Em STF “acovardado”, Cármen Lúcia age para adiar julgamento de Lula na terça-feira

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, agora age para adiar o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula previsto para acontecer na terça-feira, 25, na Segunda Turma da Corte.

A informação é do diário econômico conservador Valor Econômico, do Grupo Globo.

O pedido de HC, que estava sob vistas de Gilmar Mendes, foi liberado e colocado em pauta pelo ministro Ricardo Lewandowski, que dirigia a Turma.

Cármen, que agora assumiu a posição, passou o HC de Lula da terceira posição na fila para a décima segunda e última.

Com isso, é possível que não haja tempo para analisar o pedido na próxima sessão.

A expectativa é de que o pedido de Lula, cuja defesa alega parcialidade do então juiz federal Sérgio Moro no caso do tríplex do Guarujá, seja aprovado por 3 a 2 com os votos de Gilmar, Lewandowski e do decano do tribunal, Celso de Mello.

Porém, os militares não aceitam que Lula seja colocado em liberdade.

Em ocasião anterior, o general Villas Boas, ex-comandante do Exército, tuitou uma “advertência” ao STF na véspera do julgamento de HC que poderia beneficiar Lula.

O tuíte foi divulgado a tempo de ser reproduzido com destaque no Jornal Nacional.

Mais recentemente, o general Augusto Heleno teve um chilique diante do capitão Jair Bolsonaro, pedindo a prisão perpétua do ex-presidente Lula — provavelmente foi a forma que ele, general, encontrou de lamber as botas de um capitão e garantir o cargo.

Porém, não se pode desprezar o histórico de o STF se submeter aos militares — como aconteceu, por exemplo, depois do golpe de 1964.

Em geral, a inteligência das Forças Armadas dispõe de petardos para disparar contra os ministros, fazendo com que eles se acovardem.

É importante relembrar a própria advertência presciente do ex-presidente Lula à presidenta Dilma, feita em telefonema interceptado pela Lava Jato, antes do impeachment:

Nós temos uma Suprema Corte totalmente acovardada, nós temos uma Superior Tribunal de Justiça totalmente acovardado, um Parlamento totalmente acovardado, somente nos últimos tempos é que o PT e o PC do B é que acordaram e começaram a brigar. Nós temos um presidente da Câmara fodido, um presidente do Senado fodido, não sei quanto parlamentares ameaçados, e fica todo mundo no compasso de que vai acontecer um milagre e que vai todo mundo se salvar. Eu, sinceramente, tô assustado com a “República de Curitiba”. Porque a partir de um juiz de 1ª Instância, tudo pode acontecer nesse país.

.

Pages