Tecnologia do Blogger.

Featured Post

Caso Lulinha: Procurador ataca (de novo) com “não temos provas, mas temos convicção”

"Até aqui, ainda não há documento que comprove a tese" da Lava Jato contra Lulinha. "Obter essa prova é o maior desafio"...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco

Ads 468x60px

Followers

Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

quarta-feira, 6 de março de 2019

Com 2,5 bi em caixa, a Lava Jato se prepara para substituir o bolsonarismo, por Luis Nassif



Seria importante que mídia, Judiciário, juristas, partidos políticos, se dessem conta, enquanto é tempo, do monstro político que estão criando


Ainda não caiu a ficha da mídia sobre o que significa essa jogada da Lava Jato, de administrar R$ 2,5 bilhões bancados pela Petrobras. Foi montada uma fundação de direito privado que será totalmente controlada pelos procuradores e juízes da 13ª Vara Federal de Curitiba, o núcleo da Lava Jato. Apenas com a aplicação dos recursos, serão gerados R$ 160 milhões anuais, segundo nota do Ministério Público Federal do Paraná.

A fundação terá um administrador escolhido pelo Procurador Chefe da Procuradoria da República de 1a instância. E selecionará as figuras da sociedade civil que comporão o conselho, compartilhando a supervisão com o juiz da 13ª Vara Federal, a de Sérgio Moro.

Todo esse dinheiro poderá ser aplicado em iniciativas de combate à corrupção. Ou seja, qualquer consultor, colega procurador, ONG amiga, palestrantes ou consultores indicados por Rosangela Moro ou Carlos Zucolotto, poderá apresentar projetos para serem financiados.

A ideia de que haverá fiscalização do TCU ou outros órgãos é ilusória. Qualquer projeto que tenha a capa da campanha anticorrupção terá cumprido os requisitos exigidos. Não haverá licitação para escolha dos projetos, nem a garantia da isenção partidária. Serão aqueles que forem selecionados pelo Conselho da Lava Jato. E serão aqueles com afinidades pessoais, profissionais ou políticas com a Lava Jato.

Lava Jato e a tomada do poder

E aí é necessário se aprofundar um pouco na gênese do bolsonarismo. O movimento de ultradireita recente nasceu no Paraná, em parte devido às pregações de Olavo de Carvalho, nos anos 90. Mas, principalmente, em torno da defesa da Lava Jato.

Há alguns anos, qualquer crítica à Lava Jato no YouTube ou Facebook atraia varejeiras de todos os quadrantes, com o discurso agressivo que marcaria posteriormente o bolsonarismo. A Lava Jato é a bandeira unificadora, filha dileta da mais conservadora sociedade brasileira, a paranaense. Bolsonaro é apenas uma marca fantasia, um acidente de percurso, o candidato à mão que mais se aproximava da personalidade Neandertal dos grupos gestados em torno das bandeiras da Lava Jato.

Os Bolsonaro estão longe do estereótipo de famílias ilustres como os Genovese, Gambino, Bonanno ou Colombo. Delas têm apenas a falta de limites morais e de qualquer noção de civilidade. Mas falta aos Bolsonaro capacidade mínima para exercer qualquer liderança que vá além da ofensa primária. Seu perfil familiar é muito mais próximo de Kate Baker e outras famílias desajustadas na depressão dos Estados Unidos.

Ao contrário da Lava Jato, que, além de usar e abusar do poder de Estado, tem entrada nas Forças Armadas, Judiciário, mídia, blogosfera de direita e grupos empresariais, os Bolsonaro não tem acesso ao sistema. Não se sabe até quando resistirão as fantasias em torno de Sérgio Moro, à vista de suas limitações, que se tornam mais nítidas a cada dia. Mas a bola continua com a Lava Jato.

Como a Lava Jato se tornou uma organização política, esse dinheiro servirá para financiar uma estrutura política de apoio por todo o país. As verbas estão garantidas e nem serão necessários laranjas, como os do PSL. Basta uma fundação, uma associação, um clube, uma consultoria em qualquer parte do país, empunhando as bandeiras da Lava Jato, de luta contra a corrupção, para se enquadrar nos estatutos da fundação e obter aportes financeiros.

O Movimento Brasil Livre foi financiado com R$ 5 milhões, com a missão grandiosa de defender a iniciativa privada. Gerou um batalhão de candidatos políticos.

Lava Jato e os negócios

Outros objetivos da fundação são menos letais, como estimular os programas de compliance. Ai visaria apenas consolidar o milionário mercado de palestras e consultorias para os maiores especialistas em processos contra empresas: os próprio lavajateiros, seguindo os passos do procurador Carlos Fernando Lima, que anunciou sua aposentadoria e sua futura carreira no mercado de compliance.

Com essas jogadas se está criando um partido político riquíssimo, com agentes do Estado exercendo poder de Estado se apropriando de verbas públicas, com autonomia em relação à Procuradoria Geral da República e aos poderes constituídos.

No Xadrez de ontem, lembrei casos narrados pelas obras sobre o fascismo, do início do ovo da serpente. Seria importante que mídia, Judiciário, juristas, partidos políticos, se dessem conta, enquanto é tempo, do monstro político que estão criando, permitindo que R$ 2,5 bilhões e meio sejam utilizados para financiamento dos propósitos políticos da Lava Jato.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo