PROFESSORES OCUPAM CÂMARA MUNICIPAL DE MARACANAÚ

Em greve há mais de 30 dias, os professores da educação básica de Maracanaú, no Ceará, ocuparam a Câmara de Municipal no dia 31 de outubro.


Em regime de acampamento, seguem rotina organizada. Com o apoio do Sindicato Unificado dos Profissionais em Educação de Maracanaú (Suprema), que fornece refeições e lanches diariamente, além de colchonetes e ventiladores, os professores seguem acampados. Não há chuveiros, mas os ocupantes se revezam na hora da higiene corporal. Os que moram no município vão em casa e os de Fortaleza usam a sede do sindicato para tomar banho.

Não é o cenário conhecido como sala de aula, mas a cidadania e a democracia estão sendo ensinadas diariamente à população maracanauense. Mesmo coagidos com a ameaça do prefeito Firmo Camurça de não pagar os salários de outubro, os professores permanecem resistentes e recobram as forças diante desta medida. Estudantes, pais e mães, entidades sindicais, partidos políticos e movimentos sociais já passaram pela ocupação, se misturando aos grevistas, fazendo coro e cantando animados: "E da-le greve! E da-le greve! PCCR já!".

Foto: Marcos Adegas

.

Pages