Tecnologia do Blogger.

Featured Post

APEOC - PRECATÓRIOS DO FUNDEF: 2015 | 2016

Por  Anizio Melo Não ouvimos os pessimistas,ousamos buscar a utopia! Quando a gente começou essa luta, muitos duvidavam,desconh...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco


Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

APEOC - Vice-Presidente Reginaldo Pinheiro " Nossa capacidade de pressão e negociação nos diferenciou nos últimos anos de outros Estados"

Compartilho com meus amigos minha convicção sobre a Greve dos Professores do Estado.

Sábado último (30/07) tivemos nossa nona Assembleia Geral somente este ano, após 100 dias de greve. Como é de conhecimento de todos, a categoria decidiu rejeitar a proposta e dar continuidade à greve. Voltamos à estaca zero em relação ao reajuste e à nova carreira.

As negociações avançaram e, pela primeira vez, após a pressão do Sindicato, tivemos uma proposta que beneficiava a todos os efetivos em atividade e aposentados a partir do aumento em 5% na regência de classe. Os professores temporários teriam 5% de aumento na remuneração. A proposta valorizava a carreira. A repercussão financeira seria de 80 milhões ao ano.

É fato que não é a proposta dos nossos sonhos, mas distante da primeira proposta do Governo, que aumentava em apenas R$ 100,00 na PVR e custava 18 milhões/ano, além de excluir os aposentados.

Da proposta rejeitada há pouco, o mais importante era a regulamentação da nova carreira que nos permitiria não só o “desembarreiramento”, mas o acesso a uma carreira melhor com perspectiva de ganho remuneratório ao seu final de aproximadamente R$ 8.000,00 (na anterior era de R$ 5.000,00).

Sem falar da promoção especial, com ganho de 5% no vencimento base para os que estão na referência “I” há mais de 5 anos, beneficiando aproximadamente 5 mil professores, além da promoção de setembro para 60% dos professores. Os que tiverem promoções somando com a regência o ganho aproximado seria de 10%.

O momento é decisivo, pois outras categorias também estão em negociação, retirando sua fatia do orçamento e aumentando o comprometimento dos recursos com pessoal. Com isso, corremos o sério risco de o Estado atingir o limite prudencial da LRF e ficar impedido de regulamentar a carreira (art. 22, III da Lei Complementar nº 101). A nova carreira com a descompressão está em jogo!

Outro ponto a ser considerado é a opinião pública. A repercussão nas redes sociais da decisão da assembleia de ontem pela continuidade da greve evidenciou o que já se temia: a forte crítica da maioria dos estudantes e de seus pais.

Não podemos ignorar a conjuntura financeira do Brasil e dos Estados com queda de receitas, especialmente no FPE e FUNDEB. Não podemos repetir o exemplo do RJ que, após 5 meses de greve, teve no final da paralisação apenas o não desconto de salários e a reabertura do canal de negociação. Situação que vem se repetindo em outros Estados. Insistir no ganho nos 12,67% no VB com retroatividade, embora desejável, é um erro no atual momento. A radicalização inconsequente nos levará à derrota com risco de queimarmos nosso maior e último instrumento de pressão, que é a greve.

Com a continuidade da greve, temos notado um esvaziamento dos espaços de debate e discussão da categoria. Nas próprias assembleias, é cada vez menor o número de participantes. E essa minoria acaba decidindo o destino de todo o conjunto de professores. Sem representatividade, os encaminhamentos nem sempre correspondem ao que a maioria dos professores deseja.

É por isso que precisamos da participação do maior número de profissionais do magistério nas assembleias da Categoria, para que, com objetividade, debate, serenidade e firmeza possamos decidir o que é o melhor. Entendo e votei na última assembleia pelo fim da greve com aprovação da proposta por entender que no contexto atual, a continuidade da greve não é mais o instrumento de pressão mais estratégico.

Há inúmeros outros instrumentos dos quais a categoria poderá lançar mão para avançarmos na pauta da valorização da educação pública e de seus trabalhadores. Foi assim em 2015 que, mesmo sem greve, mas com Assembleias Regionais, Assembleia Geral, ato no Palácio da Abolição somado com negociação qualificada o Sindicato conquistou o benefício alimentação para os professores temporários, ganho de 13,01% no VB para todos os efetivos, temporários, aposentados, retroativo a janeiro em uma inflação de 6,45%. Foi no ano passado que conquistamos na Lei a nova carreira e a descompressão - que precisa ser regulamentada - a convocação de concursados, ampliação de carga horária, progressão horizontal, dentre outras conquistas.

Nossa capacidade de pressão e negociação nos diferenciou nos últimos anos de outros Estados a partir de ganho real na remuneração. Isso é irrefutável. Para continuar avançando não podemos errar sob pena de enfraquecer a categoria para novos e necessários embates pela valorização dos profissionais da educação.

Em Assembleia Geral, professores estaduais votam pela continuidade da greve

Os professores da rede estadual de ensino votaram pela continuidade da greve, prestes a completar 100 dias. A decisão foi tomada pela maioria dos participantes da Assembleia Geral realizada neste sábado (30) no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza.

O Sindicato APEOC convocou os profissionais para avaliar a última proposta negociada entre a entidade e o Governo do Estado, enviada na noite desta sexta-feira (29) ao presidente do Sindicato, Anizio Melo.

Anizio Melo afirmou que é preciso aprofundar a discussão em torno dessa proposta com a categoria, em todas as regiões do Estado. Pra isso, será convocada uma nova Assembleia Geral na próxima semana. Ele também assegurou que é necessário eliminar qualquer tipo de intervenção político eleitoral desse processo que venha a prejudicar a luta dos profissionais da Educação e impedir uma negociação baseada, exclusivamente, nos interesses da categoria.

Assembleia Geral marcada para este sábado (30) no Ginásio Paulo Sarasate

A direção do Sindicato APEOC convoca todos os profissionais da Rede Estadual de Ensino para a Assembleia Geral da categoria neste sábado (30), às 9h, no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza. Com a proximidade do fim das férias de julho, o Sindicato APEOC entende a necessidade da categoria discutir os rumos do movimento grevista, prestes a completar 100 dias.

O acesso ao Ginásio Paulo Sarasate só será liberado aos profissionais da Educação da Rede Estadual de Ensino. O ingresso será permitido com a apresentação de algum documento de identificação, contracheque ou carteira de sócio do Sindicato APEOC.

Lula recorre à ONU contra abuso de poder de Moro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com uma petição na ONU (Organização das Nações Unidas) em que alega violação dos direitos humanos na condução da Operação Lava Jato, que tem ele como um dos alvos. De acordo com informações do jornal The Telegraph, Lula recorreu ao advogado especializado em direitos humanos Geoffrey Robertson, que ficou conhecido por defender Julian Assange, fundador do Wikileaks, o ex-boxeador Mike Tyson e o autor indiano Salman Rushdie. O jornal afirma que Lula pode ser preso e ofuscar os Jogos Olímpicos Rio-2016.

O advogado alega abuso de poder pelo juiz federal Sergio Moro, que é responsável pelas investigações na Operação Lava Jato. Robertson destaca que os telefones do ex-presidente, os de sua família e de advogados foram grampeados. "As transcrições, bem como o áudio das conversas, estão sendo liberados para uma imprensa hostil. O juiz está invadindo sua privacidade e pode prendê-lo a qualquer momento e, em seguida, pode ser julgado sem um júri", disse ele.

Segundo o advogado, na Inglaterra, "nenhum magistrado poderia agir dessa maneira. O juiz ainda tem o poder de deter os suspeitos infindamente na prisão até que confessem. Há uma barganha. Este sistema viola os direitos humanos fundamentais e já foi condenado por órgãos da ONU".

De acordo com Robertson, o caso vai expor o problema da prisão preventiva e das condenações "injustas" no Brasil, que são feitas baseadas em confissões de suspeitos que só querem sair da prisão. Para ele, as investigações são essencialmente importantes para o combate à corrupção, apenas se ocorrer de forma justa. O Telegraph ressalta que Lula, que presidiu o Brasil entre 2003 e 2010, foi alvo de condução coercitiva em março de 2016, na fase Aletheia da Lava Jato.

Cabe lembrar que, na semana passada, o Ministério Público Federal do Distrito Federal apresentou à Justiça de Brasília denúncia contra Lula, o ex-senador Delcídio do Amaral, o pecuarista José Carlos Costa Bumlai, André Esteves (ex-controlador do banco BTG Pactual) e mais 3 pessoas. Eles são acusados de agirem irregularmente para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Os demais acusados são: Diogo Ferreira Rodriguez (ex-chefe de gabinete de Delcídio), Edson Siqueira Ribeiro Filho (ex-advogado de Nestor Cerveró) e Maurício Barros Bumlai (filho de José Carlos Bumlai). O caso já havia sido denunciado pelo Procurador Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, em dezembro do ano passado, mas, em decorrência da perda de foro privilegiado de Delcídio do Amaral, e também pelo fato de o crime ter ocorrido em Brasília, a denúncia foi enviada à Justiça Federal do DF.
 

QUEM LEVOU A MELHOR - INDEPENDENTE X ARAPAU ?


Na noite desta quarta-feira dia 27, no Estádio Alberto sobrinho “O BETÃO” em partida válida pela Copa Quarentão de Pacatuba tivemos o confronto entre as equipes do Independente e Arapau.

A equipe do Independente que tem em sua presidência o Sr. Jaime Jesuino e que teve no comando técnico (em estágio de experiência) o grande Marcus Bandeira, abriu aplacar logo no primeiro tempo.

Já a equipe do Arapau, comandada tecnicamente pelo Louro do Zuca, após levar o gol não se houve bem no primeiro tempo. Mas no segundo tempo pressionou com um bom toque de bola e nos minutos finais conseguiu o empate.

Placar justo foi um tempo para cada equipe o Independente levando a melhor no primeiro e o Arapau no segundo. Final de partida Independente 1 x 1 Arapau.

DECISÃO DO TJ CASSA LIMINAR QUE PROIBIA TCE DE APURAR IRREGULARIDADES EM CONSTRUÇÃO DE KITS SANITÁRIOS

Por decisão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), foi cassada na última segunda-feira, 25, liminar da 5ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Fortaleza, que impedia o TCE de recuperar mais de R$ 8 milhões desviados de convênios que se destinavam à construção de banheiros para população de baixa renda.

A notícia foi divulgada na sessão plenária desta terça-feira, 26, pelo Presidente do TCE Ceará, conselheiro Edilberto Pontes, que destacou a decisão sábia, corajosa e de extrema importância, tomada pela Presidente do TJCE, Maria Iracema Martins do Vale. A desembargadora deferiu integralmente o pedido de suspensão que impedia a Corte de Contas do Ceará de apurar as irregularidades e de recuperar o dano causado ao erário.

A Presidente do Tribunal de Justiça entendeu que caso o TCE seja “impedido de proceder a regular tramitação de feitos administrativos, que visam apenas e tão somente averiguar a regularidade da aplicação de recursos públicos, e quando constatadas quaisquer ilegalidades, recompor os danos gerados ao erário, estarão seriamente comprometidas as competências do Tribunal de Contas do Estado do Ceará, constitucionalmente asseguradas”.

O presidente Edilberto Pontes aproveitou a oportunidade para cumprimentar o Procurador-Geral da Procuradoria Jurídica, Paulo Sávio N. Peixoto Maia, e o Consultor Jurídico Geraldo Pinheiro Neto, pela atuação no caso. A revogação da medida liminar ocorreu após a Procuradoria Jurídica do TCE Ceará ter ingressado com um Pedido de Suspensão de Liminar (Lei 8.437/92), junto ao Tribunal de Justiça, demonstrando lesão à ordem jurídica, administrativa e econômica.

Saiba mais

O caso deriva de uma inspeção deflagrada pelo Tribunal de Contas para fiscalizar convênios firmados, em 2009, entre a Prefeitura de Ipu e a Secretaria das Cidades, do Governo do Estado do Ceará, que visavam a construção de 2.108 kits sanitários para população de baixa renda, a um custo de R$ 3.162.000,00 (valores da época).

Após comprovação de dano ao erário, devido à não execução dos banheiros, o Plenário do Tribunal de Contas deliberou, por unanimidade, pela conversão da Inspeção em Tomada de Contas Especial (Resolução nº 1311/2012, Processo 00854/2012-9, de 19/6/12).

Entre os citados para apresentar defesa (ou pagar o débito) estava a advogada que tinha atuado na análise jurídica de aditivos de prazo de validade dos convênios requeridos “de ofício” por servidor da Secretaria das Cidades. À época, a OAB ingressou com ação ordinária no primeiro grau de jurisdição em favor da advogada, que figurou como responsável no Processo 00854/2012-9, e fez o mesmo em relação a outras três advogadas que, por terem exercido função de assessor jurídico na Secretaria das Cidades, encontravam-se em situação semelhante.

A Ordem pediu ao Poder Judiciário que determinasse a suspensão imediata de todos os processos do Tribunal de Contas que tivessem qualquer uma das quatro advogadas. O Pedido foi aceito pela 5ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Fortaleza, que concedeu liminar em 8/9/2014. Na ocasião, o TCE foi alertado que o descumprimento da decisão resultaria em multa de R$ 5 mil por dia.

Como consequência, 24 processos do Tribunal de Contas do Estado tiveram sua tramitação trancada. O dano potencial aos cofres do Estado do Ceará é projetado em R$ 8.382.787,82, quantia que corresponde à soma dos valores atualizados dos 24 processos.

Segundo o Procurador-Geral da Procuradoria Jurídica do TCE Ceará, Paulo Sávio N. Peixoto Maia, a suspensão da decisão liminar possui grande significado institucional. “É até compreensível que se questione a inclusão de uma pessoa ou outra no rol de responsáveis em uma tomada de contas especial. O que é inaceitável é que essa discordância gere uma decisão judicial que, na prática, determina ao Tribunal de Contas que sejam trancafiados processos que visam recuperar verbas públicas desviadas de sua finalidade. O Tribunal de Justiça, por meio de sua Presidente, mostra mais uma vez que é atento à missão constitucional deste TCE, de zelar pela coisa pública.”

ELEITORADO CRESCE NO CEARÁ MESMO COM O CANCELAMENTO DE 222.657 TÍTULOS

Nas eleições municipais deste ano, 6.324.777 eleitores estarão aptos a eleger prefeitos e vereadores no Estado do Ceará. Em relação às eleições de 2014, houve um crescimento de apenas 0,99% do eleitorado. A explicação para esses números está no cancelamento de 222.657 títulos, por conta da revisão eleitoral com recadastramento biométrico de eleitores realizada em mais 54 municípios cearenses.

Nas próximas eleições, a votação por identificação biométrica abrangerá todos os eleitores de 62 municípios – 8 cidades já haviam realizado revisão eleitoral em 2014. E em mais 34 municípios, inclusive Fortaleza e Caucaia (os dois maiores eleitorados), a votação será com identificação híbrida (com e sem biometria).

No Ceará, 2.199.743 eleitores poderão votar neste ano através da identificação biométrica, o que representa 34,78% do eleitorado no estado. Em Maracanaú, o maior município que realizou revisão eleitoral em 2015, houve redução de 14.595 eleitores. Nas eleições de 2014, 152.607 estavam aptos a votar. Neste ano, serão 138.032 eleitores.

Alguns números

Eleitorado em 2016: 6.324.777
Eleitorado em 2014: 6.271.554
Eleitorado que vota com biometria: 2.199.743
Municípios com Biometria (100%): 62
Municípios com e sem Biometria: 34
Municípios sem Biometria: 88

Mais informações sobre o eleitorado no Ceará acesse o link http://www.tre-ce.jus.br/eleitor/estatisticas-de-eleitorado, no site do TRE-CE

Tumulto em Angra dos Reis interrompeu passagem da tocha olímpica

O revezamento da tocha olímpica em Angra dos Reis, no sul fluminense, na noite de ontem (27) foi interrompido por protestos de moradores no bairro de Japuíba e no centro da cidade. A passagem da tocha foi, inicialmente, interrompida em Japuíba e, depois, retomada no centro da cidade, onde uma nova manifestação encerrou de vez o roteiro de ontem.

Uma festa no centro da cidade também foi cancelada. Um vídeo publicado no perfil social do grupo Mídia Ninja mostra as pessoas envolvidas no revezamento sendo escoltadas pela Força Nacional de Segurança para um ônibus, enquanto são vaiadas por manifestantes. Policiais militares usaram bombas de efeito moral para conter o protesto.

A tocha chegou ontem ao estado do Rio de Janeiro e, antes de chegar a Angra, passou por Paraty. Hoje, a tocha deve passar por Ilha Grande (ainda em Angra dos Reis), Rio Claro, Resende, Barra Mansa e Volta Redonda.

O símbolo olímpico passará por mais 34 municípios fluminenses, além desses, antes de chegar, no dia 4 de agosto, à cidade do Rio de Janeiro. Os Jogos Olímpicos começam oficialmente no dia seguinte.

MEC deixa de conceder bolsas de intercâmbio a estudantes de graduação no Ciência sem Fronteiras

Na segunda-feira, o Ministério da Educação anunciou que vai deixar de conceder bolsas de intercâmbio a estudantes brasileiros de graduação pelo programa e que ele será retomado com foco no ensino de línguas, "incluindo jovens pobres já no ensino médio matriculados em escolas da rede pública e estudantes de pós-graduação".

Kassab evita comentar mudanças no Ciência sem Fronteiras

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, evitou nesta terça-feira comentar mudanças no Ciência sem Fronteiras (CsF), mas reconheceu que, diante da conjuntura econômica do País, "está se buscando mais eficiência para o programa".

"A gestão do Ciência sem Fronteiras é da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e afeta Ministério da Educação, portanto, seria inadequada uma manifestação minha formal", disse após reunião com o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), e o ministro da Educação, Mendonça Filho, que não participou da entrevista.

"Posso dizer que acompanho o tema e é público que o programa passa por uma avaliação no sentido de aperfeiçoar a eficiência e acredito que nossa assessoria de imprensa poderá encaminhar (as perguntas dos jornalistas na entrevista) para que o MEC possa dizer o que tem sido debatido internamente", comentou Kassab. "Mas é público que, diante da conjuntura econômica do País, está se buscando mais eficiência para o programa."

Em nota, a Capes informou que as concessões de bolsas foram finalizadas em 2014, conforme previsão inicial, e que atual gestão já encontrou a primeira fase do programa finalizada, sem recursos novos ou orçamento para sua continuação.

"Por decisão do ministro, o programa será retomado com novo enfoque. A Capes planeja a retomada do Ciência sem Fronteiras com foco no ensino de idiomas, no País e no exterior, estruturado de forma a incluir jovens pobres do ensino médio matriculados em escolas públicas", diz o texto. "Haverá ênfase em bolsas de pós-graduação para mobilidade de estudantes, professores e pesquisadores, com participação mais ativa das instituições de ensino superior nos processos de internacionalização."

A pasta declarou que a mudança de foco "proposta é exclusiva para intercâmbio de graduação". "As bolsas de pós-graduação (doutorado e pós-doutorado, atração de jovens cientistas) permanecem e, dentro do limite financeiro disponível, poderão até ser ampliadas."

O MEC informou ainda que incrementou em 20,9% o orçamento do Ciência sem Fronteiras, a partir de crédito suplementar, passando de R$ 1,4 bilhão para R$ 1,8 bilhão, "o que garante a continuidade do pagamento dessas bolsas". "O governo reitera a importância da iniciativa e vê como necessária a reformulação do programa, para contribuir com o processo de internacionalização do ensino superior e da ciência, tecnologia e inovação no Brasil."
 

Moeda especial de 5 euros presta homenagem a Senna na Europa

As homenagens pelos 20 anos da morte de Ayrton Senna continuam na Europa. Uma moeda especial de 5 euros com uma imagem do piloto brasileiro foi lançada esta semana pela Agência Autônoma de Filatelia e Numismática do governo de San Marino. Apenas 8 mil unidades da série limitada serão produzidas. Cada moeda custa 49,90 euros, o equivalente a R$ 150. Os interessados podem enviar um e-mail para a agência: info.ufn@pa.sm.

A moeda pesa 18 gramas, tem 32 milímetros de diâmetro e exibe um retrato de Senna junto à Williams FW16, de um lado, e o brasão de armas de San Marino do outro. A peça mostra ainda a inscrição AYRTON SENNA 1994/2014, em referência ao trágico acidente do GP de San Marino de 1994, que tirou a vida do tricampeão mundial. A arte foi criada pelos designers Marcio Petta e Antonella Napolione.  

APEOC - Nota de Pesar

O Sindicato APEOC lamenta, profundamente, a morte do professor Paulo James Queiroz Martins, representante do Sindicato no município de Maranguape. O sepultamento está marcado para às 17h desta quarta-feira (27), no cemitério Parque da Paz, em Fortaleza. A direção do Sindicato APEOC presta solidariedade à família do docente neste momento de dor e destaca sua importante contribuição como dirigente sindical no município Maranguape.

O ator Wagner Moura diz não reconhecer governo Temer

Wagner Moura diz não reconhecer governo Temer como legítimo e afirma ter "muito orgulho da resistência dos artistas brasileiros" contra o golpe no Brasil. Ele apoia o projeto "Canta a Democracia", que arrecada recursos para produzir dois shows com diversos artistas em defesa da democracia.

Moraes revoga a lei: suspeitos do “terror amador e porralouca” não podem ver advogados


Toda pessoa que é presa tem direito a um advogado, certo?

Errado.

Não é mais assim no governo interino, com o Ministro Lex Luthor, digo, Alexandre de Moares.

Se alguém for preso quarta, quinta, sábado e domingo e levado a um presídio federal, fica sem advogado, que só pode ir lá “nas segundas, terças e sextas-feiras, por um período máximo de uma hora”, segundo portaria editada no dia 28 de junho.

É o que revelam Márcio Neves e Vinícius Segalla, do UOL, em reportagem que mostra que os acusados de “terrorismo” presos com imenso espalhafato – veja daqui a pouco as considerações da Janio de Freitas sobre isso – não puderam falar com os advogados contratados por suas famílias e que tentaram vê-los ontem, na penitenciária federal do Mato Grosso do Sul.

A reportagem apurou que as autoridades no local não deixaram que os presos sequer assinassem as procurações que tornariam os advogados formalmente seus representantes legais. Sem posse deste documento, os advogados disseram que não podem ter acesso aos autos da investigação, conhecer os motivos que levaram seus clientes a serem presos e nem entrar com um pedido de habeas corpus caso entendam que a prisão tenha sido ilegal.(…) caso os advogados ainda não sejam oficialmente constituídos como representantes legais de seus clientes, então eles devem enviar a procuração para análise do departamento jurídico da unidade prisional, que tem, a partir daí, de acordo com os defensores, dez dias para analisar o documento.

E como qualquer preso tem o direito de só aceitar ser interrogado na presença de seu advogado – lembra dos filmes? “você tem direito a um advogado, tem o direito a permanecer em silêncio e tudo o que falar poderá e será usado contra você”? – todos os depoimentos que prestaram será anulado e desprezado judicialmente.

A não ser que tenha sido revogada a lei 8.906, que diz para qualquer um ler:

Art. 7º São direitos do advogado:

III – comunicar-se com seus clientes, pessoal e reservadamente, mesmo sem procuração, quando estes se acharem presos, detidos ou recolhidos em estabelecimentos civis ou militares, ainda que considerados incomunicáveis;

Francamente, nem na ditadura se fazia isso.

Ou será que acham que os advogados são ligados ao “Estado Islâmico”?

Cadê a Ordem dos Advogados? Está estudando “pedaladas” ou “paneladas”?

Merval: delação de Odebrecht, sem apontar crime a Lula, não será aceita pelo MP

Merval Pereira, ministro autonomeado do Supremo Tribunal Federal e chefe honoris causa da Força Tarefa do Ministério Público, disse hoje na CBN que os procuradores “não devem aceitar” a delação premiada de Marcelo Odebrecht.

A razão é que ela conteria uma “versão adocicada”sobre a relação da empresa com o ex-presidente Lula.

Porque, mesmo desesperado após um ano de prisão e 19 outros de condenação, Odebrecht não tem ato de corrupção a relatar dele.

Diria que fez favores ao ex-presidente, como em obras no sítio de Atibaia, mas sem que isso se vinculasse a qualquer contrapartida.

Lula, aliás, nem mais presidente era.

Admitiria que o ex-presidente também ajudou, com seu prestigio pelo mundo, a empresa a candidatar-se obras em outros países, mas sem contrapartida por isso.

Então, diz Merval, a delação – que fala em propinas para uma multidão de políticos, não valeria.

Não presta porque não atribui crime a Lula.

E é só isso que interessa.

Tem de arranjar um crime para o Lula, senão não tem negócio com redução de pena.

É claro que isso é uma coação, só que não para o MP, para Sérgio Moro e para a mídia.

E, claro, não para Merval.

Já nem se preocupam em disfarçar que as delações são premiadas de acordo com o “prêmio” que oferecerem aos que só pensam “naquilo”: a condenação de Lula.

É o grande prêmio.

Chegou o dia: acabam de propor o fim da universidade gratuita

O jornal O Globo sugeriu em editorial neste fim de semana aquela que talvez seja a medida mais grave de desmonte do estado de bem-estar social brasileiro – construído a duras penas durante as últimas décadas. Em função da crise econômica, o jornal sugeriu que simplesmente se acabe com o ensino superior gratuito. Assim: acabe-se, ponto.

A medida, de acordo com o editorial, serviria para duas finalidades diferentes. A primeira, diminuir o peso da educação para o Estado (a velha discussão sobre o gigantismo do Estado brasileiro e sobre a necessidade de diminuir impostos). Por outro lado, dando um aspecto “humanitário” à proposta, diz que isso acabaria com uma injustiça.

O argumento sobre a redução da carga tributária é mais inteligível, até por estar sendo debatido o tempo todo. O outro, que tenta vender como fim da injustiça aquilo que seria uma injustiça em si mesmo, é mais curioso e menos comum. Segundo o jornal, o grande problema é que quem fica com as vagas na universidade gratuita são os mais ricos. Os pobres são levados a pagar ensino privado de qualidade muitas vezes duvidosa (é O Globo quem diz, não eu).

A premissa do argumento tem uma certa verdade. Destinar as vagas do ensino gratuito aos mais ricos é injusto. A solução é bizarra. Ao invés de permitir que os mais pobres tenham acesso (mesmo que fosse em detrimento dos ricos), jogue-se tudo fora. O bebê junto com a água do banho. Décadas de investimento em uma educação pública de qualidade em função de um sistema de seleção imperfeito.

Para O Globo, a solução seria o sistema inteiramente privado, com bolsas para os mais pobres. Se essa fosse uma proposta séria, se o argumento humanitário fosse realmente a razão, e não o aspecto econômico, não faria sentido. Quem vai conseguir, dentre os pobres, as bolsas nas faculdades privadas que restariam? Os que têm melhor desempenho, os mesmos que hoje entram nas públicas gratuitas.

O argumento econômico também é frágil. Se a ideia fosse dar bolsas (públicas?) vê-se que o custo poderia ser enorme. Seria para todos, universal? Então o imposto seria ainda mais caro. Seria para poucos? Então seria excludente, e não humanitário. Nesse segundo caso, os mais pobres continuariam destinados a faculdades que o próprio jornal considera inferiores. Ou seja, não se resolve problema algum.

O que está verdadeiramente em jogo é um projeto de país. O desmonte de uma estrutura de inclusão que vem sendo posta em xeque nos últimos anos em detrimento de um Estado menor e mais leve – e também mais desigual.

Nos últimos anos, vêm surgindo repetidamente ideias de que a Previdência deve ser privada. De que o SUS deve diminuir. E de que o ensino gratuito, agora, é injusto. Ao mesmo tempo, propostas que realmente aumentam o atendimento aos brasileiros mais pobres, como o ProUni e o Pronatec geralmente vistas com desconfiança.

É preciso chamar as coisas pelos seus nomes. O que a proposta do fim do ensino superior público traz em si não é o fim de uma injustiça. É a ideia de que a injustiça se dá de qualquer jeito e de que devemos simplesmente deixar que ela ocorra sem pôr as mãos no nosso bolso para ajudar quem fica de fora do sistema. É a meritocracia que protege o bolso contra o assalto de quem nunca teve nada e quer ter chance de competir em condições de igualdade.

Se há algo que luta contra a injustiça nesse país é o acesso a uma educação de qualidade para todos. Se o Estado não servir para isso, servirá apenas para muito pouco. Para muito menos do que precisamos.

PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, APOSENTADOS, PRESSIONAM SINDICATO APEOC A CONQUISTAR REAJUSTE SALARIAL JUNTO AO GOVERNO

Os profissionais da educação básica, professores e servidores aposentados, na rede estadual de ensino, estão pressionando a direção do Sindicato APEOC a reivindicar e conquistar junto ao governo do estado reajuste salarial, em semelhante percentual concedido em aumento real, reposição ou qualquer outra vantagem remuneratória que seja autorizada em beneficio dos professores em efetivo exercício em sala de aula. Reafirmam os profissionais educadores aposentados ter consagrado direito à reposição salarial/2016 e com vigência retroativa a partir de 1º de janeiro, data de reajusta anual prevista em lei.

Dizem ainda os professores e servidores aposentados que, nada é mais constrangedor para o servidor público do que tomar conhecimento através da imprensa, informação não oficial, de que o governador do estado tem propósito de excluir o aposentado de qualquer possível reajuste que venha autorizar. Contestam ainda afirmando que aposentado é um ser humano, idoso e vulnerável as mais imprevisíveis reações de governo, apesar dos relevantes serviços prestados ao longo de suas vidas à sociedade e ao estado.

Lembram os professores e servidores aposentados que a chamada terceira idade é uma sublime dádiva do Deus, porém acompanhada de dolorosos sacrifícios impostos ao direito de está simplesmente vivo. Portanto, aposentado deseja apenas sobreviver com dignidade e para isto necessita do cumprimento das legislações que tratam dos seus consagrados direitos previstos nos textos constitucionais, a exemplo do que está expresso no art. 37, Inciso XI, da Constituição Federal, os proventos de aposentadoria dos servidores públicos titulares de cargo efetivo e as pensões dos seus dependentes pagos pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, em fruição na data de publicação desta Emenda, bem como os proventos de aposentadoria dos servidores e as pensões dos dependentes abrangidos pelo art. 3º desta Emenda, serão revistos na mesma proporção e na mesma data, sempre que se modificar a remuneração dos servidores em atividade, sendo também estendidos aos aposentados e pensionistas quaisquer benefícios ou vantagens posteriormente concedidos aos servidores em atividade, inclusive quando decorrentes da transformação ou reclassificação do cargo ou função em que se deu a aposentadoria ou que serviu de referência para a concessão da pensão, na forma da lei.

Qualquer interpretação divergente a norma constitucional significa mais sacrifício à sobrevivência do aposentado para suprimir carências de saúde, alimentação e lazer. Diante desta suplicante realidade, a direção do Sindicato APEOC tenta por todos os meios de comunicação e de luta pressionar e sensibilizar o governador Camilo Santana assegurar ao servidor na inatividade funcional os mesmos direitos previstos aos servidores em atividade.

Maria da Penha Matos Alencar

Ex-senador Eduardo Suplicy é detido durante reintegração de posse em SP


O ex-senador e candidato a vereador pelo PT Eduardo Suplicy deitou no chão para impedir a reintegração de posse nesta segunda-feira (25) na ocupação Terra Pelada, no Jardim Raposo Tavares, zona oeste da cidade de São Paulo, e acabou sendo detido pelos Policiais Militares. A ação foi registrada pelo programa Melhor Pra Você.

Em entrevista ao portal da RedeTV!, Suplicy contou que estava sendo levado para o 75ªDP, no Jardim Arpoador. Mas não quis dar detalhes sobre a detenção, já que ainda estava na viatura da polícia. Segundo a Polícia Militar, ele foi detido por obstrução da Justiça e desacato a autoridade.

A assessoria do ex-senador também informou sobre o ocorrido em sua página oficial do Facebook. 


Reintegração de Posse

Os moradores protestam desde o início da madrugada contra a reintegração. Manifestantes soltaram rojões a jogaram pedras nos militares da Tropa de Choque, que revidou com bombas de efeito moral. Eles também fizeram barricadas, atearam fogo a pneus e tentaram queimar um ônibus.

Às 9h30, a ordem de reintegração não havia sido cumprida. De acordo com a PM, o oficial de Justiça ainda não chegou ao local, na Rua José Porfírio de Souza.

A área pertence à prefeitura de São Paulo. Segundo decisão da Justiça, emitida pela 9ª Câmara de Direito Público, o local apresenta alto risco de deslizamento, por ser região de encostas.

Parecer da Defesa Civil avalia que as construções precárias na área aumentam os riscos de desabamentos e até mesmo de incêndio. “Há ainda muito lixo e entulho no local, bem como árvores queimadas e visível dano ambiental”, diz a avaliação.

Brasil vence com moral e golaços


Neste sábado (22), no último teste antes da estreia nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a Seleção Brasileira Feminina mostrou competência e poder de reação. o time comandado pelo técnico Vadão enfrentou a Austrália, no Presidente Vargas, em Fortaleza, e viu as adversárias saírem na frente com Larissa Crummer, no primeiro tempo. Na segunda etapa, o Brasil voltou mais forte e conseguiu a virada. Debinha fez o gol do empate e, aos 26, Raquel tocou por cobertura para fazer um golaço. Nos acréscimos finais, Darlene recebeu de Marta e liquidou a fatura com outro belo gol: 3 a 1.


Após o amistoso, a Seleção Feminina chega ao Rio de Janeiro neste domingo (24), onde ficará concentrada na Vila Olímpica. A estreia do time na Rio 2016 será no dia 3 de agosto contra a China, às 16h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. 

O jogo

No primeiro tempo da partida, o Brasil criou mais oportunidades, mas não teve sucesso nas finalizações. Aos cinco minutos, Andressinha cobrou falta fechada, nas mãos da goleira Williams. Na jogada seguinte, Cristiane recebeu no ataque, cortou para o meio e chutou de perna esquerda, para fora. Em boa chegada da Austrália, aos 19 minutos, Simon finalizou para defesa tranquila de Bárbara. A Seleção Brasileira chegou muito bem aos 23 minutos, quando Cristiane ganhou a disputa de bola, cruzou rasteiro e viu Kennedy afastar o perigo. O gol australiano saiu aos 32 minutos. Larissa Crummer recebeu lançamento e chutou da entrada da área: 1 a 0. O Brasil respondeu e ainda teve três boas chances até o fim da partida. Primeiro, Cristiane invadiu a área e cruzou para Marta, que não alcançou. Mesmo assim, a camisa 10 insistiu, ajeitou e chutou para defesa da goleira adversária. Depois, Andressa Alves fez ótimo lançamento para Debinha, que dominou, mas finalizou para fora. Aos 45, Andressinha cobrou falta para a área, Poliana raspou de cabeça e, mais uma vez, Williams fez boa defesa.

O segundo tempo começou movimentado. Logo aos três minutos, Cristiane puxou o ataque e tocou para Marta, que chutou cruzado para fora. No lance seguinte, Foord cometeu falta em Andressa Alves e foi expulsa. Com a vantagem numérica em campo, o Brasil passou a pressionar mais. Aos 12, Camila – que entrou no lugar de Tamires – arriscou chute forte de longe, Williams soltou a bola, mas conseguiu segurar. Dois minutos depois, o gol de empate. Debinha abriu a jogada com Cristiane, que cruzou da direita. A defesa australiana não conseguiu cortar, e a bola sobrou para Debinha deixar tudo igual: 1 a 1. Aos 19, Cristiane quase ampliou, mas cabeceou para fora.



Dominando a partida, o Brasil virou o jogo aos 26 minutos, com um golaço de Raquel (que entrou no lugar de Beatriz). Após ótimo lançamento de Érika, a camisa 16 encobriu a goleira Williams e colocou a Seleção na frente. Poupada, Formiga entrou aos 33 minutos aos gritos de apoio da torcida no Presidente Vargas. Antes do apito final, a Seleção ainda teve chance de ampliar. Marta cobrou falta no travessão, a bola quicou na área, mas ninguém conseguiu tocar para o gol. Na sequência, Raquel chutou de fora da área, mas Williams fez a defesa. Querendo jogo, a Seleção conseguiu o terceiro nos acréscimos finais. Marta lançou Darlene, que avançou em velocidade, deixou Cooper no chão, driblou a goleira australiana e fez mais um golaço na partida: 3 a 1.



FICHA TÉCNICA


BRASIL 3 X 1 AUSTRÁLIA

AMISTOSO DA SELEÇÃO FEMININA 


Data: sábado, 23 de julho de 2016
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Ana Karina Marques
Cartão amarelo: Gorry (AUS)
Cartão vermelho: Gorry (AUS), aos 4 minutos do 2º tempo


Gols: Larissa Crummer, aos 31 min do 1º tempo; Debinha, aos 14 minutos, Raquel, aos 26 minutos, e Darlene, aos 47 minutos do 2º tempo


BRASIL: Bárbara; Poliana, Mônica, Érika e Tamires; Andressinha, Andressa Alves (Formiga) e Marta; Debinha (Thaisinha), Cristiane (Darlene) e Beatriz (Raquel). Técnico: Oswaldo Alvarez (Vadão)


AUSTRÁLIA: Williams (Dumont); Foord, Kennedy, Allenay (Cooper) e Polkinghorne (Butt); Kellond-Knight, Van Egmond e Gorry; Simon, Crummer e Heyman (Logarzo). Técnico: Alen Stajcic.

10 coisas que usamos mal todo este tempo

Vemos todos os dias tantas coisas à nossa volta e nem suspeitamos para que servem.

No Incrível.club revelamos alguns destes ’segredos’, e, finalmente, descobrimos para que serve o cilindro no carregador da laptop, entre outras curiosidades. Compartilhamos esta informação com você com muito prazer!

Para que serve o laço nas costas das camisas

Existem três versões que têm muito sentido. A primeira e a mais óbvia é que o laço serve para pendurar a camisa num gancho. A segunda versão é da época dos colarinhos removíveis e dos lenços para o pescoço. Talvez este laço tenha sido criado para ajudar a atar a gravata. E a terceira versão é a mais romântica. Diz-se que um estudante de uma universidade americana, ao começar uma relação com uma garota, cortou o laço para demonstrar que estava num relacionamento. E a garota, por sua vez, começou a usar um lenço com o emblema da universidade dele.

Para que serve o cilindro no carregador do laptop

Com certeza você notou essa peça no carregador do seu laptop ou câmera digital. É um dispositivo simples mas muito importante, chamado ’filtro de ferrita’. Sua função é filtrar as correntes parasitas que passam através de um condutor elétrico. Sua construção é muito simples: dentro do cilindro estão localizadas umas placas de ferrita (uma espécie de ferro) rodeadas pelo cabo.

Para que é preciso o buraco nas janelas dos aviões

As janelas dos aviões estão formadas por 2 painéis de cristal. Devido à grande diferença de pressão entre o exterior da aeronave e o interior, as janelas podem estourar. Este pequeno buraco foi criado para normalizar a pressão. Através dele, o ar sai do espaço entre os painéis da janela e entra na aeronave, e vice-e-versa.

Para que serve a parte azul de uma borracha

Pergunte a qualquer pessoa: «Para que serve a parte azul de uma borracha?». Com certeza vai lhe responder que é para apagar a tinta da caneta. Mas não é bem assim. Inicialmente, a parte azul estava destinada a apagar inscrições e desenhos realizados sobre um papel grosso. A parte vermelha da borracha deixaria marcas, mas a parte azul faz este trabalho perfeitamente. Quando os fabricantes das borrachas perceberam que a parte azul não era usada conforme o planejado, decidiram utilizá-la com fins publicitários. Algumas borrachas têm inclusive uma caneta desenhada sobre a parte azul.

O motivo pelo qual as casas superior e inferior de uma camisa estão na horizontal

Outra pergunta sobre camisas que já não tem nada de romance e muito de pragmatismo. O que ocorre é que nestas áreas é muito provável que o botão solte. Numa casa horizontal a pressão cai muito, o que reduz a probabilidade de que o botão saia do orifício.

Por que os tênis têm os buracos adicionais?

Estes buracos adicionais frequentemente passam desapercebidos, embora sejam úteis. Estes orifícios foram criados para ajustar melhor os tênis aos pés e para que não saiam bolhas na hora de fazer exercício. Aprenda a amarrar bem os tênis aqui.

Para que serve o buraco na colher do espaguete

É incrível! Por que não soube disso antes? O buraco da colher para espaguete foi feito para medir a quantidade de massa seca de uma porção padrão. Claro que alguns comem muito pouco, e outros têm um apetite gigante e podem devorar um pacote inteiro de espaguete. Mas para as pessoas com apetite médio, este buraco é uma salvação.

Para que serve o bolsinho das calças jeans

A resposta mais popular é... para levar camisinhas. Claro, neste bolsinho é possível armazenar qualquer coisa, incluindo este método anticoncepcional. No entanto, ele não foi desenhado para isso. Este bolsinho apareceu por primeira vez em 1873 nas calças jeans da Levi´s, e era destinado a armazenar o relógio de bolso. Até hoje, nos catálogos da empresa, é chamado de «watch pocket».

Para que serve o buraco na tampa da caneta

Caso alguém — crianças, principalmente, engula a tampinha, o furinho assume uma função crucial: como a tampa pode passar facilmente pela traqueia e bloquear a respiração, o orifício permite que uma mínima — porém suficiente — quantidade de oxigênio chegue aos pulmões e a pessoa respire, enquanto espera socorro.

Para que é preciso o pedaço de tecido que acompanha a roupa nova

Não é para arrumar a roupa! O que ocorre é que os fabricantes de roupa colocam estes pedaços para que você possa lavá-los com detergente ou alvejante e ver como o tecido reage. Minha vida não voltará a ser a mesma depois de saber isto!

Momento Boa Música - Carinhoso por João Alexandre

Delicie-se !

Negociação avança: Camilo Santana assina ato de Ampliação Definitiva de Carga Horária

A partir da retomada das negociações entre o Sindicato APEOC e o Governo do Estado, Camilo Santana assinou nesta quinta-feira (21) todos os atos de Ampliação Definitiva de Carga Horária. Os processos estavam retidos pelo impasse das negociações gerais.

Em atenção à reivindicação do Sindicato APEOC, o governador deu o primeiro passo para garantir a incorporação legal e o tempo trabalhado para fins de pagamento. Agora a ordem é agilizar a publicação dos atos e definir os pagamentos. Venceremos!

ÊNIO MEDEIROS DO CARMO, “sou pré-candidato a vereador e gostaria de contar com o apoio de todos.”

São Bento – Pacatuba CE. Ontem dia 20/07/2016 as 19 horas na residência dos pais do Vereador Presidente da Câmara Municipal de Pacatuba o Sr. ÊNIO MEDEIROS DO CARMO, recebeu seu amigos para comunicar que é pré-candidato a reeleição e que gostaria de contar com o apoio de todos.


Foi um evento simples, coisa de amigos, foi apenas para comunicar a todos que novamente ÊNIO MEDEIROS DO CARMO colocará seu nome a disposição ao eleitorado pacatubano para o próximo pleito eleitoral que acontecerá em outubro do ano em curso.


Estavam presentes algumas lideranças e entre elas falaram o Sr. Antônio Ferrer( ex-vereador), o Sr. Medeiros (ex-vereador), Elisângela (secretária de assistência social), o próprio vereador ÊNIO MEDEIROS DO CARMO.


Por fim ÊNIO MEDEIROS DO CARMO nos apresentou o pré-candidato a prefeito de Pacatuba o Sr. PAULO NETO, que naquele momento também proferiu algumas palavras.


Na realidade foi um encontro de amigos, onde todos estavam bem a vontade e felizes, um evento rápido para conversarmos e colocar o papo em dia, mas com um só objetivo ajudarmos a colocar nosso representante na Câmara e na Prefeitura Municipal de Pacatuba, os senhores ÊNIO MEDEIROS DO CARMO (pré-candidato a Vereador) e PAULO NETO (pré-candidato a Prefeito).

←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana

Quinta-Feira, 25, 20h00
Ferroviário x Sampaio Corrêa - Castelão

Sábado, 27, 09h30
Ceará x Fortaleza - PV

Domingo, 28, 19h00
Fortaleza x Corinthians - Castelão


Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo