Gentili é condenado a 6 meses de prisão por ofensas a Maria do Rosário


Denúncia foi motivada por um vídeo publicado pelo humorista nas redes sociais em 2016

A juíza Maria Isabel do Prado, titular da 5ª Vara Criminal de São Paulo, condenou o humorista Danilo Gentili a seis meses e 28 dias de prisão, em regime semiaberto. O caso envolve uma acusação de injúria contra a deputada Maria do Rosário (PT).

A denúncia foi motivada por um vídeo publicado por Gentili nas redes sociais em 2016, no qual ele rasga uma intimação judicial e, em seguida, coloca o papel picado dentro das calças.

A juíza considerou que ficou claro que Gentili agiu “ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, atribuindo-lhe alcunha de ‘puta’, bem como expôs, em tom de deboche, a imagem dos servidores públicos federais e a Câmara dos Deputados.”

O humorista poderá recorrer em liberdade ao TRF3.


.

Pages