como governador da Paraíba, foi eleito em primeiro turno e tem altos índices de aprovação. Em abril, ao completar os cem primeiros dias de governo, pesquisa de opinião apontou que seu governo é considerado ótimo e bom por 46,6% da população, enquanto apenas 13,3% o consideram ruim ou péssimo.

É possível ouvir o áudio a partir dos 12 segundos do vídeo a seguir:


O fato de João Azevêdo e Flávio Dino não terem a simpatia de Jair Bolsonaro e não integrarem partidos aliados do presidente não pode servir de pretexto para que seus respectivos estados sejam perseguidos pela União.

Para ficar em um exemplo recente, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aumentou os recursos federais e os investimentos destinados para a própria Paraíba a partir de 2003. Na época, o estado era governado por Cássio Cunha Lima, do PSDB — principal partido de oposição ao governo Lula.

No entanto, apesar de estarem em campos político-partidário opostos, o ex-presidente manteve boa relação administrativa e institucional com o tucano.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana



Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo