Tecnologia do Blogger.

Featured Post

MEC - rejeita aumento para 40% na contribuição da União no Fundeb

O Ministério da Educação (MEC) não apoia o aumento para 40% na complementação da União no Fundo Nacional de Manutenção da Educação Básica...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco

Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

Bolsonaro recua e revoga decreto das armas

Rejeitado no Senado, projeto do governo tinha o mesmo destino traçado na Câmara dos Deputados

O presidente Jair Bolsonaro recuou e decidiu revogar o decreto que flexibilizava o porte de armas. A revogação foi publicada no Diário Oficial da união em edição extraordinária na tarde desta terça-feira 25.

A decisão contradiz declaração do porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, desta manhã, de que o presidente Jair Bolsonaro não revogaria o decreto que muda regras para aquisição, cadastro, registro, posse, porte e comercialização de munições e armas de fogo no país.

“O governo não revogará, não colocará nenhum empecilho para que a votação ocorra no Congresso”, disse o porta-voz sobre a matéria em tramitação na Câmara.

Fragilizado após a derrota no Senado na terça-feira 18, quando o plenário aprovou a revogação do decreto presidencial, o governo estava em negociação com a Câmara dos Deputados para evitar mais um revés na principal aposta de campanha de Bolsonaro.

O projeto de decreto seria votado ainda esta semana pelos deputados. Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, os parlamentares seguiriam a decisão do Senado, rejeitando os decretos.

Por 47 votos a 28, os senadores aprovaram um Projeto de Decreto Legislativo, do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e de outros senadores, que susta os efeitos da flexibilização. A maioria dos senadores argumentou que a alteração das regras para o acesso às armas por meio de decreto era inconstitucional e deveria ser feita por projeto de lei.

A expectativa era de que o governo revogasse a medida anterior e editasse novo decreto para colecionadores e novo projeto de lei para as outras alterações.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana



Campeonato Brasileiro A
Domingo, 22, 16h00
Fortaleza x Palmeiras - Castelão

Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo