Tecnologia do Blogger.

Featured Post

DIÁRIO DO BOLSO || Vai acabar em pizza, Diário, mas antes ainda vai voar muito macarrão

Pô, Diário, o almoço de família desse domingo teve mais briga que convenção de partido de esquerda Por José Roberto Torero Tudo c...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco


Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

Sindicato APEOC e CNTE repudiam tentativa de censura aos professores/as

O Sindicato APEOC repudia a declaração da deputada estadual do PSL de Santa Catarina, Ana Caroline Campagnolo, sobre uma postagem feita nas redes sociais da parlamentar, que tem como objetivo calar a voz do professor em sala de aula. A parlamentar sugere que sejam feitas gravações pelos alunos com o intuito de censurar os educadores.

Para o professor Anizio Melo, presidente do Sindicato APEOC, ”ninguém cala a nossa voz! Educação é liberdade”.

Por nota, nesta segunda-feira (29), a CNTE, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, também repudiou a afirmação da deputada. Veja o texto na íntegra:

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, entidade representativa de mais de 4 milhões de trabalhadores/as das escolas públicas brasileiras, vem a público REPUDIAR, de forma veemente, a declaração da deputada estadual recém eleita por Santa Catarina, Ana Caroline Campagnolo, do Partido Social Liberal (PSL), o mesmo de Jair Bolsonaro.

No dia de ontem, após os resultados da eleição presidencial, em que o seu candidato sagrou-se vencedor, em uma campanha eleitoral marcada pela divulgação maciça de mentiras nas redes sociais, a referida cidadã, que sequer ainda tomou posse no cargo para o qual foi eleita, já se arvorou a reproduzir as atrocidades que aprendeu com o seu mestre de partido, agora eleito Presidente da República. Publicou em suas redes sociais um comunicado em que instiga e incentiva que os estudantes gravem e filmem o que ela chamou de “professores doutrinadores”. A posição dessa cidadã, além de representar um claro ataque à categoria de professoras e professores de seu Estado, é uma afronta aos preceitos inscritos em nossa legislação.

A aberração que essa cidadã se permitiu escrever em sua rede social confronta o princípio de liberdade de cátedra, inscrito em nossa Constituição, em seu artigo 205, que assegura, claramente, “a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber”. Contraria também o que está explícito, logo em seu artigo 3º, na nossa Lei de Diretrizes e Bases Nacional – LDB (Lei 9,394/1996).

O que está por trás da postura dessa cidadã é a aberração do projeto da Escola sem Partido, proposta encampada por esses que agora ganharam a eleição presidencial, mas que não passa de uma artimanha para perseguir os/as professores/as em seu ambiente de trabalho. Saibam todos eles que essa proposta não prosperará sem a resistência da sociedade brasileira e, em especial, dos/as trabalhadores/as em educação.

O nosso repúdio a essa postura indigente da futura deputada vem junto com um alerta e recomendações aos/às professores/as que por ventura sejam submetidos a essa excrecência: se alguém invadir uma aula sua, garanta a presença de testemunhas; não permita gravações de ninguém, sob pena de ferir o seu direito à imagem; e, por fim, contate imediatamente o seu sindicato local para as medidas jurídicas apropriadas.

O nosso repúdio também vem acompanhado com um aviso: não nos imporão o medo! Não destruirão a educação pública nesse país sem enfrentarem muita resistência! O futuro reserva a esse tipo de gente a lata do lixo da história!

Brasília, 29 de outubro de 2018

Direção Executiva da CNTE

Série C cearense 2018 - Calouros do Ar vira pra cima do Pacatuba e garante classificação - Confira os gols


A série C cearense continua empolgando aqueles desportistas que gostam de futebol e têm tempo de acompanhar o certame promovido pela FCF.

Nesta segunda feira 29, mediram forças no PV Pacatuba e Calouros do Ar em partida valida pela terceira rodada do torneio.


O JOGO

Em campo duas equipes de nível técnico idêntico, porem com pontos positivos, e porque também não dizer negativos diferentes. O Calouros do Ar muito mais posse de bola, melhor toque e mais velocidade, o Pacatuba uma defesa bem estruturada, menos posse de bola porem com muito mais objetividade em chegar ao ataque.

Este foi o tema da primeira etapa que terminou sem gols, o estudo das duas equipes em busca de uma pequena falha do adversário que não aconteceu.

SEGUNDO TEMPO

O Pacatuba abriu o marcador logo aos 10 minutos depois de uma bobeira na zaga do “Tremendão”, cruzamento da esquerda e Mateus Cearense subiu livre abrindo o marcador. O clube da Serra da Aratanha continuou firme em busca do segundo gol, mas a tarde era tricolor em duas falhas consecutivas Denílson que havia entrado no jogo no segundo tempo virou o jogo para o Calouros do Ar e deixou o Pacatuba em difícil situação no que concerne a classificação para a próxima fase do certame.

CONFIRA 


Segunda-feira, 29/10/2018 

15:30 | Pacatuba 1 x 2 Calouros do Ar - PV 

PRÓXIMOS JOGOS

Quarta-feira, 31/10/2018 
19:00 | Nova Russas x Tianguá - Mouraozão 
19:00 | Crato x Juazeiro - Mirandão 

Quinta-feira, 01/11/2018 
15:30 | Calouros do Ar x Verdes Mares - PV 

Domingo, 04/11/2018 
15:30 | Tianguá x Crateús - Mouraozão 
15:30 | Campo Grande x Crato - Romeirão 

Segunda-feira, 05/11/2018 
15:30 | Verdes Mares x Pacatuba - PV


FICHA TÉCNICA

Campeonato: CEARENSE SERIE C - 2018 Rodada: 1
Jogo: Pacatuba 1 x 2 Calouros do Ar
Data: 29/10/2018
Horário: 15:30
Estádio: Pres. Vargas/CE / Fortaleza
Arbitragem
Gols:
Pacatuba: Mateus Cearense 10/2T
Calouros do Ar: Denílson 28 e 39 2/T

Pacatuba: Marcelo (Mateus Silva), Walker, Jonhy (Ricardo), Rilbert e Aquila: Kevinson, Erim (Bruno Ceasa), Sorriso e Mateus Cearense: João Filho e Conrado. 
Técnico: Bira Lopes

Calouros do Ar: Mateus, Renan, Danrley (Tiago), Albert e Sidney: Luan, Renan, William (Denílson) e Luciano (Fabricio): Joelson e Alexandre.
Técnico: Paulo Roberto

CUT REPUDIA VIOLÊNCIA PROMOVIDA POR BOLSONARISTAS E EXIGE SOLUÇÃO DE ASSASSINATO NO CEARÁ

Charlione Lessa Albuquerque, de 23 anos, era filho de Maria Regina Lessa, Secretária da Mulher Trabalhadora da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Vestuário da CUT, CNTRV; em nota, a entidade divulgou uma nota repudiando o ódio e a violência promovido por bolsonaristas e exigiu punição rápida para o caso


O jovem Charlione Lessa Albuquerque, de 23 anos, morto a tiros enquanto participava de uma carreata pró-Haddad na noite deste sábado 27 trabalhava como servente de pedreiro e era filho de Maria Regina Lessa, Secretária da Mulher Trabalhadora da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Vestuário da CUT, CNTRV.

A entidade divulgou uma nota repudiando o ódio e a violência promovido por bolsonaristas, exigiu punição rápida para o caso e manifestou solidariedade aos familiares. "O Brasil não é um país intolerante e não podemos permitir que uma candidatura irresponsável, como a de Bolsonaro, transforme nossa terra pacífica num campo de guerra", diz trecho do texto.

Segundo testemunhas, Charlione estava ao lado da mãe quando um homem saiu de um carro gritando o nome do candidato e atirando em direção aos participantes da caminhada em defesa da candidatura de Haddad.

Leia a íntegra:

É com profundo pesar e indignação que informamos o assassinato de Charlione Lessa Albuquerque, de 23 anos, filho de Maria Regina Lessa, Secretária da Mulher Trabalhadora da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Vestuário da CUT, CNTRV, ocorrido no início da noite deste sábado, 27, na cidade de Pacajus, interior do Ceará, durante uma carreta em apoio a Fernando Haddad.

O jovem, que trabalhava como servente de pedreiro, participava ao lado de sua mãe da carreata, que seguia em clima pacífico e descontraído. Segundo testemunhos, um seguidor do candidato Jair Bolsonaro (PSL) desembarcou de um carro e disparou vários tiros contra a manifestação. Após os disparos, o assassino bradou orgulhoso o nome de Bolsonoro.

A CNTRV exige das autoridades cearenses e nacionais a rápida prisão do assassino e demais participantes do crime e espera explicações do candidato do PSL à presidência do Brasil, Jair Bolsonaro, cujos seguidores agem de forma extremamente violenta, impulsionados por seu discurso de ódio e intolerância contra opositores.

Na oportunidade, expressamos, nesse triste momento de dor e perda, a total solidariedade do conjunto de dirigentes e militantes do ramo vestuário da CUT com a companheira Regina Lessa. Seguimos combatendo o fascismo, o ódio e a intolerância com as armas da democracia. O Brasil não é um país intolerante e não podemos permitir que uma candidatura irresponsável, como a de Bolsonaro, transforme nossa terra pacífica num campo de guerra.

São Paulo, 27 de outubro de 2018.
Francisca Trajano dos Santos – Presidenta





Vídeo-intervenção: Arnaldo Antunes


Vídeo-intervenção realizada em Londres, Inglaterra, sobre poesia de Arnaldo Antunes, mostrando o perigo das ideias reacionárias e anti-democráticas do candidato Jair Bolsonaro.








Série C – PACATUBA Irreconhecível, melhor para o VERDES MARES

A série C cearense prosseguiu nesta quarta feira 24 com três jogos . 

Confira:

Quarta-feira, 24/10/2018

15:30 | Crateús 1 x 0 Tianguá - Mouraozão 

15:30 | Pacatuba 0 x 2 Verdes Mares - PV 

19:00 | Crato 1 x 2 Campo Grande - Mirandão

FOTOS : RONALDO DÉBER



Jogo acompanhado mais de perto por nós , no PV o Pacatuba em partida em que a equipe da Serra da Aranha esta irreconhecível levou um vareio do Verdes Mares 2x0 e complicou sua classificação para a próxima fase do torneio. Aniversariante do dia, o Professor Felinto Holanda não poderia receber presente melhor de seus comandado. Guilherme no primeiro tempo e Keslley no segundo marcaram os gols que deram ao Verdes Mares importante vitória e de tabela ao Professor Felinto um interessante presente de aniversário.

NO CRATO MELHOR PRO CAMPO GRANDE

O retorno da torcida cratense ao Estádio Mirandão, depois de quatro anos interditado, não foi como imaginado. Em jogo válido pela Série C do Cearense, o Azulão da Princesa recebeu o Campo Grande. Chegou a ter mais posse de bola e até criou várias oportunidades, mas o time também errou muitos passes e finalizações e ainda não contava com uma noite iluminada do meia Esaú, do Campo Grande. O jovem atleta do Tigre acertou dois belos chutes de fora da área o que garantiu a vitória do clube juazeirense. O Crato teve um belo gol marcado por Alan Vítor, diminuindo o placar. O mesmo Alan Vítor ainda marcou pela segunda vez, mas a arbitragem anulou, alegando impedimento do jogador cratense. O placar ficou mesmo no 2 a 1 para o Campo Grande, fazendo com que o Tigre se mantivesse com 100% de aproveitamento na competição e líder do grupo do Cariri.

Campeonato: CEARENSE SERIE C - 2018 Rodada: 3

Jogo: Crato1 X2 Campo Grande
Data: 24/10/2018 Horário: 19:00 Estádio: Mirandão / Crato
Arbitragem
Árbitro: Everton José Cortez Oliveira - FCF
Assistente 1: John Lennon Batista da Silva Chaves - FCF
Assistente 2: Francisco José da Luz - FCF
Quarto Arbitro: Juceando Francisco de Sousa – FCF


CRATEÚS 1x0 TIANGUÁ
Jogando em campo neutro no Mourãozão em Nova Russas o Crateús venceu o Tianguá por 1x 0 e ficou em boa posição na tabela de classificação. O único gol da partida foi marcado aos 37 minutos da etapa inicial pelo atacante Marcos,

Campeonato: CEARENSE SERIE C - 2018 Rodada: 3
Jogo: Cratéus 1X0 Tiangua
Data: 24/10/2018
Horário: 15:30
Estádio: Mouraozão / Novas Russas
Arbitragem
Árbitro: Rossenir Farias Guedes - Assistente
Assistente 1: Jorge Fernando Teixeira Bandeira Filho - FCF
Assistente 2: Jose Santiago da Costa - FCF
Quarto Arbitro: Mauro Severiano Martins - FCF

FICHA TÈCNICA



PACATUBA 0X 2 VERDES MARES
Data: 24/10/2018
Horário: 15:30
Estádio: Presidente Vargas – Fortaleza CE

“FC Barcelona” x “Real Madrid”: uma rivalidade histórica, para além do campo

Por Carolina Antunes

A evolução social do Futebol durante os séculos XIX e XX concedeu ao esporte uma característica que está além da sua significância esportiva. Por mais que para alguns sociólogos e para parcela significativa da sociedade o Futebol não tenha relevância os fatos históricos mostram o contrário. Quando torcidas de clubes ajudam a derrubar ditadores e contribuem para o estouro de guerras iminentes, a redução simplista não pode mais ser usada diante do amplo significado social que o esporte carrega. Dentro da Espanha, uma rivalidade em especial dá todo significado à luta presente desde a formação daquele Estado: “Real Madrid” e “FC Barcelona” não são apenas clubes de futebol, eles são, e foram – principalmente durante a “Ditadura franquista” – as expressões dos sonhos e aspirações de duas nações que fazem parte de um mesmo Estado.

O Futebol espanhol pode ser dividido em três fases, durante o período que vai de 1898 (ano de fundação do “Athlétic Bilbao”) até 1975 (ano da morte do general Franco). No início do século, ele se tornou um grande articulador das identidades nacionais da Catalunha e do “País Basco”, tendo ambas as regiões suas seleções nacionais e conseguido converter seus principais clubes em símbolos de identidade, no caso, respectivamente, o “FC Barcelona” e o “Athlétic Bilbao”.


Durante os primeiros anos da “Ditadura Franquista” ocorrera um movimento de oposição a função social que o Futebol adquirira nas regiões autônomas espanholas. A Ditadura foi marcada pelo processo de nacionalização, mas um nacionalismo centralista, para o qual o “Regime Franquista” utilizou do clube “Real Madrid” como embaixador da nação espanhola. O final do Regime, entretanto, assistiu o retorno de “Athlétic Bilbao” e “FC Barcelona” como símbolos dos nacionalismos basco e catalão, voltando ainda os dois clubes citados a serem representantes de ambas as aspirações nacionalistas.

Apesar de o regionalismo espanhol datar de antes da formação de seu Estado, é nos séculos XIX e XX que há o aprofundamento dessa regionalização. Além das divergências culturais e ideológicas, a questão econômica contribuiu para o acirramento das diferenças regionais dentro da Espanha. Enquanto Catalunha e “País Basco” eram regiões industrializadas, sendo a Catalunha uma das principais produtoras de tecidos ao final do séc. XIX, a região central de Madrid era basicamente latifundiária. Visto que o governo central fora e ainda está localizado nesta cidade, muitas das decisões econômicas eram tomadas em favor dos interesses da região central, em detrimento das demais. Isso não só incentivava as rivalidades, como acentuava os interesses separatistas.

As rivalidades que já eram grandes cresceram quando em setembro de 1923 o general Miguel Primo de Rivera tenta um “Golpe de Estado” e consegue que o Rei Alfonso XIII lhe outorgue poder, dando início a uma Ditadura que perdurou por sete anos, a qual tentou instaurar na Espanha um modelo fascista, como o vista na Itália deMussolini. Durante seu governo, Primo de Rivera proibiu todas as formas de regionalismo, fazendo com que vários clubes passassem seus nomes para o castelhano.

Em 1930, com a declaração da “República Espanhola” a situação voltou ao normal, contudo, com o inicio da “Guerra Civil” três anos mais tarde e com a ascensão do general Franco ao poder, em 1936, quaisquer expressões de regionalismo novamente foram proibidas. Nesse contexto, o “FC Barcelona” foi perseguido e quase deixou de existir. O time catalão sofreu duros golpes logo no início, dado que a cidade de Barcelona foi uma das frentes que mais resistiu às “tropas franquistas”. Seu presidente foi assassinado, seus torcedores perseguidos e o governo central havia instalado um de seus homens de confiança para garantir a ordem azulgrana. Enquanto isso, o “Real Madrid” aplicava vitórias épicas em seus maiores adversários e recebia condecorações no “Palácio Real”.

Foi nesse contexto que nasceu uma das maiores rivalidades que o mundo do Futebol já viu. “FC Barcelona” e “Real Madrid” e o papel dessa rivalidade na história recente da Espanha é a prova de que o Futebol, quando unido a valores e ideologias, é muito mais do que um elemento de entretenimento das massas.

Jovens viralizam nas redes com fotos de placas em universidades criadas por Haddad

Quando ministro da Educação, ele criou 18 novas universidades federais, 173 campus universitários e 360 unidades dos institutos federais, expandindo número de alunos de 505 mil para 932 mil


Estudantes de todo o país estão compartilhando fotos nas redes sociais ao lado das placas de inauguração das quase 600 unidades de educação federal criadas pelo ex-ministro e atual candidato a presidente da República Fernando Haddad (PT) para expor um pouco do que foi feito na gestão dele. Haddad foi ministro entre 2005 e 2012. Nesse período foram criadas 18 novas universidades federais, 173 campus universitários e 360 unidades dos institutos federais, expandindo número total de alunos de 505 mil para 932 mil na rede federal em todo o país.

foto-0.jpg
foto-6.jpg
Universidades Federais do Acre, do Amazonas, Rural do Rio de Janeiro e Goiás, além dos Institutos Federais do Rio Grande do Norte e do Paraná estão entre os retratados. Junto os jovens postam mensagens de apoio ao candidato, como “Haddad Sim” e “-Armas +Educação”. Haddad implementou também o Programa Universidade para Todos (Prouni), que concede bolsas de estudo em universidades privadas para estudantes de baixa renda. O programa foi porta de entrada de aproximadamente 1,5 milhão de jovens ao ensino superior.

Na sua gestão também foi realizada a reformulação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Haddad determinou o fim da exigência de fiador por parte do estudante. O governo federal assumiu esse papel e o programa expandiu, chegando a 150 mil contratos firmados. O ex-ministro também foi responsável pela reformulação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que, com a criação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), passou a ser o vestibular único de acesso às universidades federais e algumas estaduais.

foto1.jpg
foto-3.jpg
Haddad coordenou uma mudança na concepção da aplicação da verba na educação, que passou a ser considerada investimento e não gasto. Em 2005, quando ele assumiu a pasta, o orçamento era de R$ 20 bilhões. Sete anos depois a verba foi aumentada para R$ 100 bilhões. Ele ainda revogou a Desvinculação das Receitas da União (DRU), criada no governo de Itamar Franco, que permitia a retirada de 20% dos recursos da educação para realocação no superávit primário.

foto-4.jpg
foto-2.jpg
O candidato do PT também articulou a aprovação da Lei nº 11.738/2008, que estabeleceu um piso salarial para todos os professores da educação básica no país. Infelizmente, alguns estados, como São Paulo, ainda descumprem a norma. Em 2009, quando a legislação foi promulgada, cerca de 37% dos professores do país recebiam salários menores que o piso – R$ 950. A evolução do piso foi de R$ 1.024,67, em 2010; R$ 1.187,14, em 2011; e R$ 1.451, em 2012.

Campeonato Cearense C - Calouros do Ar 1 x 1 Pacatuba. Confira os gols !!!




Campeonato Cearense C 
Calouros do Ar x Pacatuba

Equipe Show de Bola

Narrador: Marcos Varela
Comentarista: Ronaldo Déber
Repórter: Marcelo Leite

Crédito do Vídeo: FCFTV

Jornalista Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo

Famoso na crônica policial, ele passou mal em casa na noite de segunda.

O jornalista e radialista Gil Gomes morreu na madrugada desta terça-feira (16) em São Paulo, informou a assessoria do Hospital São Paulo. Famoso na crônica policial, ele tinha 78 anos.

Na noite de segunda, o jornalista passou mal em sua casa, no bairro Jardim da Saúde, Zona Sul da capital. Ele foi socorrido por equipe do Samu e levado para o pronto-socorro do Hospital São Paulo. A morte foi confirmada nesta madrugada. Ainda de acordo com a assessoria do centro médico, ele morreu em decorrência de um câncer.

Cândido Gil Gomes Jr. nasceu na Mooca, bairro de imigrantes italianos de São Paulo, em 1940. Dono de uma voz potente, começou a carreira jornalística aos 18 anos, em uma rádio, como locutor esportivo. Na época, não pensava em cobrir crimes. "Polícia sempre me cheirara a coisa de mundo cão", disse em entrevista à "Folha de S.Paulo" em 2008.

A entrada no "mundo cão" ocorreu em 1968, na Rádio Marconi. Lá, deixou a crônica esportiva para cobrir reportagens de temas variados. Se destacou ao cobrir, ao vivo, um caso de agressão sexual ocorrido no prédio onde trabalhava.

A partir daí, aprimorou a narrativa que o marcou na crônica policial brasileira.

Nos anos 90 integrou a equipe do popular “Aqui Agora”, do SBT. Manteve no vídeo a entonação de suspense que criou no rádio, acrescentando ao estilo um gesto circular que fazia com a mão e camisas com estampas coloridas. Depois do “Aqui Agora”, trabalhou em outras emissoras.

Gil Gomes ficou afastado da TV por mais de 10 anos devido a problemas de saúde relacionados ao Mal de Parkinson, doença diagnosticada em 2005. Em 2016, aos 76 anos, foi convidado a participar com comentários em um programa de TV patrocinado por uma rede de farmácias.

Ainda, segundo o Hospital São Paulo, os procedimentos para o velório de Gil Gomes serão feitos por seus familiares. O G1 não conseguiu localizar a família de Gil Gomes para comentar o assunto.

O perigo do ensino fundamental à distância proposto por Bolsonaro

Por Renato Janine Ribeiro

Conhece alguém que tem filhos pequenos? Ou que quer ter filhos? Então lhe explique que o deputado Bolsonaro quer que haja educação à distância a partir do ensino fundamental.

Isto é, dos 6 anos de idade.

Esta explicação é muito importante para possíveis simpatizantes do deputado Bolsonaro verem o que um governo dele vai trazer, para quem tem crianças em idade escolar.


Sabe o que é educação a distância?

Não há mais
– uniforme
– calçado
– merenda.

Não há mais escola, como lugar aonde as crianças e adolescentes vão.

Não haverá mais professora, professor, em contato direto com seu filho.

Na educação a distância, as crianças ficarão diante de uma TV, assistindo a aulas. Irão sim, talvez uma vez por semana, a um pólo presencial, como se fosse uma escola, mas que não é uma escola porque é só um dia por semana. E serão atendidas não por um professor da classe delas, mas por um monitor, que atenderá a muitas crianças.

(Educação a distância é boa para adultos, para gente mais velha, não para crianças e adolescentes).

Pergunta: as crianças vão ficar ligadas na aula pela TV? Vão ficar quietas? Claro que não. Vão precisar de alguém olhando, supervisionando.

A mãe vai poder sair, para trabalhar? Não. Alguém vai ter que ficar com a criança. Geralmente a mãe, às vezes o pai, talvez um irmão, ou então vai pagar uma empregada ou vizinha.

Quem tem dinheiro para isso? Para tratar uma empregada, uma vizinha ou para deixar de trabalhar?

Ah, e mais um detalhe: a equipe dele disse que seu Ministro da Educação será um importante empresário da educação a distância, Stavros Xanthopoylos. Portanto, ele vai querer mesmo educação a distância para crianças. Pode ser um bom negócio, mas não para elas. Ou para as mães e os pais.

Os links das declarações do deputado estão aqui:




Renato Janine Ribeiro é professor de filosofia, cientista político, colunista brasileiro, escritor renomado na área da educação, tendo sido ministro de Estado no ano de 2015.

Amistoso - Ferroviário 1 x 0 Pacatuba na Barra do Ceará


Na manhã deste sábado, 12, na Vila Olímpica Elzir Cabral, partida amistosa entre Ferroviário e Pacatuba. O primeiro, campeão brasileiro da Serie D, primeiro colocado na primeira fase da taça Fares Lopes e a caminho da Copa do Brasil 2019. 

Do outro lado o Pacatuba, pequeno clube da região metropolitana de Fortaleza se preparando para estrear na série C cearense 2018 o que acontecerá na tarde da próxima quarta feira, 17, no Estádio Presidente Vargas, diante do Calouros do Ar.


Iniciado o “amigável”, como se diz nas terras lusitanas, os donos da casa mais qualificado, mais organizado taticamente, com maior entrosamento, avançava célere em busca do gol, porém a equipe pacatubana se fechava muito bem e fazia de sua defesa um verdadeiro paredão, evitando as investidas corais e, vez por outra, buscava de maneira rápida e concisa contra ataques interessantes, levando perigo à meta de Glebson. No outro lado Marcelo, goleiro pertencente ao Ferrão, porém emprestado para as disputas da série C ao Pacatuba, mostrava suas qualidades, efetuando “portentosas” defesas. Graças a estes detalhes o placar de 0x0 persistiu até o final da primeira etapa, embora toda a equipe do Pacatuba tenha ido para os vestiário, reclamando um penal (toque de mão dentro da área) não assinalado pelo árbitro Rogério Magalhães.

De volta para a segunda etapa, as duas equipes retornaram com as mesmas equipes que iniciaram a partida, porém a luta pela posse da bola se tornou mais disputadas, incluindo aí, vez por outra, até de forma bastante ríspidas, o que provocou um rápido desentendimento entre os atletas Isaac do Ferroviário e Walker do Pacatuba, levando o árbitro a excluir os dois atletas da partida. 

Serenado os ânimos, a partida voltou ao ritmo normal e sem violência. A duas equipes começaram a testar seus atletas que se encontravam no banco de reserva e, apesar das muita mudança, o ritmo não caiu.

Aos 27 minutos, o primeiro e único gol da partida, em uma bela jogada o lateral direito Gustavo, após dois cortes espetaculares dentro da área do “Azulão da Serra da Aratanha,” foi ao solo e o arbitro não titubeou, assinalou pênalti. Edson Cariús foi para a cobrança e converteu. 

Com um gol à frente, o técnico Coral Marcelo Villar preferiu administrar a partida tocando a bola e esperando o adversário atrás da linha da bola, esperando um erro do adversário, com esta nova tática apesar do maior número de posse de bola do Tubarão, o Pacatuba cresceu e foi em busca do empate em duas oportunidades poderia ter marcado: a primeira quando, desta feita sem dúvida, Gustavo tocou a bola com o braço dentro da área de defesa coral e o arbitro não viu e na segunda, de forma duvidosa, o Pacatuba marcou, porém o auxiliar marcou impedimento, considerado pela comissão técnica dos visitantes com muito duvidoso. E assim, neste diapasão, as duas equipes não conseguiram mais chegar ao gol e o placar final de 1x0 para o Ferroviário soou um pouco injusto para o Pacatuba, muito provavelmente um empate seria o resultado mais justo.

Após a partida, aproveitando o dia consagrado a elas, as crianças presentes a Vila Olímpica se esbaldaram. Com brincadeiras, presentes, pula-pula e cama elástica. A brincadeira foi garantida.

FICHA TÉCNICA

FERROVIARIO 1X0 PACATUBA

Amistoso

Local: Vila Olímpica Elzir Cabral
Data: 12/10/2018
Arbitro: Rogério Magalhães
GOL: Edson Cariús 27/2T
Cartões amarelos:
FER- Jhony
PAC- Marcelo Bispo, Simplício.
Vermelhos: Isaac (FER) e Walker (PAC).

FERROVIÁRIO: Glebson (Edson), Gustavo (Alonso), Da Silva (Túlio), Afonso (Erandir), e Ítalo (Marcelo Bispo): Simplício (Piauí), Toni Galego (Mazinho) e Isaac (Kel Baiano): Edson Cariús (Lira) e Valdeci (Guedes).
Técnico: Marcelo Vilar

PACATUBA: Marcelo, Walker (Neto), Rilbert, Jhony, e Aquila: Gleiton (Bruno Ceasa), Mateus Sorriso, e Ricardo (Kaká), Mateus Pacatuba, Gaúcho (Leozinho) e Conrado (Daniel).
Técnico: Bira Lopes 




Página Musical - Diomedes Chinaski cantando: Disscanse Em Paz


Diomedes Chinaski - Disscanse Em Paz 

Ao povo brasileiro
A polícia nos acusa de terroristas e assaltantes
Mas não somos outra coisa que não revolucionários
Que lutam à mão-armada contra a atual ditadura militar brasileira
E o imperialismo norte-americano
Nossos objetivos são os seguintes

Chinaski salva o Brasil!
Vai, Don Chinaski! Vai, salva o Brasil!
Concentra e calma, mira e dispara
Tiro na cara, mata esse imbecil
Cada verso perverso é como uma rajada
Que nem Marighella portando fuzil
Massa cefálica suja a calçada
Acho que seu mito canalha caiu

Chinaski salva o Brasil!
Vai, Don Chinaski! Vai, salva o Brasil!
Concentra e calma, mira e dispara
Tiro na cara, mata esse imbecil
Cada verso perverso é como uma rajada
Que nem Marighella portando fuzil
Massa cefálica suja a calçada
Acho que seu mito canalha caiu

Não precisamos de mais retrógrados
Chega de armas, queremos livros
Nós não queremos riquezas em sarcófagos
Sem liberdade não estamos vivos
Vi a pobreza de perto, é um inferno
Senti a dor que nos leva pro crime
Não é um playboy militar que vai opinar
Ou julgar sobre o que nos define
Não tem cabimento, não seja um jumento

Até um cachorro entende essa equação
As mazelas da alma, os trauma e a dor
Se cura com amor, saúde e educação
Você não é sociólogo nem antropólogo
Psicólogo e nem pedagogo
Senhor candidato é menino mimado
Soldado frustrado, grande demagogo
Eu não sou petista, eu sou bolchevique
Fascistas amarro e depois toco fogo
Eu sou pró-vida, mas sou contra a vida
Dos filha da puta que mata meu povo
Isso é pela alma de todos moleque
Que tão nessa porra sem ver uma saída
E cada voto que eu tirar do verme
Vai ser como se eu salvasse alguma vida

Livres pensadores assustam
Conservadores só conservam dores
Vocês têm medo das mudanças
Malditos escravos de antigos valores
Então não me falem de Jesus
Assim como Ele, eu entrego meu corpo
Se Cristo ainda tivesse vivo
Ele me ajudava a matar esse porco

Chinaski salva o Brasil!
Vai, Don Chinaski! Vai, salva o Brasil!
Concentra e calma, mira e dispara
Tiro na cara, mata esse imbecil
Cada verso perverso é como uma rajada
Que nem Marighella portando fuzil
Massa cefálica suja a calçada
Acho que seu mito canalha caiu

Chinaski salva o Brasil!
Vai, Don Chinaski! Vai, salva o Brasil!
Concentra e calma, mira e dispara
Tiro na cara, mata esse imbecil
Cada verso perverso é como uma rajada
Que nem Marighella portando fuzil
Massa cefálica suja a calçada
Acho que seu mito canalha caiu

É triste explicar o óbvio
Pra que vocês compreendam o processo
Vosso candidato é mentira e ódio
Tipo a porra do racismo reverso
É triste explicar o óbvio
Deixa que eu faço a tal tradução
Vão colocar Maria na miséria
Seu João na cadeia e José no caixão
Chinaski é porrada, facada, só que enferrujada
No bucho da maldita mídia
Já matei uns rappers com tanta pancada
Agora vou pra História como antagonista
Desses malditos medievais pensamentos
Que deixam sem voz vários dos movimentos
E abrem caminho pra uma estrada fascista
De coronéis burros e violentos
Eu vou te jogar no oceano
Pra ver se tu entende o refugiado africano
Jair, cê sabe nadar?
Palavras são águas e eu tô te afogando!
Verdades são águas e eu tenho um oceano
Seu candidato não tem uma poça
Seu candidato não lava uma louça
Parece um senhor de engenho que estuprava as moça

Livres pensadores assustam
Conservadores só conservam dores
Vocês têm medo da mudança
Malditos escravos de antigos valores
Então não me falem de Jesus
Assim como Ele, eu entrego meu corpo
Se Cristo ainda tivesse vivo
Ele me ajudava a matar esse porco

Chinaski salva o Brasil!
Vai, Don Chinaski! Vai, salva o Brasil!
Concentra e calma, mira e dispara
Tiro na cara, mata esse imbecil
Cada verso perverso é como uma rajada
Que nem Marighella portando fuzil
Massa cefálica suja a calçada
Acho que seu mito canalha caiu

Chinaski salva o Brasil!
Vai, Don Chinaski! Vai, salva o Brasil!
Concentra e calma, mira e dispara
Tiro na cara, mata esse imbecil
Cada verso perverso é como uma rajada
Que nem Marighella portando fuzil
Massa cefálica suja a calçada
Acho que seu mito canalha caiu


LUTO - ARGEU DOS SANTOS NÃO ESTÁ MAIS ENTRE NÓS

O futebol cearense acaba de perder um de seus nome mais relevante , trata-se de Argeu dos Santos carioca que se tornou cearense por opção e aqui no nosso estado tanto com atleta de futebol ou técnico sempre foi um vitorioso. A relevância de Argeu dos Santos para o futebol cearense é demonstrada por títulos que ajudou a conquistar. Como treinador, o “rei do acesso” já ajudou muitos clubes menores do Nordeste e, nos anos 1980 e início dos 1990, foi nome importante do Ceará e Fortaleza nos campos.

Afastado do futebol clubes após uma série de problemas de saúde, principalmente o câncer de próstata diagnosticado em 2015. Morando em Horizonte (Região Metropolitana de Fortaleza), o “Professor” lutou com todas suas força e com a ajuda de amigos que deram suporte a tratamento de hérnia de disco e complicada ferida na perna. Logo em seguida, veio o diagnóstico do câncer. Após procedimento cirúrgico e radioterapia, Argeu pôde ir para casa. Uma queda, em casa, complicou o quadro quando ficou impossibilitado de andar.

Infelizmente, hoje, Argeu não está mais entre nós faleceu, deixando em todos nós somente a saudade de sua garra aliada à apurada técnica em campo como atleta com as camisa dos principais clube de nossos estado ou como técnico. A privilegiada inteligência aliada excepcional a experiência adquirida entre às quatro linhas dos grandes clubes nacionais onde atuou. Vai em paz “Professor” todos que o conheciam mais intimamente sabem da integridade do homem da personalidade marcante e cativante do amigo Argeu dos Santos

ARGEU DOS SANTOS – pequeno histórico

Ainda no início deste ano, Argeu foi contratado pelo Maranguape. Afinal, ele tem a fama de "rei do acesso", por ter subido várias equipes para a 1ª e 2ª divisões no Ceará. Os últimos clubes dirigidos por ele haviam sido Nova Russa, em 2017, Iguatu e Quixadá, em 2016.

Lembranças

Camisa cinco do Ferroviário no fim dos anos 1990, Solimar Rossini foi escolhido a dedo por Argeu e treinado por ele, a partir de 1998. O coleguismo virou sólida amizade há exatos 20 anos. “Lembro que ele treinava o Maranguape, em 2004, quando fui assistir a um jogo no PV. Já fazia quase quatro anos que eu tinha me aposentado dos campos e ele me convidou a voltar. ‘A camisa cinco tá guardada aqui, se você quiser voltar”, conta Solimar, sobre a generosidade do ex-técnico.

Em 2013, Argeu levou o Guarany de Sobral para uma decisão do Campeonato Cearense - 1ª Divisão

Em 2013, decidiu o Cearense contra o Ceará, quando comandava o Guarany de Sobral. Em 2008, à frente do Horizonte, foi escolhido do treinador do ano pelos cronistas esportivos. Treinou ainda Boa Viagem, Uniclinic, Itapipoca, Crateús, Maracanã, Tiradentes e São Benedito. Na Paraíba, Atlético, Sousa e Botafogo. No Piauí, 4 de Julho, River e Barras.

Carioca, Argeu chegou ao Ceará em 1981, após passagens por Campinense, Vasco, América (RN) e Goiás. Jogou seis anos pelo Vovô e dois anos e meio no Fortaleza, dentre outros times. Pelo Ceará, Argeu foi campeão em 1981,1984 e 1986 e vice em 1985 e 1987. Em 84, ele marcou dois gols da vitória valendo a primeira partida da final do 2º turno daquele ano contra o Guarany de Sobral. Em 1991 e 1992 ganhou com a camisa do tricolor.

NOME

Argeu dos Santos nasceu em Duque de Caxias no estado do Rio de Janeiro em 18 de Abril de 1955. Iniciou sua carreira como jogador de futebol do Clube de Regatas Vasco da Gama em 1972 , em 1975 esteve no Campinense PB, em 1976 retornou ao Vasco . Nos anos de 1977 e 1978 atua pelo América RN , em seguida retorna ao seu clube de origem o Vasco e em 1979 vai para o Goiás GO, onde fica até 1981 quando vem para Fortaleza contratado pelo Ceará Sporting Club. No alvinegro cearense Argeu atua até o ano de 1988, no ano seguinte1989, tem rápida passagem pelo Fluminense de Feira de Santana BA, em 1990 retorna ao América RN e em 1991 e 1992 vem para o Fortaleza Esporte Clube . Depois de rápida passagem pelo Ferroviário CE em 1993 , vai para o Moto Clube MA, volta ao nosso estado , vem para o Tiradentes CE , em 1994 vai para o Piauí atuar pelo 4 de Julho do PI e em 1995 encerra a vitoriosa carreira de atleta no Quixadá CE.
Em 1996 Argeu inicia sua carreira com técnico de Futebol no Quixadá CE.
CONFIRA O HISTÓRICO DE ARGEU COMO TREINADOR


TEMPORADA/EQUIPE 

2018 Brasil Maranguape 
2017 Brasil Nova Russas 
2016 Brasil Iguatu 
Brasil Quixadá 
2015 Brasil Crateús 
2014 Brasil Itapipoca 
2013 Brasil Guarany de Sobral 
Brasil Tiradentes-CE 
2012 Brasil Maracanã 
2011 Brasil Crateús 
Brasil Sousa 
2010 Brasil Crateús 
Brasil River-Pi 
Brasil Botafogo-PB 
2009 Brasil Barras 
2007 Brasil Horizonte 
Brasil Quixadá 
Brasil 4 de Julho 
2006 Brasil 4 de Julho 
Brasil Maranguape 
2005 Brasil Atlético-PB 
2004 Brasil Crateús 
2003 Brasil Central 
Brasil Maranguape 
2002 Brasil Ferroviário 
Brasil River-Pi 
2001 Brasil Baré 
2000 Brasil Boa Viagem 
1999 Brasil Quixadá 
Brasil Uniclinic 
1998 Brasil Ferroviário 
1997 Brasil Fortaleza 
Brasil Quixadá 
1996 Brasil Quixadá 


Fontes: Jornal O Povo /O GOL

←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana

Campeonato Brasileiro C
Sábado, 24, 17h00

Campeonato Brasileiro A
Domingo, 25, 19h00

Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo