Tecnologia do Blogger.

Featured Post

DIÁRIO DO BOLSO || Vai acabar em pizza, Diário, mas antes ainda vai voar muito macarrão

Pô, Diário, o almoço de família desse domingo teve mais briga que convenção de partido de esquerda Por José Roberto Torero Tudo c...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco


Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

CEARÁ - Justiça condena ex-prefeito de Itatira por improbidade administrativa

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito do município de Itatira Francisco Afonso Machado Botelho por improbidade administrativa. Botelho é réu em ação movida pelo Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) por desvio e aplicação indevida de recursos repassados pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

Punição
O ex-prefeito de Itatira teve suspensos seus direitos políticos por oito anos, deverá pagar multa, ficará proibido de efetuar contratos com o poder público ou receber benefícios por cinco anos, poderá perder cargo público que exerça e ainda terá que ressarcir danos causados aos cofres públicos. A decisão de condenar Botelho foi do juiz federal substituto da 23ª Vara Federal em Quixadá. O réu ainda poderá recorrer.

Improbidade
O juiz considerou o ex-gestor responsável por uma série de atos de improbidade administrativa que haviam sido constatados pelo Ministério Público Federal. Na administração de Botelho, a prefeitura pagou salários-base mensais irrisórios a profissionais de educação – R$ 24,00, R$ 12,00 e R$ 7,00. O município não aplicou na educação o valor mínimo legal e nem assegurou que 60% dos recursos oriundos do Fundef fossem investidos no salário dos professores. Também foi registrado desperdício de merenda escolar.

Com informações da Assessoria do MPE

Por Kézya Diniz

http://www.jangadeiroonline.com.br/blogs/kezya-diniz/ceara/justica-condena-ex-prefeito-de-itatira-por-improbidade-administrativa/

Dennis Dauttmam: De menino pobre a prefeito de Belford Roxo

Confira a entrevista com Dennis Dauttamam (PCdoB), eleito prefeito de Belford Roxo (RJ) no último domingo (28), com 61,46% dos votos válidos, e descubra a história do menino pobre que até hoje mora no morro e que, em 1º de janeiro de 2013, será empossado o primeiro prefeito comunista de sua cidade. No segundo turno, Dennis enfrentou  Waguinho (PRTB), que obteve apenas 38,55% da preferência dos eleitores.

Com sua eleição, Dauttmam se torna o primeiro prefeito do PC do B na Baixada Fluminense.

“Vocês podem ter certeza que vou trabalhar muito para que essa população seja tratada com respeito e dignidade. Belford Roxo será referência na Baixada em termos de qualidade na saúde”, disse, ao comemorar a vitória na festa preparada no galpão do PMDB, na Rua Retiro da Imprensa, no Centro.

O município de Belford Roxo voltou às urnas para o segundo turno após uma campanha tumultuada. A confusão começou em junho, quando a ex-prefeita Maria Lúcia dos Santos, do PMDB, pré-candidata à Prefeitura, morreu ao 59 anos, de infarte.

Na reta final do pleito do primeiro turno, panfletos com acusações a Dauttmam estremeceram a campanha. Nesta sexta-feira (26), uma nota do Ministério Público Federal (MPF) informou que Waguinho estava inelegível. O deputado foi mesmo condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ), em 2011, a três anos de inelegibilidade, mas a decisão foi anulada pela Justiça Eleitoral em junho deste ano. A informação equivocada obrigou o MPF a emitir uma nota de retificação na qual confirma que Waguinho está elegível.

http://correiodobrasil.com.br/dennis-dauttmam-de-menino-pobre-a-prefeito-de-belford-roxo/538885/#.UJHY2MXA-wg

LETRAS - Literatura cearense: questão de (falta de) opção

Disciplinas de literatura cearense não estão sendo ofertadas aos alunos do curso de Letras da UFC. Universidade explica que se trata de cadeira opcional e que não há professores disponíveis

Justamente quando a Padaria Espiritual, um dos principais movimentos literários do Ceará, comemora 120 anos, uma preocupação toma conta do professor Sânzio de Azevedo. A de que os alunos do Departamento de Literatura do Curso de Letras da Universidade Federal do Ceará (UFC) passem pela graduação sem conhecer as peripécias versadas por Antônio Sales & Cia no periódico O Pão, de 1892. O motivo: a ausência das disciplinas Literatura Cearense 1 e 2 entre as ofertadas neste semestre.

A produção literária do Ceará está (estava) presente na grade curricular do curso desde 1973, quando foi instituída pelo então professor Artur Eduardo Benevides e passada para as mãos de Sânzio, que a desmembrou por achar que o conteúdo abordado era extenso demais para se limitar a apenas um semestre. Aposentado e afastado das atividades acadêmicas desde 2008, a preocupação do também poeta, ficcionista e ensaísta foi motivada pelos rumores de que a disciplina desapareceria do currículo da UFC a partir do semestre atual, 2012.2, iniciado em 8 de outubro.

De fato, quando o estudante do 5º semestre do curso de Letras-Literatura, Fernando Cavalcante, procurou a disciplina para incluir na matrícula, nem a 1, nem a 2 estavam sendo ofertadas. “Antes de tudo a gente está fazendo o curso de letras, na UFC, então essa cadeira devia ser obrigatória, ela nunca devia ter deixar de ser ofertada”, defende o aluno que quer se especializar no ensino de literatura.

Segundo a coordenadora do Departamento de Literatura, professora Edilene Ribeiro Batista, a cadeira não foi retirada do currículo do curso. “Ela é uma disciplina optativa e nós estamos com menos professores do que necessitamos para o nosso departamento. Tanto é que, pra acertar a oferta de disciplinas de 2012.2, estamos com professores cumprindo mais de 16 horas, que é o limite (de carga horária). Em função disso, nós tivemos de priorizar as disciplinas eletivas, que são as obrigatórias”, explicou ela.

Projeto pedagógico

Ainda de acordo com a coordenadora, mesmo que houvesse interesse do departamento em retirar a disciplina do currículo – “que não há”, reforça –, isso não seria possível porque o projeto pedagógico do curso, formulado por um colegiado de professores, teria de ser alterado. Por ser optativa, explica ela, a oferta da disciplina depende também do interesse e das condições de algum dos professores em assumir a cadeira. “Existe uma listagem de optativas e cada professor pode escolher qual (disciplina) quer e pode dar. E neste caso, neste semestre, infelizmente, ninguém se propôs”, afirmou.

Questionada sobre a possibilidade de a disciplina ser transformada em obrigatória para que não deixe de ser ofertada, a coordenadora disse que “ninguém até então havia solicitado, levantado ou cogitado essa questão”. “Eu assumi o departamento no dia 8 de agosto. Ninguém me disse nada, nem aluno veio me procurar, nos dois anos que eu estou na UFC também nunca escutei ninguém cogitando isso”.

Quem passou pelo curso e pôde fazer a disciplina atesta a importância da matéria. Caso de Nathan Matos, formado no último semestre, que estudou a Literatura Cearense com o professor Marcelo Magalhães. “Querendo ou não, mesmo sendo um leitor assíduo, tem muita coisa que eu só vi na disciplina. Porque você quer estudar grandes obras, os clássicos, alguns autores de renome nacional, e você acaba deixando e lado a história da própria literatura cearense. Pra mim, foi muito bom como formador”, ressalta.

Embora sem dar garantias de que a disciplina voltará a ser ofertada no próximo semestre, ela disse que “os que não puderam fazer este semestre poderão fazer no próximo”.

Saiba mais

Segundo a secretaria do Departamento de Literatura da UFC, os alunos do curso só não tiveram aula de Literatura Cearense no último semestre de 2010. Em 2010.1, as duas disciplinas foram ofertadas. Em 2011, Literatura Cearense 2 foi oferecida nos dois semestres.

Ainda de acordo com o departamento, são ofertadas entre 40 e 45 vagas para uma turma, mas a média de interessados costuma ser de 35 alunos.

O curso de Letras da Universidade Estadual do Ceará conta com duas turmas de Literatura Cearense, disciplina obrigatória lecionada pelo professor Batista de Lima na Uece. Segundo ele, são 80 alunos por semestre estudando um autor cearense cada por semestre.

Raphaelle Batistaraphaellebatista@opovo.com.br

http://www.opovo.com.br/app/opovo/vidaearte/2012/10/31/noticiasjornalvidaearte,2945633/literatura-cearense-questao-de-falta-de-opcao.shtml

A Política de Cotas e a Democratização da Educação Superior: Mais motivos para o fortalecimento do Ensino Básico

cotas merito e democracia mediumA notável desigualdade que estigmatiza a sociedade brasileira se apresenta também, com igual intensidade, no Ensino Superior. Nossas Universidades Públicas caracterizam-se por apresentarem um padrão de qualidade invejável para países em desenvolvimento similares ao do Brasil. Todavia, mesmo com esse expressivo parque universitário, nossas taxas de matrícula no Ensino Superior são bem inferiores às observadas nesses países e, também, menores que as registradas em vizinhos – como Bolívia ou Paraguai.

Os problemas que advêm dessa reduzida taxa de matrículas no Ensino Superior agravam-se quando percebemos que a dinâmica que envolve o acesso às IES é notadamente voltada para uma pequena parcela da sociedade, privilegiada com uma qualidade melhor no ensino básico e, de certa forma, sedimentada na intenção clara de aprovação em Universidades, sobretudo, Públicas.

Existem duas razões que nos levam a refletir sobre os problemas expostos acima. A primeira é a gritante injustiça social trazida por esse panorama. Há um grande número de estudantes vindos das escolas públicas do Ensino Médio que, mesmo com as oportunidades bem menores que tiveram, quando comparados à maioria de seus colegas vindos das escolas privadas, também chegam à Universidade Pública preparados para prosseguir suas vidas acadêmicas, mas, por diferenças pouco relevantes de pontuação em um exame de acesso, não conseguem vagas. Há outros, com o mesmo preparo, que nem podem disputar uma vaga nas Instituições Públicas, porque necessitam conciliar estudo e trabalho e, ainda, porque desejam seguir uma carreira que não lhes oferece essa possibilidade.

A segunda razão é o risco de comprometer a qualidade do Sistema Federal de Ensino Superior, pois na proporção em que os recursos investidos pelo Estado nesse nível de ensino forem entendidos como direcionados para uma camada privilegiada da população, a consolidação do regime democrático, que todos desejamos, não acontecerá e poderá acarretar a migração, para outros programas de Educação, dos investimentos que são importantes para a manutenção, a ampliação e o crescimento qualitativo das Universidades Federais e Estaduais. A expansão de matrículas com inclusão social, os cursos noturnos e a política de cotas legitima os investimentos públicos feitos pelo Estado nas Universidades e promove de forma pontual, porém não definitiva, um aprimoramento da democracia educacional, uma diminuição vertente nas desigualdades raciais e sociais existentes nas IES e um fortalecimento das universidades com garantia da ampliação e extensão na atuação da instituição dentro de seu papel na sociedade.

É evidente que essas políticas, por si só, não resolvem o problema das desigualdades dentro dos espaços educacionais, mas nos fazem refletir de forma mais presente nos reais problemas da Educação no Brasil em todos os âmbitos: Ensino Básico e Ensino Superior. A defesa da política das cotas e um maior acesso dos alunos de Escolas Públicas às Universidades Públicas (espaços seus de direito) devem contribuir, de forma positiva, para uma nova realidade social apontada por essa mudança. Porém, o fato de mais alunos negros, de baixa renda ou oriundos de Escolas Públicas estarem nas Universidades não evidencia que o Ensino Básico Público esteja apresentando vastas melhorias, tampouco que nos acomodaremos com esse quadro e, portanto, nós – professores das redes públicas de ensino – devemos lutar ainda mais por essas melhorias, pela formação continuada, por melhores remunerações, por uma carreira digna e sistematizada, por uma estruturação de qualidade nos espaços escolares, por melhores materiais, por tudo que contribui com o crescimento e com o desenvolvimento do ensino básico em todos os aspectos, pois agora teremos mais um aliado nessa luta histórica - A Universidade Pública – que, assim como nós, não poderá ficar omissa a essa realidade que se apresenta, nem poderá deixar de se posicionar e contribuir com uma luta que agora também é sua.

ESCRITO POR MAURÍCIO MANOEL

Maurício Manoel – Professor efetivo de Língua Portuguesa da Rede Estadual de Ensino, Membro da Academia de Letras e Artes do Ceará, Produtor Cultural, Coordenador do projeto “Entrar na Universidade Para Mudar a Sociedade”, membro de base do Sindicato Apeoc.

http://apeoc.org.br/opiniao/5629-a-politica-de-cotas-e-a-democratizacao-da-educacao-superior-mais-motivos-para-o-fortalecimento-do-ensino-basico.html

31 de outubro - Dia do Saci

Saci-PererêExiste um movimento no Brasil para que o dia do Halloween, que se comemora hoje, 31 de outubro, tenha sua importância diminuída nas escolas e seja substituído pelo Dia do Saci. A justificativa é de que o Dia das Bruxas, tipicamente norte-americano, não tem nada a ver com nossos costumes.

A comemoração da data no país teria sido iniciada nas escolas de idiomas estrangeiros e hoje está instituída em praticamente todas as escolas particulares e públicas, fazendo com que as crianças comemorem sem saber o quê. O Saci, sim – defendem seus ‘observadores’ – com seu jeito carismático e brincalhão, é genuinamente nosso e tem vasto conteúdo a ser explorado.

O Dia do Saci, em contraponto ao Halloween, já é instituído e comemorado oficialmente em várias cidades do país. Devemos resgatar as lendas do folclore para se tornar uma comemoração das tradições brasileiras, e a escolha do mesmo dia do Halloween é proposital.

O objetivo é mostrar às crianças que o país também tem seus mitos. As escolas poderão fazer pesquisas e institutos serão incentivados a adotar a filosofia do Saci; na carona, virão com ele todas as figuras do rico folclore infantil brasileiro.

Pelo que se tem conhecimento, o Dia do Saci é comemorado oficialmente em São Luiz do Paraitinga, onde surgiu a ideia, em São José do Rio Preto, Guaratinguetá e Embu das Artes, todas no interior de São Paulo; na capital São Paulo; em Vitória, no Espírito Santo; em Fortaleza e Independência, no Ceará; e Uberaba, Poços de Caldas e, provavelmente, Guaxupé, em Minas Gerais.

http://www.horizontems.com.br/noticias-ler/31-de-outubro-dia-do-saci/1229

O Saci-Pererê é uma lenda do folclore brasileiro e originou-se entre as tribos indígenas do sul do Brasil.

O saci possui apenas uma perna, usa um gorro vermelho e sempre está com um cachimbo na boca.
Inicialmente, o saci era retratado como um curumim endiabrado, com duas pernas, cor morena, além de possuir um rabo típico.

Com a influência da mitologia africana, o saci se transformou em um negrinho que perdeu a perna lutando capoeira, além disso, herdou o pito, uma espécie de cachimbo, e ganhou da mitologia europeia um gorrinho vermelho.

A principal característica do saci é a travessura, ele é muito brincalhão, diverte-se com os animais e com as pessoas. Por ser  muito moleque ele acaba causando transtornos, como: fazer o feijão queimar, esconder objetos, jogar os dedais das costureiras em buracos e etc.

Segundo a lenda, o Saci está nos redemoinhos de vento e pode ser capturado jogando uma peneira sobre os redemoinhos.

Após a captura, deve-se retirar o capuz da criatura para garantir sua obediência e prendê-lo em uma garrafa.

Diz também a lenda que os Sacis nascem em brotos de bambus, onde vivem sete anos e, após esse tempo, vivem mais setenta e sete para atentar a vida dos humanos e animais, depois morrem e viram um cogumelo venenoso ou uma orelha de pau.

http://www.brasilescola.com/folclore/saci-perere.htm

6 direitos do consumidor que você deveria conhecer

A Lei nº 8.078, mais conhecida como Código de Proteção e Defesa do Consumidor, é ambiciosa. Instituída em 11 de setembro de 1990, ela tem como objetivo não apenas atender às necessidades dos consumidores, mas assegurar o respeito à sua dignidade, saúde e segurança, proteger seus interesses econômicos e de qualidade de vida, além de garantir a transparência e harmonia das relações de consumo. Tudo muito bonito, mas tem pouco efeito se ficar apenas no papel. Para fazer valer o que está escrito no Código, é preciso conhecê-lo. E, para dar uma mãozinha nisso, a SUPER listou 6 direitos do consumidor que você deveria conhecer:

1. Inversão do ônus da prova

Onde está na lei: TÍTULO I, CAPÍTULO III, Art. 6º

A lógica “inocente até que se prove o contrário” não é sempre válida nas relações de consumo. É garantida ao consumidor a facilitação da defesa de seus direitos, inclusive com inversão do ônus da prova. Isso significa que, no processo civil, o juiz pode isentar o consumidor da responsabilidade de apresentar dados que comprovem sua alegação e determinar que o fornecedor é o responsável por apresentar provas que atestem a qualidade ou validade dos serviços prestados. Esta decisão pode ser tomada quando a denúncia parecer verdadeira ou quando o consumidor não contar com subsídios para acrescentar às provas – quando precisar comprovar a não-contração de serviços ou defeitos de fábrica, por exemplo.

2. O fornecedor deve responder por defeitos de fabricação – até mesmo fora do período de garantia

Onde está na lei: TÍTULO I, CAPÍTULO IV, SEÇÕES III e IV

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, os fornecedores respondem pelos defeitos de qualidade ou quantidade que tornem produtos inadequados ao consumo ou diminuam seu valor.  E não adianta dizer que não sabia de nada: o fato do fornecedor desconhecer o erro não o exime da responsabilidade. Tampouco é possível escapar da obrigação por meio de cláusulas em letrinhas miúdas – a lei proíbe que o contrato atenue ou exonere o fornecedor de responder pelo problema. Quando se tratam de problemas aparentes (ou facilmente perceptíveis) em serviços ou produtos não-duráveis, o consumidor tem até 30 dias para fazer sua reclamação. No caso dos duráveis, esse prazo é de até 90 dias.

A situação se torna mais polêmica quando se trata dos chamados “vícios ocultos”, ou seja, defeitos que não são facilmente identificados e podem demorar anos para se manifestarem. A lei deixa claro que o consumidor tem direito à reparação de falha oculta até o fim da vida útil do produto, e não apenas durante o período de garantia. O prazo para reclamação começa a contar a partir do momento em que o defeito de fabricação foi notado.

3. (Quase) tudo pode fazer parte do contrato

Onde está na lei: TÍTULO I, CAPÍTULO V, SEÇÃO II, Art. 30

“Qualquer comunicação estabelecida com o fornecedor constitui a prova material que foi feito um pagamento ou que foram dadas informações sobre o serviço prestado”, afirma o gerente técnico do Idec – Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Carlos Thadeu de Oliveira. Por isso, não adianta prometer o que não se pode cumpir. Segundo a lei, toda informação ou publicidade, veiculada em qualquer forma ou meio de comunicação, faz parte do contratoestabelecido com o consumidor. Isso obriga o fornecedor a cumprir os serviços ofertados e anunciados.

Ou seja, até mesmo peças publicitárias, ligações e trocas de e-mails podem ser usadas como provas do acordo estabelecido entre as partes. Caso o prestador de serviços se recuse a cumprir a oferta, o consumidor pode exigir o que foi combinado, aceitar um serviço ou produto equivalente ou rescindir o contrato – tendo direito, nesse caso, à restituição integral de qualquer quantia antecipada e também do valor de eventuais danos ou perdas.

4. Proteção contra publicidade e práticas abusivas e enganosas

Onde está na lei: TÍTULO I, CAPÍTULO V, SEÇÃO III e SEÇÃO IV

Não vale mentir nem omitir. Qualquer peça publicitária capaz de induzir o consumidor ao erro é considerada enganosa. Seja quanto às características, qualidade, quantidade, preço ou qualquer outro tipo de dado sobre produtos e serviços. É considerada abusiva toda publicidade discriminatória, que explore medos, se aproveite da deficiência de julgamento ou induza ao risco o consumidor. Conseguiu lembrar de pelo menos cinco propagandas que fizeram isso na última hora? Pois saiba que não é preciso ser atingido diretamente para procurar órgãos de direitos do consumidor.

“Há uma gama enorme de publicidade abusiva ou enganosa no pais, mas o consumidor reclama pouco. Geralmente achamos que que muitas situações que seriam abusivas ou enganosas são permitidas, e isso não é verdade. Um processo pode ser instaurado até mesmo por causa de uma reclamação feita por alguém que não foi vítima direta. Nós não averiguamos apenas o dano, o dano é apenas um agravante”, afirma o assessor juridico do Procon Estadual de Minas Gerais, Ricardo Amorim. O mesmo vale para as práticas abusivas: entre aquelas listadas no Artigo 39, encontram-se as inconvenientes “vendas casadas” (como acontece quando você quer comprar só um xampu, mas é obrigado a levar junto um condicionador, por exemplo); execução de serviços ou envio de produtos sem solicitação prévia do consumidor; e deixar de estipular prazos para o cumprimento de obrigações. Já passou por alguma situação assim?

5. O valor de cobranças indevidas deve ser restituído em dobro

Onde está na lei: TÍTULO I, CAPÍTULO V, SEÇÃO V

“Repetição do indébito”. O termo, que aparece no Código de Defesa do Consumidor, pode até parecer complicado mas diz algo simples: o consumidor cobrado em quantia indevida tem direito a receber valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais. A medida é aplicada em casos em que o comerciante possa ter agido de má-fé, ajudando a proteger o consumidor e coibir práticas abusivas.

6. Prazo de arrependimento

Onde está na lei: TÍTULO I, CAPÍTULO VI, SEÇÃO I, Art. 49.

Quando foi criado, este artigo da lei fazia referência principalmente às compras feitas por telefone ou a domicílio (por meio de catálogos ou vendas porta à porta, por exemplo), mas hoje é  um importante instrumento para regulamentação de compras feitas pela internet. Pela lei, o consumidor tem um prazo de sete dias para desistir de um contrato – contando a partir da assinatura ou recebimento do produto/serviço – sempre que a compra for feita fora do estabelecimento comercial. A lei é clara também no que diz respeito ao responsável por arcar com os custos: dentro do prazo de reflexão, qualquer valor pago deve ser restituído ao consumidor, o que vale também para o valor do frete pago para a devolução do produto.

O entendimento da lei é de que, como o consumidor não teve contato direto com o produto, deve ter o direito de se arrepender da compra. É preciso ficar atento, no entanto: isso não dá ao consumidor um prazo para “teste” do produto.

Consultoria:  Ricardo Amorin, assessor juridico da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) Estadual de Minas Gerais; Carlos Thadeu de Oliveira, gerente técnico do Idec – Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor.

http://super.abril.com.br/blogs/superlistas/6-direitos-do-consumidor-que-voce-deveria-conhecer/

VERDADES SOBRE A “CONFUSÃO” NA VOTAÇÃO DE GENOINO

O Conversa Afiada publica texto enviado por pessoas que estiveram presentes no colégio durante a votação do Genoino:

Não é verdade que houve vandalismo. Não é verdade que houve “pancadaria”.

VERDADES SOBRE A “CONFUSÃO” NA VOTAÇÃO DE GENOINO

Como umas das cerca de 100 pessoas que estavam na porta da Universidade São Judas, em São Paulo, na tarde de domingo, dia 28 – portanto, testemunhas do que a imprensa está chamando de “agressão a jornalistas” durante o voto do ex-deputado federal José Genoino –, não podemos nos omitir diante da prevalência da versão mentirosa que tem circulado como real.

Não é verdade que militantes petistas discutiam com militantes do PSDB na porta da universidade. Não havia militantes do PSDB na porta, mas apenas um casal identificado com adesivo do PSDB, acompanhado de uma criança, que passou todo o tempo ao lado do Vesgo, do programa Pânico, provocando os petistas. O humorista entregava ao casal cartazes alusivos ao “mensalão” para que fossem fotografados com ele. Assim, havia forte suspeita de todos os que acompanhavam o movimento que o casal havia sido contratado para provocar. Tanto que, com exceção dele, nenhuma outra pessoa foi hostil ao grupo de mulheres do PT que lá estava e que, de fato, pelas tantas, passou a trocar ofensas e xingamentos com o casal – único momento em que a polícia foi chamada para intervir. A suspeita de que o casal estava lá para provocar ficou mais evidente quando, com a chegada de mais petistas, ele decidiu ir embora, ela justificando: “Ah, vamos embora que o homem não vai vir votar não”. Foram sob os gritos de “contratada, contratada” e reagiram rindo.

Não é verdade que, ao sair do carro, o ex-deputado José Genoino recebeu do grupo de apoiadores uma bandeira do Brasil para cobrir o rosto e não ser fotografado, como escreveu o jornal O Globo, em matéria assinada por uma jornalista não esteve no local. A bandeira foi ofertada a ele para que se enrolasse nela. Não fosse assim, não teriam sido publicadas tantas fotos dele, sempre de rosto descoberto.

Não é verdade que houve vandalismo. Antes de o ex-deputado José Genoino chegar para votar, um representante dos apoiadores dele conversou com representante da diretoria da universidade e questionou se ela desejava que a polícia fizesse uma espécie de corredor para garantir mais segurança. Ela recusou, afirmando que “Genoino era um eleitor como outro qualquer”.

Não e verdade que uma senhora que chegou para votar foi derrubada por militantes petistas, também como afirmou a imprensa. A senhora chegou (não à toa vestida de vermelho) para “apoiar e dar um abraço no Genoino”. Ela havia participado, duas semanas antes, da reunião dos amigos de 68, em que estiveram, entre outros, Genoino e Jose Dirceu. Ela caminha com o auxílio de uma bengala e, na entrada tumultuada dos militantes, caiu e foi socorrida imediatamente por vários deles. Alguns cinegrafistas se aproximaram e uma suposta jornalista perguntou a ela quem a havia empurrado: “Foram os fotógrafos, que passaram correndo”, afirmou. Mas isso não saiu em nenhum jornal! Além dessa senhora, uma jovem foi derrubada também pelos fotógrafos, e um cinegrafista, que estava no meio do tumulto, caiu. Nenhuma pessoa que entrou para votar sofreu qualquer lesão.

Não é verdade que houve “pancadaria”. Houve, sim, o empurra-empurra típico das aglomerações, e a até agora alegação de agressão de um dos humoristas do programa CQC, que fez todo tipo de provocação e se postou (ele mesmo admite) diante do veículo onde supunha que Genoino estivesse (ele já havia ido embora àquela altura). No calor do conflito, com os ânimos acirrados, a insistência do humorista em falar com o ex-deputado teria irritado alguns militantes, o que, se ficar provado, terá sido o único incidente da manifestação.

Assinam:
Austriquiliano Lucena
Daniela Antunes
Danylo Bomtempo
Natalina Ribeiro
Marcia Barral
Sergio de Carvalho

http://www.conversaafiada.com.br/politica/2012/10/31/verdades-sobre-a-%E2%80%9Cconfusao%E2%80%9D-na-votacao-de-genoino/

Eleições 2012 confirmam Lula como líder mais influente da América Latina

Parte da imprensa latino-americana considerou a eleição de Haddad como um triunfo da perspicácia política de Lula. Nenhum outro líder da América Latina obteve tamanho sucesso eleitoral recente nas urnas

lula haddad vitória são pauloNas eleições municipais de São Paulo vencidas pelo PT, seu líder Luiz Inácio Lula da Silva confirmou ser o único presidente latino-americano que mantem intacta sua influência e a capacidade de conduzir as linhas de um projeto de poder de longo prazo. Basta fazer uma comparação rápida pelo continente para demonstrar a tese.

Há três meses, o presidente mexicano Felipe Calderón Hinojosa fracassou em sua tentativa de fazer com que sua agrupação, o direitista Partido Ação nacional, continuasse no poder no próximo mandato. Na Colômbia, o ex-presidente Álvaro Uribe viu seu projeto de poder belicista ser arquivado por seu sucessor, Juan Manuel Santos, um direitista envolvido hoje no diálogo de paz com a guerrilha das FARC.

A eleição de Fernando Haddad foi, sem dúvida, um triunfo da perspicácia política do ex-mandatário.

Comunicando-se por momentos com sinais devido a um tumor na laringe, Lula convenceu a cúpula do PT, há um ano, para que o até então pouco conhecido Fernando Haddad, fosse o candidato à prefeitura de São Paulo. Estava só. Os médicos tinham diagnosticado seu câncer no dia 28 de outubro de 2011. No dia 30 começou as sessões de quimioterapia e, na mesma semana, chamou seus companheiros para conversar sobre a ideia que vários viam como um capricho: a postulação desse graduado em Direito, Economia e Filosofia, autor de uma tese de doutorado sobre novas leituras de Marx, que nunca havia disputado um cargo majoritário.

Finalmente, a direção petista acatou a candidatura do afilhado político de Lula em novembro do ano passado e a oposição ligada ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, líder do Partido da Socialdemocracia Brasileira (PSDB) comemorou antecipadamente o que imaginou seria uma derrota humilhante do PT nas eleições nesta cidade-estado de 11 milhões de habitantes que é São Paulo.

Dono se uma sensibilidade política impar, Lula se envolveu não só na defesa desse professor de 49 anos, que foi eleito ontem com mais de 56% dos votos, mas na nacionalização da eleição. Era praticamente o único petista convencido que seu partido era capaz de vencer em São Paulo e desferir assim um golpe no fígado da direita que havia feito da maior metrópole sulamericana uma trincheira ao projeto iniciado em 2003 com a chegada do maior partido da esquerda latino-americana ao Palácio do Planalto.

Essa obstinação colocou Lula a beira do ridículo midiático.

Desde o interior da empresa de entretenimento, notícias e desinformação Globo, o partido de fato cujo norte político tem sido atacar o governo petista da maneira que puder, surgiu a interpretação disseminada com força viral nos círculos políticos, de que o ex-torneiro mecânico estava debilitado por sua enfermidade e isso tinha feito feito com que ele perdesse o sentido da realidade ao pretender que o “poste” Haddad se tornasse um candidato viável.

A Globo baseava sua argumentação em um dado correto, o de que o postulante à prefeitura era um nada eleitoralmente, já que há 90 dias, somente 3% dos paulistanos sabia de sua existência.

Ao longo da campanha, a Globo tratou Haddad com o mesmo script adotado em 2010 quando sua linha editorial foi mostrar a então candidata presidencial Dilma Rousseff como uma “ex-terrorista” sem luzes, tese urdida por Fernando Henrique Cardoso que a tratou como uma “marionete de Lula”. Cardoso e a Globo erraram o diagnóstico: Dilma demonstrou ter identidade própria e venceu as eleições presidenciais com 56 milhões de votos, derrotando Serra, do PSDB, o mesmo candidato que ontem foi derrotado por Fernando Haddad, em São Paulo.

Se a eleição de Dilma Rousseff há dois anos se deveu em grande parte ao ex-mandatário, a de Haddad foi uma obra que ele projetou e montou peça por peça desde o início, sem contar com a visibilidade que lhe dava o exercício da presidência.

Lula é um construtor obcecado e é o verdadeiro vencedor da eleição de domingo, a qual chegou a definir como uma “guerra” diante do bloco conservador que havia tomado como bandeira de campanha o escândalo de corrupção conhecido como “mensalão”, ocorrido durante seu governo entre 2003 e 2005.

A quimioterapia afetou o timbre de sua voz, mas isso não o impediu de participar como um militante de base em dezenas de atos em favor de Haddad e de dezenas de candidatos a prefeituras em todo o país antes do primeiro turno de 7 de outubro. Após um breve recesso em 17 de outubro quando viajou a Buenos Aires para reunir-se com a presidenta Cristina Fernández de Kirchner, no dia 19 Lula já estava animando outro comício em São Paulo na reta final do segundo turno realizado neste domingo.

A vigência política de Lula logo depois de deixar o governo é outro dado pouco usual na América Latina: nas recentes eleições presidenciais do México, o presidente Felipe Calderón foi derrotado pela oposição. Algo similar ocorre na Colômbia, onde o ex-presidente Álvaro Uribe viu seu projeto de guerra ser deixado de lado por seu sucessor Juan Manuel Santos em troca dos incipientes diálogos de paz com as FARC.

“Quero agradecer do fundo do meu coração ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Sou grato ao presidente Lula pela confiança e o apoio sem os quais teria sido impossível vencer essa eleição”, disse Haddad diante de seus correligionários que se preparavam para os festejos na Avenida Paulista.

Haddad também agradeceu à presidenta Dilma que, na sexta-feira, havia participado de uma festa privada por ocasião do aniversário de Lula que, no sábado, completou 67 anos.

O triunfo em São Paulo e o bom desempenho do partido governante nos 5.568 municípios que realizaram eleições em 7 de outubro, dos quais 50 tiveram segundo turno domingo, também foi uma vitória para Dilma, de 64 anos, ao cumprir a primeira metade de seu governo.

Haddad conquistou a confiança de Lula graças à sua gestão como ministro da Educação entre 2005 e 2012, quando implementou um programa de bolsas para estudantes pobres, o Prouni, que permitiu que cerca de um milhão de jovens chegassem à universidade.

Agora deverá demonstrar que é competente para governar São Paulo e, se o fizer, confirmará seu nome como uma referência da nova geração petista, essa que Lula imagina, poderá governar o país na próxima década. Essa é a aposta de longo prazo do fundador do PT.

Dario Pignotti, para o Jornal Página/12 (Argentina) @DarioPignotti. Tradução: Katarina Peixoto, Carta Maior

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2012/10/eleicoes-2012-lula-lider-mais-influente-america-latina.html

APÓS PROTESTO - Reitor da UFC confirma os 12,5% de vagas para estudantes cotistas

O reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Jesualdo Farias, assegurou, na tarde desta terça-feira, 30, 12,5% de vagas da universidade para estudantes cotistas. Durante esta manhã, um grupo de estudantes invadiu o prédio da Reitoria e praticou atos de vandalismo, depredando diversos pontos do local, como lixeiras e a porta principal.

O reitor declarou, durante entrevista coletiva, querer a implantação da reserva de 80% das vagas drecionadas para estudantes cotistas que recebem até um salário mínimo e meio. No entanto, segundo ele, vai depender da aprovação do MEC, pois seria necessário fazer alterações no sistema de seleção do Sisu.

Pela lei, 50% das vagas de cotas vão para estudantes com renda familiar abaixo de 1,5 salário minimo. Todas as vagas das cotas devem ser distribuídas entre negros, pardos e índios, de acordo com o Censo do IBGE no Estado.

A UFC aprovou que, em vez de 50%, serão destinadas 80% das vagas aos estudantes mais pobres. No entanto, o sistema do MEC está preparado para a seleção dos 50%. A Universidade aguardará ministério se pronunciar para saber se é possível fazer a alteração já para a seleção deste ano (Sisu).

Protesto
O protesto desta manhã pedia a reserva de 50% das vagas da instituição para cotistas. No entanto, a legislação prevê que estes 50% sejam implantados até o ano de 2016. As universidades têm autonomia para reajustar anualmente o percentual até se adequar nos 50% previstos.

Sobre os atos de vandalismo, o reitor esclareceu que a Polícia Federal está investigando para descobrir os autores.

Redação O POVO Online com informações do repórter Geimison Maia

http://www.opovo.com.br/app/fortaleza/2012/10/30/noticiafortaleza,2945599/reitor-da-ufc-confirma-os-12-5-de-vagas-para-estudantes-cotistas.shtml

Dicas para a reta final no Enem

Ansiedade, estresse e cansaço são alguns dos sentimentos que rondam a cabeça dos estudantes antes do início do Enem, realizado nos dias 3 e 4 de novembro. Conheça algumas dicas

O calendário não deixa esquecer: falta uma semana para a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio 2012 (Enem). O nervosismo começa a pairar sobre cerca de 5,8 milhões de estudantes que realizarão as avaliações no próximo final de semana (3 e 4 de novembro). São pelo menos 115 instituições de ensino em que o teste será utilizado como seleção, de acordo com levantamento da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC).

No Ceará, serão 345.002 participantes, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Dentre eles está o estudante Aquiles Oliveira, 25 anos, que faz curso de preparação para o vestibular desde janeiro. Ele decidiu trancar a faculdade de Economia para fazer pela primeira vez o Enem e concorrer a uma chance em Arquitetura. "Foi complicado voltar a estudar (para o vestibular). Tive de entrar no ritmo de novo, fazer um pouco de revisão", aponta.
Ele afirma que seu tempo tem se dividido entre as aulas pela manhã e os estudos na biblioteca pela tarde. "Ficávamos estudando até às sete horas (da noite)", explica. Agora, na reta final, Aquiles resolveu dar um freio na rotina e se dedicar apenas à resolução de exercícios. Mas a ansiedade só cresce. "Meu ritmo de estudo está mais tranquilo, mas eu estou cada vez mais tenso. Às vezes, parece que você não sabe de nada", acrescenta.
De acordo com Katiane Fernandes, psicóloga do 3° Ano do Ensino Médio e do Pré-Vestibular do Colégio Ari de Sá, a insegurança e o medo são as principais dificuldades dos pré-vestibulandos, algo comum nesta fase. "A primeira coisa necessária é o aluno entender que a ansiedade é normal diante da tensão e do desafio que é o Enem. O problema é quando a ansiedade fica excessiva, o que pode atrapalhar na hora da prova", adverte.

Rotina equilibrada
Katiane destaca que, nestes últimos momentos, a "palavra básica é equilíbrio". "Nessa reta final, o importante é ter equilíbrio, tanto em relação às atividades de lazer quanto ao estudo, respeitando seus próprios limites. Deve se fazer tudo com moderação", aconselha. Ela ainda lembra que a interação com outras pessoas é um fator essencial para que o candidato esteja mais calmo durante o exame. "O aluno deve curtir a família, conversar com os amigos, caminhar, rir, enfim, praticar atividades que sejam leves e despertem a descontração", exemplifica.
Andrea Herculano, coordenadora do 3° Ano do Colégio Lourenço Filho, também frisa que é importante o candidato priorizar a revisão dos assuntos já estudados, mas também deve respeitar o tempo de descanso. "Não é interessante focar os assuntos não vistos, embora uma leitura extra possa vir a fazer diferença. Contudo, isso deve ser feito da forma mais lúdica possível para não aumentar o nível de ansiedade do aluno", pontua.

"Rotina de estudo

O aluno deve avaliar seu tempo livre e dividi-lo de forma coerente, contem plando todos os conteúdos e deixando espaço para o descanso”, afirma Andrea".

"Prioridades
Deve-se priorizar a leitura, a produção de textos, assim como a resolução de exercícios ou questões retiradas de provas do Enem”, aconselha Andrea".

http://concursoseempregos.opovo.com.br/app/universidades/enem/2012/10/29/enem-internanoticia,1866/dicas-para-a-reta-final-no-enem.shtml

Tribunal derruba ordem para retirada de índios de fazenda em Iguatemi

Nova decisão foi anunciada pelo ministro da Justiça, em Brasília. Liminar que determinava desapropriação levou tribo a 'pedir' morte coletiva.

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (SP e MS) cassou nesta terça-feira (30) liminar (decisão provisória) de um juiz federal de Naviraí (MS) que determinava a desocupação pelos índios guarani-kaiowá de área na Fazenda Cambará, em Iguatemi, a 466 km de Campo Grande.

A informação foi anunciada pelo ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, em reunião com membros da etnia na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência. Cardozo informou ainda que determinou o envio de reforço da Polícia Federal e da Força Nacional para evitar que a tensão entre indígenas e produtores rurais provoque violência.

"Estamos enviando um reforço de pessoas e viaturas da Força Nacional. A Polícia Federal também vai reforçar policiamento na área. Não vamos informar o efetivo por questões de segurança, mas é o suficiente para garantir paz", afirmou Cardozo.

Pela nova decisão, os índios devem permanecer no local até que sejam terminados os procedimentos administrativos de demarcação das terras. Eles não poderão impedir a circulação de pessoas no local nem ampliar a terra hoje ocupada, de 10 mil metros quadrados. Também não poderão desmatar áreas verdes nem caçar os animais da fazenda.

A área ocupada pela a comunidade de Pyelito Kue, localizada no sul do Mato Grosso do Sul, é de reserva nativa, que não pode ser explorada economicamente. Os índios atravessaram o rio e foram para a propriedade rural em novembro do ano passado, três meses depois de terem o acampamento onde moravam ser destruído em um ataque no dia 23 de agosto de 2011 (entenda o caso).

No dia 17 de setembro deste ano, a Justiça Federal de Naviraí determinou a saída dos índios do local deferindo pedido de desapropriação feito pelo proprietário das terras, o produtor rural Osmar Bonamigo.

Por conta da decisão os índios chegaram a divulgar uma carta em que anunciavam morte coletiva caso tentassem retirá-los das terras. O líder dos guarani-kaiwoá Solano Lopes, que participou da reunião na Secretaria de Direitos Humanos, esclareceu que o texto não significa que haverá suicídio coletivo, mas que os indígenas lutarão "até o último guerreiro" pela permanência na propriedade.

"A comunidade tem uma decisão de não sair nem por bem nem por mal. Vamos lutar por essa terra até o último guerreiro. Não vamos matar uns aos outros, mas vamos morrer pela nossa terra", afirmou.

Solano Lopes argumentou ainda que a propriedade em Iguatemi é dos indígenas há dezenas de anos. "

Demarcação
De acordo com o ministro Eduardo Cardozo, o estudo etnológico da Funai, para averiguar se a terra é indígena, já foi concluído. "Só falta o levantamento fundiário, que deve ser concluído em 30 dias", afirmou.

A decisão definitiva sobre a demarcação, contudo, não tem prazo para ocorrer, já que a demarcação pode ser contestada judicialmente pelo estado, município e pelos produtores rurais.

A ministra Maria do Rosário também criticou a demora do Judiciário, especialmente do Supremo Tribunal Federal, para decidir sobre recursos contra demarcações de terras indígenas no país. "A morosidade na votação de matérias que dizem respeito a terras indígenas no STF intensifica a tensão na região. Vamos procurar os ministros para tratar das ações que tramitam lá", disse.

'Satisfeito pela metade'
Após anúncio, o guarani Otoniel Nhandherou, liderança indígena, chorou e disse estar "satisfeito pela metade". "Não quero mais meu povo morrendo por causa dessa terra. Eu vou ficar feliz totalmente quando toda essa área for demarcada. Quando morrer vai ser de olho aberto para mostrar minha angústia", disse.

Já o cacique guarani Solano Lopes pediu cópia da decisão para comprovar que eles poderão, de fato, permanecer na na propriedade até a demarcação.

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, disse que o governo vai agilizar os procedimentos necessários à demarcação.

http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2012/10/tribunal-derruba-ordem-para-retirada-de-indios-de-fazenda-em-iguatemi.html

Adolescente lança marca de doces saudáveis

Menino de 15 anos criou a Unreal Brands e, agora, quer brigar com gigantes como M&Ms e Snickers

Reprodução/SiteUma discussão familiar foi o ponto de partida para o adolescente Nicky Bronner, de Boston, iniciar sua jornada que busca recriar os doces prediletos dos norte-americanos. Aos 15 anos de idade ele comanda uma marca que bate de frente com gigantes como M&Ms e Snickers.

Com confeitos e caramelos com chocolate livres de conservantes, 40% menos açúcar e apenas ingredientes naturais, acredite se quiser, ele já opera sob o aporte de investidores de peso e atrai o engajamento público de astros como Gisele Bündchen, Tom Brad, Matt Damon e o cantor John Legend.

A top Gisele Bündchen, aliás, já gravou um filme comercial para a internet experimentando as guloseimas com cara de quem estava gostando. E com o marido Tom Brady, um dos principais nomes do futebol americano, comprometeu-se a falar sobre os atributos saudáveis da Unreal Candy, a empresa de Nicky Bronner, no Twitter e no Facebook.

Na esteira desse “boca a boca” todo, os produtos da marca já podem ser encontrados em mais de 30 mil pontos de venda dos Estados Unidos. E o jovem de 15 anos, ao lado do sócio Adam Melonas, um chef australiano na casa dos 30, ganhou destaque na imprensa, como nesta entrevista à rede de televisão FOX ou nesta reportagem no tradicional The Wall Street Journal.

Doces confiscados e pai milionário. Mas a história de Nicky Bronner, Gisele Bundchen e Adam Melonas foram se cruzar com a Unreal Candy por conta de uma discussão familiar do jovem com seu pai, Michael Bronner,  um empreendedor de sucesso.

Fundador de empresas como Upromise Inc. e Digitas Inc., vendidas por US$ 300 milhões e  US$ 1 bilhão, respectivamente, Michael Bronner, além de milionário, é adepto de atividades como corrida e yoga. E em uma noite de halloween, em que as crianças saem pela vizinhança ganhando doces de porta e porta, resolveu confiscar parte do lote que o filho trouxe para casa.

Ao invés de ceder à lógica do pai, que não queria o filho em contato com um tipo de comida que, afirmava, seria prejudicial para a sua saúde, Nicky foi pesquisar na internet. Estava atrás de evidências que o ajudassem a mudar a opinião da família. Mas acabou assustado com o que encontrou. “Pelo menos uma vez, meu pai estava realmente certo”, disse o garoto.

Questionando-se se seria possível preparar e comercializar doces sem conservantes, com menos açúcar e matérias primas naturais, chegou até o renomado cientista britânico Peter Barham, especialista em gastronomia molecular, que, por sua vez, o colocou em contato com Adam Melonas, que na época estava na Espanha à trabalho. Com as bençãos do pais, Nicky Bronner convidou e convenceu o chef a cruzar o Atlântico para se tornar sócio de uma empresa que ainda não existia.

“Você não vê muitas crianças que tem esse tipo de acesso a financiamentos e com ideias inovadoras ao mesmo tempo”, afirmou Len Schlesinger, presidente aposentado da Limited Brands (dona de marcas como Victoria’s Secret), comandante da Babson College e, por acaso, integrante do conselho diretivo da Unreal Candy.

“Se não fizermos isso (de oferecer uma alternativa ao produtos de gigantes do mercado de doces), quem vai fazer?”, questiona Michael Bronner. Ele recentemente organizou para o filho uma rodada de encontros com investidores interessados no negócio e usou seu prestígio para recrutar 19 funcionários para empresa, entre executivos da Procter & Gamble, Kellogg, Google e Godiva Chocolatier.

http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,adolescente-lanca-marca-de-doces-saudaveis-que-faz-sucesso-ate-com-gisele-bundchen,2375,0.htm

Mulheres que param de fumar antes dos 40 ganham NOVE anos de expectativa de vida

Dois estudos recentes mostraram os benefícios de parar de fumar: o cigarro pode tirar, em média, 10 anos de sua expectativa de vida.

Um estudo japonês com 68 mil fumantes, por exemplo, descobriu que aqueles que nasceram entre 1920 e 1945, época em que era comum uma pessoa começar a fumar antes dos 20 anos, perderam em média 10 anos de vida, e tinham um índice de mortalidade duas vezes maior do que o de não fumantes.

Já um novo estudo publicado na revista The Lancet que acompanhou quase 1,2 milhões de mulheres na Grã-Bretanha mostrou que fumar durante a vida adulta tira em média 11 anos da expectativa da vida.

Na Europa e nos Estados Unidos, a popularidade do tabaco entre as mulheres atingiu o seu pico na década de 1960, muito mais tarde do que para os homens. O novo estudo é um dos mais extensos sobre os impactos do tabagismo nesta geração de mulheres, provavelmente a primeira geração a ter fumado substancialmente ao longo das suas vidas adultas.

A pesquisa

1,2 milhões de mulheres no Reino Unido foram seguidas entre 1996 e 2001. As voluntárias tiveram que detalhar seu histórico de tabagismo e tinham em média 55 anos quando se inscreveram para o estudo.
20% eram fumantes, 28% eram ex-fumantes e 52% nunca haviam fumado.

Segundo os dados, o grupo de mulheres que continuaram fumando tinha uma taxa de mortalidade três vezes maior do que o das não fumantes. As principais causas de morte entre as fumantes foram doença pulmonar crônica, câncer de pulmão, acidente vascular cerebral (derrame) e doenças cardíacas.

Entre as mulheres que perderam o hábito de fumar antes dos 40 anos, os pesquisadores mediram um ganho de vida útil médio de mais de nove anos, em comparação com aquelas que nunca pararam. As que pararam de fumar antes de 30 ganharam cerca de 10 anos.

“Seja homem ou mulher, fumantes que param antes de atingir a meia idade ganham cerca de 10 anos de vida”, concluiu o coautor do estudo Richard Peto, da Universidade de Oxford (Reino Unido).

Parar de fumar x nunca fumar

Segundo os pesquisadores, a mensagem do estudo não é que as mulheres parem de fumar aos 40, mas sim que nunca fumem. “As mulheres que já fumaram têm uma taxa de mortalidade 1,2 vezes maior do que as que nunca fumaram. Este é um risco substancial, que causa uma em cada seis das mortes entre essas ex-fumantes”.

A quantidade de cigarro fumada também importa, mas não salva ninguém. Embora os riscos aumentem com a quantidade fumada, mesmo aquelas que fumam menos de 10 cigarros por dia têm o dobro da taxa global de mortalidade de não fumantes.

Os cigarros “light”, preferidos por muitas mulheres, são outra enganação. “Cigarro de baixo teor de alcatrão não significa cigarro de baixo risco. Mais de metade das pessoas que fumam esses cigarros acabam mortas por eles”, afirma Peto.[MedicalXpress, Telegraph,Foto]

http://hypescience.com/mulheres-que-param-de-fumar-antes-dos-40-ganham-nove-anos-de-expectativa-de-vida/

Ação de sindicato pede pagamento de salários atrasados

A Apeoc entrou na Justiça para que professores e servidores recebam seus salários que estão, respectivamente, a dois e quatro meses em atraso. Uma assembleia está marcada para a próxima semana e prevê greve na cidade

Os professores de Palhano não recebem salário há dois meses. A situação difícil motivou ação ajuizada no último dia 23. O Sindicato dos Servidores Públicos das Secretarias de Educação e Cultura dos Municípios e do Estado do Ceará (Apeoc) pede que esses profissionais voltem a receber salário por seus préstimos ao município.

Os vencimentos de outros servidores da Educação estariam atrasados quatro meses. A ação trata também desses trabalhadores, pedindo à Justiça o ressarcimento dos salários em atraso. Segundo o vice-presidente da Apeoc, Reginaldo Pinheiro, outras categorias teriam sido ainda atingidas pelo mesmo problema.

A denúncia foi protocolada nos Ministério Público do Estado e Federal, além do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), depois que uma assembleia, realizada no último dia 17, deflagrou a insatisfação na categoria. Uma nova reunião está programada para a próxima semana. Lá será discutida a possibilidade de paralisação. Pinheiro avalia que há grandes chances de uma greve no município.

A representante do sindicato em Palhano, a professora aposentada Carmosina Moura prevê que a assembleia da próxima semana deverá tentar envolver servidores de outras pastas para se engajar numa eventual greve.

“A causa do atraso é, no mínimo, incompetência do gestor com a coisa pública. Na nossa avaliação, é o excesso de contratação que antecede o período eleitoral”, analisa Pinheiro.

“É necessário que gestores municipais tenham um corpo de funcionários profissionalizados que não fique refém das indicações dos políticos”, diz Anízio Melo, o presidente da Apeoc. Em relação às prefeituras do Estado, Melo julga que elas ainda carecem de assessoramento qualificado para aplicação dos recursos na educação.

Outro lado

O chefe de gabinete, João Amaral, afirma que o prefeito Nilson Freitas (PSD) está tomando “todas as providências” para efetuar os pagamentos. Ele acrescenta que a prefeitura estaria “se organizando” para isso.

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que desonerou produtos da linha branca, foi apontado por Amaral como um dos principais responsáveis pelo atraso.

O IPI é um dos impostos que abastece o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), cujos repasses são grande parte da receita de alguns municípios do Interior. Freitas foi reeleito no último dia 7 de outubro, com 2547 votos.

ENTENDA A NOTÍCIA

A Apeoc, sindicato que representa professores e servidores da educação, identificou situações críticas em relação a atrasos de salários em dois municípios do Estado. Uma ação pede que as prefeituras paguem o devido.

Número
4 meses é o tempo de atraso em alguns salários em Palhano

O Povo (30/10/2012)

http://apeoc.org.br/ultimas-noticias/34-ultimas-noticias/5627-acao-de-sindicato-pede-pagamento-de-salarios-atrasados.html

Campanha Mundial do AVC

 
O que é AVC?

O AVC pode ser causado pela obstrução de uma artéria ou de uma veia cerebral por um coágulo ou por um fragmento deste que se desprende, produzindo uma isquemia ou infarto cerebral. O AVC hemorrágico é quando há ruptura de artérias cerebrais ou de um aneurisma cerebral.

O AVC é uma emergência médica: seu atendimento imediato pode salvar vidas e impedir ou reduzir as conseqüências de uma isquemia ou hemorragia cerebral.

Atualmente, existem novos tratamentos, como os trombolíticos, que são utilizados na fase hiperaguda do AVC isquêmico, em pacientes que preenchem os critérios para o seu uso, e que podem restabelecer a circulação cerebral. Trombolíticos são substâncias que dissolvem os coágulos dentro das artérias.

Existem evidências claras de que o tratamento em unidades especializadas, onde os cuidados às pessoas com AVC são mais qualificados, proporciona uma melhor recuperação e reduz de forma significativa as conseqüências dessa doença.

Sintomas de um AVC
Os sinais e sintomas que mais comumente podem indicar um AVC são:
- Falta de força do braço e perna de um lado do corpo (às vezes só um membro);
- Dormência de um lado do corpo;
- Fala enrolada ou arrastada;
- Boca puxando para um lado;
- Perda transitória da visão de um olho;
- Dor de cabeça muito intensa, com náuseas e vômitos.

Lembre-se, o AVC é uma EMERGÊNCIA MÉDICA. Procure atendimento imediato em um centro de referência hospitalar.

http://www.hospitalmoinhos.org.br/content/especialidades/saibamais-detalhe-especialidade.aspx?ida=24&id=89

Intervenção Natural – Cultura, Arte e Consciência Ambiental em Pacatuba (CE)

A cidade foi mesmo tomada por um novo sentimento …

Em uma medida mais que louvável e que faz jus a múltiplos elogios. Eis que desponta no cenário de nossa Pacatuba esse grupo de cidadãos INtitulados de INTERVENÇÃO NATURAL, cujo propósito é o de intervir usando a arte e a ação em defesa de uma cidade que observe e que busque preservar as belezas naturais aqui existentes.

Assim sendo, a nossa calçada virtual não mais tecerá nenhum comentário. Deixará que eles mesmos se apresentem a partir das informações que foram colhidas em sua Página Virtual.

Portanto, confira:

“ Intervenção Natural surgiu da inquietação e necessidade de mostrar às pessoas a importância de cuidar da natureza. Intervindo em espaços ociosos e desacreditados, dando uma nova vida através de diversas linguagens artísticas, tornando-o um local de sociabilidade sempre com a temática voltada ao meio ambiente.

Muitas vezes vista como antagônicas, a cultura urbana e a cultura popular tradicional, propomos atividades conjuntas em que haja o diálogo entre ambas, não fortalecendo esteriótipos pré concebidos de que as mesmas possam viver de maneira separadas.

Mudar o curso atual do comportamento social é um desafio para a INTERVENÇÃO NATURAL, mas a arte sensibiliza o consciente dos inconseqüentes e abala subversivamente o inconsciente de qualquer um.

Com uma linguagem inovadora, fugindo do padrão e com temáticas pouco trabalhadas a arte de protesto sócio -ambiental vai aquecendo a chama da cultura dentro da fogueira viva que é o coração do povo que a muito grita abafado sem que ninguém os escute.”

A fim de materializar suas ações, trazemos alguns registros fotográficos:

E-mail:intervencaonatural@hotmail.com

https://www.facebook.com/IntervencaoNatural

Revalorizar magistério é objetivo de plano nacional

"Na avaliação do secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Cesar Callegari, o processo de revalorização da docência já começou. "O magistério vai se transformar em uma função pública de alta prioridade", garante.
Entre as vantagens, ele cita a aposentadoria diferenciada (redução de cinco anos no tempo de contribuição); piso salarial estabelecido por lei; e estabilidade, no caso dos efetivos. As metas de formação inicial e continuada, planos de carreira e ganho salarial, previstas no PNE, contribuiriam para essa recuperação. O secretário acrescenta que, nos próximos 20 anos, o setor terá forte demanda, e é provável que haja pressão pela elevação salarial em razão disso.
- Gradativamente, o magistério vai se transformar em carreira atrativa de novo, em boa opção profissional e de vida. Nos próximos anos, ele recuperará o status que já teve, sobretudo na educação básica - sustenta."

Por: Prof. Helder Nogueira

https://www.facebook.com/groups/192108140833792/469836849727585/?notif_t=group_activity

http://www.cnte.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=11104%3Arevalorizar-magisterio-e-objetivo-de-plano-nacional&catid=475%3Acnte-informa-638-19-de-outubro-de-2012&Itemid=200319

ORDEM PROSTITUÍDA

A bandeira nacional trás consigo um lema de natureza positivista, como positivistas eram os conspiradores republicanos. Diz a referida insígnia: “Ordem e Progresso”. Quando eles se referem à ordem estão clamando pelo exercício da paz social, estão clamando pela permanência de um estado de acomodação de tal forma que o conjunto da sociedade consinta, tranquilamente, a existência da mais cruel desigualdade. Ordem, vale repetir, é o conformismo com os fatos de que poucos desfrutem de tudo, enquanto à imensa maioria falte o essencial para uma vida que possamos chamar de digna. A palavra ordem é seguida pela palavra progresso. Dizendo melhor, pretendem eles, os donos da república capitalista, que floresçam a ordem social e o progresso dos negócios que tanto servem para enriquecer uma ínfima minoria.

Posto o quadro de nossa realidade nesses termos, poucos são os que percebem que por trás de uma presumida ordem, o que de fato reina, é a mais profunda prostituição dos valores mínimos que deviam reger a sociedade em que vivemos. A ordem prostituída é aquela que permite transitar livremente um dos maiores corruptos dessa república, o sr Paulo Maluf. A ordem prostituída é aquela que manda arquivar um processo criminal contra o larápio e ex-ministro Antonio Palocci. Essa ordem prostituída que através do Superior Tribunal Federal- STF, absolveu de qualquer culpa a figura emporcalhada do sr Fernando Collor de Melo é essa mesma ordem prostituída  que franqueia o retorno do sr Collor ao cenário político, hoje de mãos dadas com o petismo não menos prostituído, sob a liderança do ex-metalúrgico Luis Inácio da Silva.

Os atos de prostituição “lícitos” e ilícitos, dessa pútrida república que ostenta em sua bandeira o lema “ordem e progresso”, são tantos que não haveria espaço e tempo para nominá-los. Quando num gesto singular, o STF julga e condena a quadrilha do mensalão, levantam-se vozes em protesto, dizendo que o ato de punição foi um ato golpista levado a cabo de forma irmanada entre o STF e a imprensa.

Por que esses senhores não bradaram diante do “golpe” que absolveu o sr Fernando Collor de Mello? Por que esses mesmos senhores não levantaram os seus protestos quando foi mandado arquivar a denúncia do propineiro Antonio Palocci?

Por tudo que foi dito, cabe-nos uma única conclusão: a ordem burguesa, a ordem capitalista, não passa de uma ordem profundamente prostituída e a serviço de uns poucos.

Postado por Gilvan Rocha

http://gilvanrocha.blogspot.com.br/2012/10/ordem-prostituida.html

Vitorioso, Haddad propõe derrubar 'muro da vergonha' e unir a cidade

'Pela vontade soberana dos paulistanos, sou agora o prefeito eleito de São Paulo', disse o petista em um hotel alugado para a festa na região dos Jardins

Vitorioso, Haddad propõe derrubar 'muro da vergonha' e unir a cidadeO prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, agradeceu os eleitores, a militância, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta Dilma Rousseff no primeiro discurso após a confirmação da vitória. Como de praxe, o petista pregou a unidade e cobrou a derrubada do "muro da vergonha" que separa a cidade rica da cidade pobre. A fala de comemoração foi um resumo do tom de sua campanha no segundo turno, pregando a vontade de mudança dos paulistanos.

Ele disse que o objetivo central, "delineado, discutido e aprovado pela população de São Paulo" é "diminuir a grande desigualdade existe na nossa cidade, é derrubar o muro da vergonha que separa a cidade rica da cidade pobre". "Somos uma das cidades mais ricas e, ao mesmo tempo, uma das mais desiguais do planeta. Não podemos deixar que isso siga assim, por tempo indeterminado, exatamente no período em que o Brasil vem passando por uma das mudanças sociais mais vigorosas do mundo. A prefeitura tem um papel importante nisso, pois é ela que cuida da oferta e da qualidade de alguns dos serviços públicos mais essenciais."

No discurso, Haddad homenageou em primeiro lugar e especialmente aquele que foi o criador de sua candidatura: "Quero agradecer do fundo do coração o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Viva o presidente Lula", falou ao microfone em um hotel alugado pela campanha na região dos Jardins, bairro de classe alta de São Paulo, cercado pelas lideranças que participaram da festa de sua eleição, entre os quais os ministros da Educação, Aloizio Mercadante, da Cultura, Marta Suplicy, e da Saúde, Alexandre Padilha.

"Agradeço a presidenta Dilma pela presença vigorosa na campanha desde o primeiro turno, pelo estímulo pessoal e o conforto nos momentos maois difíceis dessa campanha", prosseguiu o prefeito eleito.

Ao lado de ministros, Haddad fez agradecimentos especiais a Lula e Dilma
Ele mencionou também  os aliados e enfatizou a importância do apoio do PMDB ao falar dos "apoiadores que ampliaram nossa corrente no segundo turno, nos quais sintetizo minha homenagem e agradecimento nas figuras do querido deputado Gabriel Chalita (pausa para aplausos) e do vice-presidente Michel Temer".

Com elegância e ironia, Haddad agradeceu os opositores: "Porque me obrigaram nessa campanha a extrair o melhor de mim para poder superá-los numa campanha limpa e democrática."

Fernando Haddad reafirmou o mote de sua campanha dizendo ter sido eleito "pelo sentimento de mudança que domina alma do povo de são Paulo. Fui eleito pela força deste signo. Ser prefeito pela força da mudança significa não ter tempo a perder. Significa sobretudo unir a cidade em torno de um projeto coletivo, de todos os paulistanos, de todos os moradores de São Paulo". E acrescentou: "Melhorar os serviços públicos é também uma forma concreta de distribuir renda, diminuir os desequilibrios, aumentar e garantir a paz social. Esta não é uma tarefa fácil, dado a complexidade dos problemas que veem se acumulando. Mas se São Paulo não conseguir resolver seus problemas, que cidade no Brasil e no mundo conseguirá fazê-lo? O fracasso de São Paulo seria o fracasso desse genial modelo de convivênvia, que a humanidade desenhou ao longo dos séculos para sobreviver e ser feliz. Essa invenção insuperável do gênio humano chamada cidade."

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/2012/10/vitorioso-haddad-propoe-derrubar-muro-da-vergonha-e-unir-a-cidade

Para analista, resultados eleitorais consolidam projeto 'Dilma 2014'

Segundo diretor do Diap, sensação de 'bem-estar' da população prevaleceu sobre denúncias e tornou vitoriosos partidos da base aliada

O resultado das eleições municipais, ao contrário do que se dizia, fortalece o projeto "Dilma 2014", avalia o analista político Antônio Augusto de Queiroz, diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). “Não resta dúvida de que os partidos da base foram vitoriosos”, afirmou. De 50 cidades com segundo turno, ele estima que 75% elegeram candidatos ligados à base aliada do governo. Queiroz acredita que a sensação de “bem-estar” da população, sustentada por crescimento do emprego e da renda, além de políticas públicas, prevaleceu sobre as denúncias contidas no julgamento do chamado mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF).

“É claro que se não houvesse a denúncia do mensalão o PT teria crescido muito mais. Mas entre uma acusação ético-moral e uma sensação de bem-estar, o eleitor prefere racionalmente optar pela segunda tese. Até porque quem está acusando o PT pratica algo muito parecido”, afirma o analista do Diap.

Nesse sentido, ele considera o PT vitorioso política e eleitoralmente. “Politicamente porque enfrentou uma campanha dos meios de comunicação com o objetivo de carimbar o partido como corrupto. É uma vitória indiscutível. Voltou à condição de partido mais votado na eleição municipal. Mesmo perdendo em Belo Horizonte, criou uma alternativa importante para o governo de Minas. A meu ver, cometeu seu principal erro em Recife, onde tinha a eleição garantida, mas que dependia de aliança (com o PSB). O mesmo ocorreu em certa medida em Fortaleza, onde disputou razoavelmente bem.” Queiroz atribui a derrota em Salvador muito mais a uma avaliação negativa do governo estadual, petista, do que a uma reedição do “carlismo”.

“A oposição decresceu em número de votos e prefeituras. E a base do governo aumentou”, prossegue o analista. “O núcleo estratégico do governo federal cresceu em número de votos”, acrescentou, citando PT, PSB, PCdoB e PDT. “Até o Psol, que faz uma oposição à esquerda, cresceu. Todos os demais – de oposição ou de uma situação mais conservadora – regrediram.” Ele considera o PSD a surpresa desta eleição, embora com muita concentração no Sul.

Segundo o diretor do Diap, alguns indicadores sociais podem ter sido determinantes nesta eleição, como o crescimento do emprego, “que não se justifica frente ao crescimento do PIB” e o aumento da renda. “Mas o governo tem outras políticas de inclusão social que fazem com que haja uma situação de bem-estar. Os acordos salariais tiveram ganhos reais. E houve ganhos com a redução dos juros.”

Ele considera que o setor “mais atrasado” adotou um discurso na tentativa de desqualificar o PT e tirá-lo da disputa, já pensando em 2014. O PSB, “ainda em fase de consolidação”, deve permanecer como aliado do PT na eleição presidencial. Para o PMDB, partido que diminuiu o número do prefeituras, mas continua como o de maior capilaridade, a alternativa mais viável seria também continuar com o governo, em vez de se arriscar em uma aliança com o PSDB. Quanto a Serra, o analista acredita que ele poderia no máximo almejar uma vaga no Senado. A candidatura ao Planalto “vai muito provavelmente cair no colo do Aécio (Neves), que não vai ter facilidade se o governo continuar bem avaliado”.

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/2012/10/para-analista-resultado-eleitoral-consolida-projeto-dilma-2014

Resultado das Eleições nas Capitais

ResultadosCapitais

Veja o quadro dos partidos após a eleição de 2012

partidoseleitos

O quadro dos partidos que obtiveram êxito na eleição de 2012 em contraposição ao de 2008, revela-nos que o Partido que mais avançou em conquista de prefeituras foi o PT, seguido do PSB. Ao passo que o PMDB, PSDB e, sobretudo, o DEM tiveram perdas significativas em seu poderio.

Cabe ressaltar, o período conflitante pelo qual passou o Partido dos Trabalhadores que teve de enfrentar, às vésperas das eleições, uma verdadeira sabatina judicial com o episódio do Mensalão, mas eis que o resultado não foi condizente com as previsões mais pessimistas advindas desse imbróglio por parte daqueles que aconpanhavam atentamente a cada show televisivo desse embate.

Sem esquecer que o entrave judicial que tinha no banco dos réus militantes emblemáticos dessa sigla partidária, talvez por isso o fatídico episódio não foi, em nenhum momento, atribuído aos cidadãos julgados, mas ao partido ao qual eles pertenciam, no caso o PT.

Prof. Marcos Varela

Eleição 2012 - Roberto Claudio (PSB) é eleito prefeito de Fortaleza

resultado

Fonte: http://divulga.tse.jus.br/oficial/index.html

Eis o números finais da eleição da 5ª maior capital do país. O candidato do PSB, Roberto Cláudio, que representa o grupo cidista, saiu-se vencedor sobre o seu opositor o candidato do PT, Elmano de Freitas.

Agora é esperar o resultado dessa hegemonia representada pelos Ferreira Gomes que, com essa vitória, passa a ser instaurada no Ceará.

Prof. Marcos Varela

Professora é demitida após divulgar fotos de escola alagada em Imperatriz

Imagens mostram alunos realizando prova segurando guarda-chuvas.
Secretário municipal disse que professora procedeu de forma errada.

Chão de sala de aula ficou alagado após chuva (Foto: Uiliene Santa Rosa)A divulgação em redes sociais de fotos que mostram alunos fazendo prova embaixo de guarda-chuvas causou a demissão de uma professora do ensino municipal de Imperatriz (MA). As imagens causaram impacto e o caso ganhou repercussão na cidade. O secretário municipal de Educação, Zeziel Ribeiro da Silva, disse que a medida foi tomada porque a professora procedeu de forma errada. A reportagem foi sugerida por um internauta através do VC no G1.

Uiliene Araújo Santa Rosa, de 24 anos, foi afastada e teve seu contrato com a Prefeitura Municipal de Imperatriz encerrado nesta sexta-feira (26), após a publicação das fotos que mostravam uma sala de aula do Colégio Municipalizado Guilherme Dourado. Nas imagens é possível ver os alunos se protegendo com guarda-chuvas, além do chão da sala de aula alagado e buracos no telhado da instituição. De acordo com a professora, a intenção ao publicar as imagens era chamar a atenção para os problemas da rede municipal. “Não identifiquei o nome do colégio ou de qualquer funcionário da instituição, mas publiquei as fotos em meu perfil pessoal, pois acredito que não se deve ficar de braços cruzados diante de uma situação assim”, falou ao G1.

Acredito na liberdade de expressão e em formar alunos com uma visão crítica, que não se conformem com as coisas do jeito que elas estão.”

Uiliene Araújo

Após a publicação das fotos, Uiliene conta que percebeu que os colegas a tratavam de forma diferente. “Quando voltamos do feriado, percebi que os funcionários me olhavam de uma forma diferente e já não falavam comigo. Era por causa das fotos. Então começaram a boicotar minhas aulas. Não liberavam data-show ou televisão para que eu trouxesse material para os meus alunos, coisa que faziam para os outros professores”, afirmou ela.

Na mesma semana em que as imagens foram divulgadas, a professora conta que a Secretaria de Educação providenciou reparos imediatos no telhado da escola. No dia 25 deste mês, no entanto, Uiliene foi afastada de seu cargo na unidade Guilherme Dourado e na sexta-feira (26), a professora recebeu um comunicado que anunciava o encerramento de seu contrato com a Prefeitura Municipal de Imperatriz por atos de conduta incabível.

“Fui punida pela publicação das fotos e isso não é justo. É o tipo de coisa que acontecia na época da ditadura, mas estamos em uma democracia, não é? Ela [a diretora] não está agindo como uma gestora. Está tratando a escola como propriedade privada, mas a escola é de propriedade pública, é do município. Acredito na liberdade de expressão e em formar alunos com uma visão crítica, que não se conformem com as coisas do jeito que elas estão. Cresci vendo meu pai e meus professores reivindicando os direitos de educação e aprendi a dar valor a ela, então não poderia ficar de braços cruzados frente a essa situação”, relatou a professora.

Após chuva, sala de aula das escola municipal Guilherme Dourado ficou alagada e alunos tiveram que se proteger com guarda-chuvas (Foto: Uiliene Santa Rosa)Após chuva, sala de aula do Colégio Municipalizado Guilherme Dourado ficou alagada e alunos tiveram que se proteger com guarda-chuvas (Foto: Uiliene Araújo/Arquivo Pessoal)

Uiliene, que se formou no ano passado, começará a dar aulas no ensino superior, mas não pretende abandonar a luta pela valorização da educação fundamental. “Passarei a dar aula para o ensino superior, mas já dei aulas em várias escolas municipais desde a época da faculdade e sei o estado delas. Tenho um filho pequeno e fico pensando, será em um colégio como esse que ele terá que estudar?”, pergunta a jovem.

Repercussão
Publicadas em seu perfil pessoal no Facebook, as quatro fotos que mostram o estado da sala de aula do Colégio Municipalizado Guilherme Dourado já contam com quase 200 compartilhamentos e diversos comentários em apoio à professora e indignação diante da estrutura e atitude da unidade.

Em contato com o G1, o secretário municipal de Educação, Zeziel Ribeiro da Silva, confirmou a demissão da professora. De acordo com ele, Uiliene Araújo Santa Rosa é seletivada e seu contrato foi rescindido após a postagem da situação da escola nas redes sociais. O secretário afirmou que o episódio foi isolado e que a escola, que fica no parque São José, um bairro da periferia de Imperatriz, tem um dos melhores prédios entre as municipalizadas da cidade.

Ainda segundo o secretário, uma ventania ocorrida logo após a eleição destelhou a sala mostrada nas imagens e que no dia em que as fotos foram tiradas uma prova seria realizada, mas que a professora poderia ter evitado a situação. Zeziel alegou que em nenhum momento a professora procurou a direção da escola ou mesmo a Secretaria de Educação para denunciar o caso. Ele afirmou, ainda, que a demissão foi comunicada ao prefeito Sebastião Madeira, que autorizou o procedimento.

O secretário alegou que problemas internos não deveriam ser tratados em redes sociais e que a funcionária, efetivada há quatro meses, procedeu de forma errada. Ele afirma que não há perseguição contra a professora e que a medida administrativa também seria tomada em relação a outro funcionário que cometesse o erro.

http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2012/10/professora-e-demitida-apos-divulgar-fotos-de-escola-alagada-em-imperatriz.html

Haddad abre 18 pontos sobre Serra e deve ser eleito em SP, diz Ibope

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, de 49 anos, deve vencer neste domingo, 28, o tucano José Serra

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, de 49 anos, deve vencer neste domingo, 28, o tucano José Serra. Pesquisa Ibope/TV Globo/Estado divulgada no sábado, 27, mostra o petista com 59% de votos válidos, ante 41% do tucano.

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, divulgado na quarta-feira, Haddad oscilou dois pontos porcentuais para cima, enquanto Serra recuou dois.

Na conta dos votos totais, incluídos os entrevistados que pretendem votar nulo ou em branco, o placar da pesquisa é de 50% para Haddad e 35% para Serra.

O Ibope realizou parte de suas 1.204 entrevistas no dia de ontem, após o último debate da campanha, realizado pela TV Globo na noite de sexta-feira.

O instituto Datafolha também projetou a vitória do petista, em pesquisa divulgada ontem, por 58% a 42%.

O candidato do PT, que chegou atrás de Serra no 1.º turno, liderou a corrida eleitoral em toda a segunda etapa da eleição.

Na primeira pesquisa Ibope, concluída no dia 11 de outubro, ele tinha 12 pontos porcentuais a mais que o tucano nos votos válidos (56% a 44%). A vantagem agora é de 18 pontos.

A geografia do voto paulistano mostra que Haddad terá vitória folgada nas áreas periféricas da cidade e resultado próximo do de Serra nas áreas onde o PT é historicamente mais rejeitado.

Na chamada zona petista, formada pelas áreas onde os candidatos do PT a prefeito, governador e presidente venceram as eleições de 2008 e 2010, Haddad lidera por 72% a 28%. Estão nessa categoria os bairros mais pobres e periféricos da cidade.

Na zona volúvel, onde o PT perdeu ao menos uma das últimas três eleições, o líder também é Haddad: 67% a 33%. E na zona antipetista - central e mais rica -, onde o partido perdeu todas as disputas desde 2008, há um empate técnico: 51% para o tucano e 49% para o petista.

Atacado por pastores por causa de seu envolvimento na elaboração de um kit anti-homofobia quando ocupava o Ministério da Educação, Haddad acabou com vantagem acima de sua média entre os evangélicos: 64% a 36%. No eleitorado católico, ele vence por 58% a 42%.

O petista conquistou sete de cada dez eleitores que, no 1.º turno, votaram em Celso Russomanno (PRB), o terceiro colocado na disputa. Serra ficou com 24% desse contingente. Entre os eleitores de Gabriel Chalita (PMDB), 57% migraram para o candidato do PT, e 43% para o do PSDB (votos válidos).

Na segmentação do eleitorado por idade, Serra alcança o adversário apenas entre os paulistanos com 50 anos ou mais (51% para o tucano e 49% para o petista, o que configura um empate técnico). Haddad abre sua maior vantagem, de 46 pontos porcentuais, entre os mais jovens, com 16 a 24 anos (73% a 27%).

O tucano vence no eleitorado com curso superior: 54% a 46%. Nas demais faixas de escolaridade, o candidato do PT tem taxas de intenção de voto sempre superiores a 60%.

A pesquisa foi feita entre os dias 25 e 27. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/eleicoes/story.aspx?cp-documentid=254431872

←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana

Campeonato Brasileiro C
Sábado, 24, 17h00

Campeonato Brasileiro A
Domingo, 25, 19h00

Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo