Tecnologia do Blogger.

Featured Post

Diário do Bolso | ... foi outro 7 a 1. Igualzinho à seleção do Felipão.

Diário, foi outro 7 a 1. É, levei uma goleada esses dias. Igualzinho à seleção do Felipão. Olha só: 0 x 1 O Ricardo Salles, do Me...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco

Ads 468x60px

Followers


Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

domingo, 8 de dezembro de 2019

Diário do Bolso | ... foi outro 7 a 1. Igualzinho à seleção do Felipão.

Diário, foi outro 7 a 1. É, levei uma goleada esses dias. Igualzinho à seleção do Felipão. Olha só:

0 x 1

O Ricardo Salles, do Meio Ambiente, disse que os alemães já tinham topado a nova proposta para o Fundo Amazônia. Mas aí a embaixada da Alemanha veio correndo dizer que ainda não tinha topado nada. Ou seja, chamaram o sujeito de mentiroso na cara dura. Bando de dedos-duros!

0 x 2

O Congresso Nacional derrubou uma série de vetos meus sobre violência doméstica. Os serviços de saúde públicos e privados terão que voltar a notificar os indícios de violência contra a mulher na delegacia. Pra mim, em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher. Nem a polícia. Mas perdi mais essa.

0 x 3

O Brasil não está mais entre os 25 principais destinos de capital estrangeiro do mundo. O país ficou entre os 5 mais confiáveis entre 1998 e 2013. Começou a cair com a Dilma, aí foi para 16º. depois do impeachment e, no ano passado, com o Temer, caiu para 25º. Mas agora, nem isso.

0 x 4

O Dudu foi suspenso por um ano. Não é mais líder do PSL e perdeu todas as cadeiras que tinha nas comissões temáticas da Câmara. Só sobrou a Comissão de Relações Exteriores, porque ele foi eleito presidente. Mas nem pode concorrer no ano que vem.

0 x 5

Tive que revogar o edital que excluía a Folha de uma licitação. Isso é censura à censura, pô!

0 x 6

Descobriram que a família do Alexandre Rizzi, aquele juiz que mandou prender os quatro brigadistas que combateram as queimadas em Alter do Chão, tem uma serraria que já cometeu crimes ambientalistas. E o Rizzi defendeu a empresa no processo. Assim ficou na cara que a prisão dos caras foi política. Ficou ruim pra nós, os lança-chamas.

0 x 7

Tive que revogar a exclusão de 17 ocupações do sistema de Microempreendedor Individual (MEI). Ia ferrar essa corja de humoristas, contadores de histórias, cantores, músicos, professores de teatro e o escambau. Sempre que eu puder ferrar esses artistinhas, eu vou, porque é tudo comunopetista. Mas dessa vez não deu...

1 x 7

O meu gol de honra foi que eu retuitei uma foto minha com os Power Rangers e ela teve mais de 65 mil curtidas. Não é grande coisa, mas foi a minha glória da semana, talkei?

@diariodobolso


sábado, 7 de dezembro de 2019

Bolsonaro quer cassar registro de MEI de profissionais ligados à arte

Cantor e músico independentes, DJ, VJ, humorista ou contador de histórias, instrutor de artes cênicas, instrutor de arte e cultura, instrutor de música e proprietários de bar com entretenimento podem não ser mais enquadrados como microempeendedores individuais (MEI) a partir de 2020


Em mais um gesto de ataque à cultura, Bolsonaro quer tirar a possibilidade de profissionais ligados à arte terem registro de MEI (Microempreendedor Individual).

Segundo resolução feita pelo Comitê Gestor do Simples Nacional e publicada no Diário Oficial da União na sexta-feira (6), serão excluídas do MEI a partir de janeiro de 2020 as seguintes categorias: cantor e músico independentes, DJ, VJ, humorista ou contador de histórias, instrutor de artes cênicas, instrutor de arte e cultura, instrutor de música e proprietários de bar com entretenimento.

De acordo com levantamento do Sebrae, um terço dos empresários registrados hoje como MEI trabalhavam anteriormente na informalidade. O MEI dá a possibilidade de que o pequeno empresário, de faturamento até R$ 81 mil ao ano, possa pagar menos pelos tributos, tais como INSS, ICMS e ISS, além de poder emitir notas fiscais e ter benefícios previdenciários.

APEOC | 12 DE DEZEMBRO: MARCADO JULGAMENTO DOS PRECATÓRIOS NO STF


Está marcado para quinta-feira (12), no Supremo Tribunal Federal, o julgamento do Precatório do FUNDEF da rede estadual do Ceará. A apreciação do pleno do Supremo foi interrompida em14 de agosto, faltando votos de quatro juízes quando o placar ficou em 5×2 a favor do estado do Ceará. A partir desta definição, o presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, considerado o grande defensor da Educação, juntamente com o deputado federal Idilvan Alencar, estarão de plantão em Brasília a partir do dia 10 de dezembro (terça), em articulação e mobilização junto aos parlamentares.

O Sindicato APEOC é a única instituição habilitada no Supremo Tribunal Federal, reconhecida como Amicus Curiae (Amiga da Corte), pelo seu pioneirismo e protagonismo na defesa dos Precatórios para a Educação e seus profissionais, em parceria com a CNTE e Frente Norte e Nordeste em Defesa da Educação.

Para Anizio Melo, essa luta já foi impossível, na qual, muitos estavam desacreditados, mas que a APEOC, com muito compromisso, fervor e responsabilidade tem se empenhado não só no Ceará mais em toda região Nordeste e Norte, unificando e articulando para garantir o recurso para a Educação. “Portanto, a volta da pauta do julgamento das ações cíveis originárias dos Estados contra a União é importantíssima. Estaremos lá a partir de terça-feira, fazendo todo um movimento para que se defina finalmente o recebimento do recurso pelos Estados. Ainda não está em pauta a discussão do mérito dos 60%, mas a partir do momento que os Estados ganhem definitivamente da União estaremos apostos. Uma grande luta, iremos até o final e juntos venceremos”, afirmou Anizio Melo, presidente da APEOC e FETENE.

Página Musical | Arnaldo Antunes cantando: O Real Resiste


Arnaldo Antunes|
O Real Resiste 

Autoritarismo não existe
Sectarismo não existe
Xenofobia não existe
Fanatismo não existe
Bruxa fantasma bicho papão

O real resiste
É só pesadelo, depois passa
Na fumaça de um rojão
É só ilusão, não, não
Deve ser ilusão, não não
É só ilusão, não, não
Só pode ser ilusão

Miliciano não existe
Torturador não existe
Fundamentalista não existe
Terraplanista não existe
Monstro vampiro assombração
O real resiste
É só pesadelo, depois passa
Múmia zumbi medo depressão
Não, não, não, não
Não, não, não, não
Não, não, não, não

Trabalho escravo não existe
Desmatamento não existe
Homofobia não existe
Extermínio não existe
Mula sem cabeça demônio dragão
O real resiste
É só pesadelo, depois passa
Como o estrondo de um trovão
É só ilusão, não, não…


sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

PGR abre processos crimes contra responsáveis da Igreja Universal

A Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana instaurou dois processos-crime contra a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) de Angola, tendo como base denúncias feitas em janeiro e em novembro, anunciou hoje o porta-voz do Ministério do Interior.

De acordo com o oficial da Polícia Nacional, os dois processos surgem na sequência de denúncias feitas de práticas ilícitos criminais.

Informou que estão a ser efectuadas as diligências policiais para se aferir a veracidade dos factos denunciados, alguns dos quais que atentam contra a pessoa humana, e crimes de branqueamento de capitais, entre outros ilícitos.

A 28 de Novembro, um grupo de bispos e pastores anunciou a ruptura com o bispo Edir Macedo (líder da igreja), por alegadas práticas doutrinais contrárias à religião, como a exigência da prática a vasectomia, além da evasão de divisas para exterior do país.

Um comunicado assinado por mais de 300 bispos e pastores angolanos denunciou que, nos últimos 12 meses, a liderança brasileira, por orientação de Edir Macedo, passou a forçar os pastores angolanos a submeterem-se ao processo de vasectomia.

Os bispos denunciam ainda a decisão de vender mais de metade do património da IURD em Angola, que inclui residências e terrenos que foram adquiridos ou construídos com os dízimos, ofertas e doações dos bispos, pastores, obreiros e membros de Angola, sem prévia consulta à comunidade eclesial.

A propósito, a Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou que está a investigar, já há algum tempo, as denúncias de castração química e vasectomia de que são, eventualmente, submetidos alguns pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola.

O vice-procurador-geral da República, Mota Liz, afirmou que “já corre um processo de uma denúncia de caso de castração química em tempos idos. E esse processo corre o seu trâmite normal”.

A PGR acredita terem surgido “novos elementos” que, certamente, serão levados a apreciação, objectivo de trabalho e investigação.

Ainda assim, incentivou que sempre que as pessoas tomarem nota de um facto criminal devem participar, mesmo por meios oficioso, na PGR que está aberta para investigar, esclarecer e, se tiver factos, introduzir a juízo.

Já a direcção da Igreja Universal declara que se trata de uma "rede de mentiras arquitectadas por ex-pastores desvinculados da instituição, por desvio moral, de condutas e até criminosas, com o único objectivo de terem a sua ganância saciada".

A Igreja Universal do Reino de Deus em Angola é uma instituição religiosa de direito angolano, registada no Ministério da Justiça, sob o número 26, e publicado no Diário da República em 17 de Julho, I Série, número 28.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

TV Brasil censura clipe de Arnaldo Antunes sobre milicianos e proíbe menção à Marielle

A afirmação é de funcionários da emissora controlada pelo governo. Veja o clipe aqui

O clipe com a canção “O real resiste”, de Arnaldo Antunes, que fala e mostra cenas de violência policial e disseminação de preconceitos no Brasil, foi retirado da programação da TV Brasil, emissora do governo federal.

De acordo com informações do BuzzFeed, funcionários da TV pública que pediram para não ser identificados, afirmaram que o clipe foi alvo de censura exatamente por tratar de temas considerados sensíveis ao governo federal. “Miliciano não existe. Torturador não existe. Fundamentalista não existe. Terraplanista não existe. Monstro, vampiro, assombração. O real resiste. É só pesadelo, depois passa”, diz a música de Arnaldo Antunes.

O BuzzFeed News teve acesso à grade de programação interna do dia 23 de novembro, quando o programa Alto Falante, sobre Antunes, seria levado ao ar às 14h. Questionada pelo BuzzFeed News, a EBC, que controla a TV Brasil, confirmou que retirou o programa da grade, mas disse que a mudança ocorreu em cima da hora porque entraram flashes da final da Libertadores, em que jogaram Flamengo e River Plate no Peru.

Em nota feita por funcionários e que circula internamente na EBC, os empregados contam outra versão. “No lugar do Alto Falante, que é uma produção da Rede Minas, a TV Brasil passou o Hypershow, programa também produzido pela emissora pública mineira e que trata do universo cultural. Este é mais um episódio de censura na TV Brasil. Estão proibidas também menções à vereadora assassinada no Rio de Janeiro Marielle Franco e temas LGBTQ+”, diz a nota, a que o BuzzFeed News teve acesso.

Veja o clipe abaixo:


Lula e Dilma são absolvidos de ‘quadrilhão’ do PT

Juiz diz, em decisão, que não há indícios de uma formação de quadrilha articulada no PT – acusação da PGR em 2017

Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff foram absolvidos da acusação que os apontava como manda-chuvas de quadrilha para obter compra de recursos políticos – o conhecido “quadrilhão do PT”. De acordo com a decisão do juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara do Distrito Federal, a denúncia não apresentou indícios suficientes.

Além dos dois ex-presidentes, também foram absolvidos Antonio Palocci e Guido Mantega, ex-ministros da Fazenda, e João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT. O juiz afirmou que a narrativa da denúncia, apresentada pelo Procuradoria-Geral da República em 2017, comandada por Rodrigo Janot, não apresenta provas de que haveria um vínculo entre todas as ações para que se caracterizasse uma organização criminosa.

“A inicial acusatória alonga-se na descrição de inúmeros ilícitos penais autônomos sem que revele a existência de estrutura ordenada estável e atuação coordenada dos Denunciados, traços característicos de uma organização criminosa. Numa só palavra, não evidencia a subsistência do vínculo associativo imprescindível à constituição do crime”, escreve o juiz.

A acusação traçava uma rede esquematizada desde o primeiro mandato de Lula, em 2002, até a queda de Dilma Rousseff por conta do impeachment em 2016. As vantagens ilícitas teriam sido coletadas por meio da Petrobras, do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) e de demais ministérios.

Em outubro, o Ministério Público Federal já havia pedido a absolvição dos envolvidos também por conta da falta de elementos comprovatórios de uma formação de quadrilha.

Diário do Bolso | ... ontem foi um dia confuso!

Diário, ontem foi um dia confuso! Aconteceu tanta coisa que eu vou ter que fazer um “Kkks do Jair” (se bem que tem uns “pôs!” também). Vamos lá:

1-) A reforma da previdência aprovada para os militares foi a sopa no mel. Eles vão receber salário integral quando se aposentarem e não terão idade mínima obrigatória. Pode parecer que eu tô favorecendo a minha turma, mas é isso mesmo, kkk!

2-) Fiz um projeto de lei que acaba com as cotas para trabalhadores com deficiência física nas empresas. Pô, não é justo que uma empresa tenha que ter um cara sem perna, outra sem braço, um outro em cadeira de rodas. Isso é uma exigência sem pé nem cabeça, kkk!

3-) Mandei tirar os radares das estradas federais e aconteceu a primeira alta em acidentes graves desde 2011. Que coincidência, kkk!

4-) Pô, a Joice Hellmans contou na CPI das Fake News como funcionam o gabinete do ódio e os meus robôs. Aí o pessoal da direita xingou ela de traidora na internet. Bem feito! Tem que xingar mesmo. Hum..., o estranho é que ninguém chamou ela de mentirosa.

5-) A Câmara aprovou o pacote anticrime do Moro, mas tirou o excludente de ilicitude, que era a coisa mais divertida. Estragaram o tiro ao alvo do pessoal, pô!

6-) O caso Queiroz fez um ano. Preciso mandar um bolo pra ele. De laranja, kkk!

7-) O Financial Times levantou dúvidas sobre os nossos dados econômicos. Pô, deixa o meu pibinho de 0,6% em paz! Se forem ficar checando tudo toda hora, não dá!

8-) A Ancine tirou os cartazes de filmes brasileiros das suas paredes e dos seu site. Acho que vamos mudar o nome dela para “Ahn? Cine?”. Kkk!

9-) Um juiz federal do Ceará suspendeu a nomeação do Sérgio Camargo como presidente da Fundação Palmares, dizendo que ele ofendeu justamente o público que a instituição devia proteger. Tem muito preconceito contra o racismo no Brasil, pô!

10-) E quem não conseguiu participar do craudifum..., crowdifã..., croundifunn..., quer dizer, da vaquinha para o Diário do Bolso 2, pode comprar o livro na festa de lançamento. Vai ser lá na cervejaria Zuraffa (rua Artur de Azevedo, 1902), dia 14/12, a partir das 16h00. Tô achando que o Trump vai aparecer e pedir desculpas.

@diariodobolso

PS: A ilustração é do Ivo Minkovicius.



quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Diário do Bolso | Não era amor, era cilada

Diário, eu não entendo esse homem.

Eu não fiz tudo o que ele pedia?

Não dei tudo o que ele quis?

Não cedi a cada capricho, a cada desejo?

Então por que ele fez isso comigo? Por que me tratou assim? Por que pelo menos não ligou para me avisar? Custava mandar um zap-zap?

Será que eu fiz alguma coisa errada? Disse alguma palavra que não devia? Será que mandei mensagens demais?

Às vezes, falar “eu te amo” é um erro...

Me abri demais. E ele se aproveitou.

Ah, Diário, por causa desse homem eu dei isenção de visto pros turistas americanos, renunciei ao tratamento diferenciado na Organização Mundial de Comércio, aumentei a importação de etanol dos EUA, apoiei o embargo a Cuba, e até, ai, ai, ai..., deixei que ele colocasse o seu foguete na minha Alcântara...

Tudo isso pra quê?

Ele me agradeceu? Alguma vez me disse “eu também te amo”? Não, nada disso. Nada!

O que ele fez foi sobretaxar meu aço e meu alumínio.

O que eu faço agora? Será que eu ligo para ele para reclamar?

Não, melhor não. Ele anda muito ocupado com o trabalho.

Poxa, mas eu não desvalorizei o real porque eu quis. É uma coisa que aconteceu sozinha...

Eu nunca faria algo de propósito para deixar ele bravo. Nunca...

Ah, Diário, que tristeza... Vou te confessar um negócio: tem hora que eu até penso que não era amor, era cilada.

Mas eu não quero acreditar nisso. Não quero! E não posso...

Como é que eu posso acreditar que fui enganado tanto tempo e tão bem?

Como é que eu posso acreditar que alguém em que eu pus toda a minha fé, todo o meu sentimento, me enganou?

Como?

@diariodobolso

PS: Será que é isso que os meus eleitores sentem?



segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Por que perder um animal de estimação dói tanto?


Perder um animal de estimação é reaprender a viver sem a nossa maior fonte de alegria.

Muitos de nós tivemos ou temos o privilégio de viver com um animal de estimação. A presença deles em nossas vidas é uma questão cultural, uma grande tradição! Quase todas as famílias possuem um animal que faz parte de suas histórias e que está ao seu lado nos bons e maus momentos.

Quando crescemos ao lado de um animal de estimação, ou quando depois de adultos podemos ter um ao nosso lado, descobrimos uma conexão muito forte e poderosa, que muitas vezes se torna ainda mais importante para nós do que alguns relacionamentos com pessoas em nossas vidas.

Os animais ganham rapidamente um espaço grande em nossos corações, pois possuem algumas características que dificilmente encontramos nas pessoas.

Eles são extremamente empáticos, carinhosos, cuidadosos e leais. O amor que sentem por nós é incondicional e muitas vezes até nos constrange, porque mesmo depois de levarem uma bronca, continuam nos seguindo com os rabinhos abanando, pronto para nos dar todo o amor do mundo.

Os nossos animais de estimação são alguns dos amigos mais verdadeiros que teremos em nossas vidas, porque a nossa relação com eles é construída dia após dia, a cada momento de carinho, a cada sorriso, a cada passeio e a cada nova demonstração de amor.

Esses animais se tornam nossas famílias, em muitos casos a única e verdadeira família que possuímos, por isso o vínculo que construímos com eles é um dos mais puros que existem. Através dessa união, descobrimos um lado melhor de nós mesmos e aprendemos a viver com muito mais alegria e bondade, valorizando as coisas mais simples como as mais importantes.

A vida com os nossos animais é muito melhor, mas, infelizmente, na grande maioria das vezes eles partem antes de nós. Sua jornada é mais curta porque eles são muito mais evoluídos e não precisam viver tantas coisas quanto nós.

Quando sua missão chega ao fim, eles voltam para o seu primeiro lar e nos deixam aqui, para viver com tudo o que nos ensinaram no tempo em que estivemos juntos.

Para nós, a dor de perder os nossos grandes companheiros é muito grande, quase insuportável. Uma pessoa que desde criança teve esse amigo ao seu lado e o perdeu depois de adulto sofre demais, assim como alguém que via em seu animal o seu único amigo verdadeiro, e não sabe como recomeçar a vida depois dessa grande perda.

Perder um animal de estimação dói tanto porque eles são muito mais do que isso, muito mais do que companheiros temporários. Eles são a nossa família, a nossa fonte de amor e alegria, e uma das razões pelas quais vivemos empolgados com a vida.

Eles são aqueles que arrancam os nossos sorrisos mais verdadeiros e nos fazem conhecer uma pureza única, que está praticamente extinta entre os seres humanos.

Nossos animais são o nosso apoio, a nossa força nos momentos difíceis e a esperança de que tudo sairá bem. Perdê-los é sepultar um pouco de nossos corações. Devemos sentir essa dor por completo até que, com o tempo, ela possa nos deixar.

Pode ser difícil recomeçar depois da perda daquele que foi o nosso maior companheiro por anos, mas devemos sempre manter a cabeça erguida e um sorriso no rosto, porque é assim que eles gostariam de nos encontrar.
Se você perdeu o seu companheiro, encontre força no vínculo que compartilham. Saiba que ele sempre viverá dentro do seu coração e o seu amor o guiará por toda a vida.


VIOLÊNCIA POLICIAL - Morte de dez jovens em Paraisópolis ocorreu após um mês de ameaças da PM de SP

Após homicídio de sargento, comando da PM ordenou operação na favela “sem previsão de término”, com abusos e ameaças


A ação da Polícia Militar que terminou com dez jovens mortos na madrugada do último domingo (1º) na favela de Paraisópolis, na zona sul da cidade de São Paulo, deixou os moradores chocados, mas não chegou a ser uma surpresa. Conforme relatos de mais de uma dezena de moradores ouvidos pela Ponte, as mortes ocorreram após um mês em que policiais militares fizeram ameaças diárias aos habitantes da favela, por conta da morte do sargento da PM Ronald Ruas Silva, ocorrida em 1º de novembro de 2019.

Ruas, de 52 anos, morreu após ser baleado na barriga durante uma troca de tiros na avenida Professor Alcebíades Delamare, nas imediações de Paraisópolis. No dia seguinte, sem mencionar a morte do sargento, o comandante geral da PM, coronel Marcelo Vieira Salles, postou nas redes sociais que a comunidade seria alvo de “uma Operação Saturação”, como são chamadas ações com a presença massiva de policiais. No comunicado, Salles dizia que “centenas de policiais militares” de diferentes unidades intensificariam o policiamento no bairro, “sem previsão de término”.

Desde então, as operações da PM no local passaram a ser diárias, com bloqueios de ruas, revistas de pessoas, entradas em casas e comércios, além de ameaças. “Vamos tocar o terror em Paraisópolis” passou a ser um refrão usado por muitos deles, segundo falas dos moradores.

O músico Marcos Forlan, o MC Sacana, conta que foi abordado por dois policiais, há duas semanas, quando entrava num supermercado de camiseta e chinelo. “Eles perguntaram o que eu fazia e eu fui falando. Quando eu falei que era ator e MC, eles já me ameaçaram naquele tom: ‘MC também morre de vez em quando'”, conta. Segundo o músico, os policiais deixavam claro que sua atitude era uma vingança contra a favela por causa da morte do colega. “A polícia é assim: quando morre um policial, a polícia toda para para resolver isso, mas quando morre um favelado, nem liga.”

A reportagem da Ponte esteve em Paraisópolis em 10 de novembro e ouviu diversos relatos de ameaças e agressões feitas por policiais. Um morador entregou um vídeo de uma das abordagens feitas neste período, que mostra pelo menos quatro PMs agredindo uma pessoa em plena rua até serem contidos por um oficial.

As operações violentas da Polícia Militar fazem parte da história de Paraisópolis, segunda maior favela da capital paulista, geralmente como um “revide” por conta de alguma violência praticada contra a corporação. Em 2009, após três policiais terem sido baleados num tumulto, a PM deu início a uma Operação Saturação que durou 82 dias e deixou relatos de práticas de tortura feitas até em crianças e idosos, segundo O Estado de S.Paulo. Quando a PM Juliane dos Santos Duarte foi sequestrada, torturada e morta por membro do PCC (Primeiro Comando da Capital), em agosto de 2018, policiais também foram denunciados por abusos, inclusive o de “apontar uma arma para a cabeça de uma menina negra” sem justificativa, segundo a União dos Moradores da Favela do Jardim Colombo.

A violência nas operações contra os bailes funk também é constante. A Ponte relatou em duas ocasiões a história da estudante Dayane de Oliveira, que, em janeiro de 2013, aos 17 anos, perdeu um olho ao ser atingido por um estilhaço de bomba, lançado pela PM durante uma operação contra os pancadões do bairro. Sem amparo do Estado e vítima de depressão por conta da perda do olho, Dayane tornou-se moradora de rua.

Outro lado

Procurada, a PM afirma que “faz rondas diárias na região da ocorrência para aumentar a sensação de segurança da população e como medida de prevenção às práticas criminosas” e que “a Corregedoria da Polícia Militar está à disposição para receber denúncias em caso de atuação imprópria dos policiais militares”.

Em coletiva de imprensa neste domingo, o porta-voz da PM Emerson Massera negou que a ação policial que terminou com a morte de dez jovens pisoteados tenha relação com operações anteriores. Segundo o porta-voz, quatro policiais da Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas) estavam em patrulhamento pela área e abordaram dois homens numa motocicleta, que teriam atirado contra eles. Os homens teriam entrado atirando no baile funk, segundo a versão policial, e provocado o pânico que levou às mortes. Já moradores dizem que foram encurralados pelas bombas da polícia nas vielas de Paraisópolis.

domingo, 1 de dezembro de 2019

DOMINGÃO DA EDUCAÇÃO: PASSEIO CICLÍSTICO, SORTEIO DE BIKES, SHOW MUSICAL E FEIJOADA



A III Bicicletada da Educação foi um grande sucesso. Mais uma vez unidos professores, profissionais da Educação e estudantes (UNE, UBES, UEE, ACES e UNEFORT), além de grupos de ciclistas, na defesa de uma Escola Pública de qualidade. O Domingão da Educação com passeio ciclístico, sorteio de bikes e prêmios, show da Banda The Teachers e feijoada.

O presidente Anizio Melo abriu o passeio, chamando a atenção de todos para a luta em defesa do financiamento da Educação. A pauta da Bicicletada foi dividida em dois eixos, Basta Bolsonaro e Agiliza Camilo.


Na pauta nacional, a provação do Novo FUNDEB, regulamentação da Lei dos Royalties e Precatórios do FUNDEF para a valorização da Educação e de seus profissionais. Na pauta estadual, os retroativos do reajuste dos aposentados e das promoções e convocação dos aprovados no Concurso para Professor.

Na Bicicletada da Educação foi lançada a Campanha Salarial 2020 e também comemorou o dia do professor e do servidor público.












https://apeoc.org.br/domingao-da-educacao-passeio-ciclistico-sorteio-de-bikes-show-musical-e-feijoada/?fbclid=IwAR3gd9W0O3JLB78djOWwImU6skUk9AZ5LRiATx6cFaBf7e5qvmD_fB2Hm8w
←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana


Campeonato Brasileiro A
Quarta-Feira, 04, 19h30
Ceará x Corinthians - Castelão

Campeonato Brasileiro A
Domingo, 08, 16h00
Fortaleza x Bahia - Castelão

Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo