Tecnologia do Blogger.

Featured Post

Demora na justiça fez prescrever ação que investigava Edir Macedo por lavagem de dinheiro

Além do bispo da Igreja Universal, ação do MPF investigava outras três pessoas; processo estava pronto para ter uma sentença desde 2018, o ...

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Pesquisar este blog

Pacatuba Em Foco


Pacatuba Em Foco - A Melhor Calçada Virtual

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Alguém consegue identificar o erro na capciosa charge ?

Resposta: Seguramente posso-lhes afirmar que o garoto NÃO atende por esse nome, dada à altivez, à tenacidade, à capciosidade de sua indagação ...

domingo, 29 de janeiro de 2012

Pacatuba Cada Vez Melhor ?!






Eis a constatação do que meia dúzia fala a respeito dessa administração municipal de Pacatuba e que bem mais que meia dúzia cegamente a defende (também, como não defender ?!). Esse fragmento televisivo tem a contundência em sintetizar tudo que é a mais das sublimes verdades. Peço-lhes que atentem para as justificativas evasivas do senhor que em vão consegue pronunciar-se em defesa, diria, do indefensável. Em que situação descofortável ele se encontrou. Fazer o quê ???
Ainda sobre os fatos, quando um órgão de imprensa (quando não em matéria paga) se propõe a relatar de forma imparcial os fatos, vejam o que, na verdade, ocorre em nossa cidade. Vale salientar que esse princípio jornalístico advém do compromisso com a ética, com a verdade. Não fruto do conceito determinado de "coronelismo eletrônico" (seria importante pesquisar sobre o caso. Recorra ao amigo de todas as horas e ocasiões: google) em que a pauta (se é que há isso ...) é indicada por um superior, por um dos diretores, executivos ou até pelo dono do veículo, diz-se que a matéria é "recomendada", termo que no jargão jornalístico é geralmente abreviado para 'reco' ( E aqui,permita-me o gracejo: furreco ). É assim que brota a cidade do Faz-de-conta em que, como num passe de mágica, tudo, eu falei TUDO está às mil maravilhas. A verdade há de suplantar a falácia, a desfaçatez daqueles que se beneficiam direta ou indiretamente dessa indecência institucionalizada que ora impera. Portanto, mais uma vez, certo de ter contribuído para o engrandecimento de uma Pacatuba verdadeiramente DEMOCRÁTICA e IGUALITÁRIA, despeço-me de vocês com a certeza de que NADA e nem NINGUÉM irá calar a voz da verdade e, asseguro-lhes, o tilintar melódico de moedas não me seduzirá ...


Tchau e bênção !!!
O referido é verdade, dou fé.
Prof. Marcos Varela

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Pacatuba Em Foco - Entrevista Milton Ribeiro

O que os olhos insistem em não ver ...


Aguardem, no Programa "Meu Bairro na TV, na Verdes Mares. Mais uma constatação do descaso dos governantes municipais de Pacatuba, desta feita a localidade dos Macacos (Exílio para os desafetos da Prefeitura) terá sua realidade desnudada e exposta aos olhos de todos. Fato, diria escabroso, terreno que fora desapropriado com o intuito de criadouro de peixes serve, na verdade, como depósito de dejetos de fossas de outros municípios. Inclusive, moradores posicionaram-se acerca do assunto, afirmando que não mais podem cultivar produtos para a sua subsistência, posto que o lençol freático encontra-se totalmente contaminado. E vale ressaltar, as queixas dos moradores da localidade no que tange à péssima condição da estrada que liga a localidade aos bairros adjacentes. Não esquecendo da situação em que se encontra o posto de saúde daquela localidade, abandonada e completamente tomada pelo mato, sem esquecer da falta constante de atendimento médico, segundo os próprios moradores, só dispõem de atendimento médico de quinze em quinze dias, ou seja, é terminantemente proibido adoecer lá. Pasmem, os senhores ... E isso, não é criação, factóide. É fato verídico apurado in locus. Prof. Marcos Varela

domingo, 22 de janeiro de 2012

Entre a falácia e a realidade

Julga-se o homem por seus feitos e, em consequência disso, traça-se um perfil desse cidadão. Agora, como aceitar que o dito cidadão que sempre, (eu falei, SEMPRE) alia-se a pessoas de índole, no mínimo, duvidosa quanto ao quesito caráter pode se autointitular como cidadão de bem ?! E, cegamente, contraria o que apela para o seu bom senso. O que nos leva a contrariar os ensinamentos de nossos pais, de nossos mestres, de nossa vida ? Já respondendo: A famosa zona de conforto traz uma falsa sensação de alívio imediato e confere-nos um falso "status" de se estar de bem consigo mesmo. Até o dia em que tudo desmorona aos nossos pés e temos de arcar com as consequências de nossos atos. Lágrimas, palavras de arrependimento não nos aliviará de nossa dor e nem tampouco irá curar a nossa ressaca moral. E há ainda sobre aqueles em que o infortúnio de sua torpe conduta fica duplamente evidenciado: tanto no aspecto físico e, também, sobretudo, no aspecto moral. A este, a luz da decência ainda vive apagada em um canto escuro, funesto de seu mal desenhado caráter. Continuemos de mãos dadas, o novo sempre vem. E só nos resta lutar por dias melhores. Vem comigo !!! Tchau e bênção ... Prof. Marcos Varela

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Inaugurações De Fachada - Pacatuba (CE)

Como o próprio título diz, literalmente o que o Prefeito de Pacatuba e sua turma chamam de inauguração, são apenas inaugurações de fachadas. Um exemplo é a inauguração do Estádio Municipal do Alto São João. 


Veja a matéria publicada no site da Prefeitura de Pacatuba: http://www.pacatuba.ce.gov.br/noticias/texto.asp?var=1740&c=n Com o título “Prefeito de Pacatuba entrega campo de futebol”, a matéria diz tudo. 


O Prefeito apenas entregou o campo de futebol, pois a população pelo visto, é que tem que concluir a obra. Não entendo como um Estádio de Futebol que em seu interior não possui reboco de concreto, não possui gramado, não possui arquibancadas, não possui vestiário, e ainda por cima com mato e sujeira possa ser entregue a população com o título de “Inauguração”. 


Sinceramente, chega de se enganar com essa administração. 


 ZÉ, TRABALHE DIREITO! 


 Ailkson Santana 


Mas ... Zéééééééé !!!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Sou tão fingidor ...

Ao acordar hoje, veio-me à mente toda a complexidade absoluta em se escrever para que os outros leiam. Confesso que sou meio retraído em relação a isso. Ainda nos tempos escolares, tinha receio em ler meus escritos diante de toda a sala, porém via-me na árdua missão de ter de mostrar à professora. E esta, por sua vez, com sorriso nos lábios (não o amarelo, tão comum em nossos dias) e a me elogiar desenfreadamente, lia-os em voz alta para todos os meus amigos. E eu, em minha timidez ainda dantesca, sendo eu negrinho, corava mais de vergonha que das críticas que por ventura poderiam advir de minha criação literária juvenil. Pois bem, começo com esse intróito a fim deslizar sobre a temática que hoje me toma. Vejam vocês, ao escrever exteriorizamos sentimentos, às vezes, bem peculiares e, obviamente, tão íntimos, de modo que fazemos uso da subjetividade. Por outro lado, sendo eu conhecedor dos preceitos da escrita, tento empregar ao meu texto uma dose conceitual de objetividade, sem que meu Eu interfira em minhas manifestações. Nessa ambiguidade, há contextos e textos que meus destemidos e curiosos leitores (sou-lhes grato, por isso, também tenho essa audácia) se veem e pensam ser para eles as descrições, as situações, etc. Meus caros, toda e qualquer criação terá um reflexo na vida real. A persona empregada no mundo do texto perpassa fronteiras imaginárias e o leitor provido de asas sobrevoa todo o imaginário advindo daquela leitura, portanto toda e qualquer semelhança será mera coincidência. No entanto, devo confessar-lhes, sou cínico, dissimulado e capcioso quando a situação requer de mim tal postura. Cabe, pois, a você discernir a veracidade de minhas falas. E decidir que trilha irá seguir ... Tchau e bênção !!! Prof.Marcos Varela

Muda Pacatuba !!!

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Velhas máximas, velhos hábitos ...

Em meio a essa crise de identidades em que valores básicos são relegados ao segundo plano, causa-me perplexidade a desfaçatez de determinadas pessoas em fingir ser o que na verdade estão milhas e milhas distantes do que na verdade são. 

É sabido que as pessoas têm o livre arbítrio em posicionar-se do lado e da forma que melhor lhe convém. Agora, não façam de suas escolhas regras máximas em que as demais pessoas devem obrigatoriamente segui-las. Sei também que valores ( e aqui, no sentido ambíguo: monetário e moral), como havia falado inicialmente, não têm mais, para alguns, tanta importância. 

É comum se ver pessoas que antes defendiam ferrenhamente propostas, ideias e que na atualidade mostra-se totalmente contrários as de antes, a ponto de conduzir bandeiras tremuladas e de proferir gritos frenéticos em defesa de sua nova causa, seu novo escrete, típico daquele torcedor mais apaixonado. Alguns vão defender a velha máxima, que sob à minha análise, e aqui bem particular, não procede mesmo, de que só não muda de ideias quem não as tem. 

Francamente, isso é um pretexto frouxo daqueles que não têm caráter e que ao primeiro tilintar de moedas já requebra os quadris freneticamente para o lado de onde vem a sonora melodia metálica. 

Fiquemos, pois, por aqui. Na certeza de um novo encontro. 

Tchau e bênção !!! 

Vem comigo !!! 

Prof. Marcos Varela

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

É o que sempre falo, vivemos em uma constante inversão de valores. Os poderosos querem se perpetuar no poder. E, por conta disso, fazem de tudo, o que não é de se estranhar.Recrutam adeptos de vários segmentos sociais para lhes protegerem de toda e qualquer ameaça, uma espécie de blindagem. E seus seguidores são vorazes e perdem totalmente a visão crítica por mais que sejam pessoas inteligentes e/ou esclarecidas. Enfim, anulam-se por completo em nome do Grão-Vizir.E claro que nesse bojo há aqueles que não foram contemplados por Deus por uma gota sequer de massa cinzenta, a esses cabe o papel de Arapongas, ameaçadores e infrutíferos intimidadores. Mas,ainda falando desses últimos, se autointitulam os dotados de sapiência naquilo que tentam desempenhar em sua labuta diária. E, como que para manter a unidade no grupo e para massagear o ego desses, trocam delicados e honrosos elogios entre si, conferindo-lhes o mais alto garbo em suas funções desempenhadas. Isso é uma Pândegas !!! Prof. Marcos Varela http://pacatubaemfoco.blogspot.com/

domingo, 15 de janeiro de 2012

Reclusão ?!

Não é normal A reclusão pública do governador Cid Gomes nos primeiros dias do ano, deixando de comparecer a solenidades que normalmente se faria presente, não pode ser encarada como normal. Adepto do debate e muitas vezes surpreendendo ao manter contato direto com a sociedade por formas as mais ousadas, o governador foge ao seu estilo e parece ter acusado o golpe bem mais intensamente do que se poderia imaginar. Não custa ressaltar que isso é capaz de gerar reflexos muito mais negativos à gestão do que se pensa. Nesse momento, diversas categorias estão se arregimentando em torno de possíveis movimentos paredistas, e o governo, na pessoa do governador, ao demonstrar fraqueza, não só alimenta especulações, como abre o flanco escancaradamente. (Menu Político / O POVO) Categoria(s): Blogs O POVO por Eliomar de Lima

Rádio Pacatuba Em Foco

Pacatuba Em Foco: música e informação. Por uma Pacatuba verdadeiramente DEMOCRÁTICA e IGUALITÁRIA !!!


Espaço destinado a boa música, a informação relevante. Em meio a esse turbilhão de informações vãs, eis que surge ela, a destemida, a audaz, a mordaz, a cáustica: Pacatuba em foco. 


Vale salientar que ela é parte de um projeto já desenvolvido desde 2007, quando surgiu a partir de uma comunidade no falecido Orkut; daí vieram outras manifestações nesse sentido. E agora, chega ao seu apogeu ao unir o Blog e a rádio online. 


Certo de um propósito firme em busca de tornar límpido os horizontes dessa bela, mas maltratada cidade. A rádio tem como lema: Pacatuba em foco - música e informação. Por uma Pacatuba verdadeiramente DEMOCRÁTICA e IGUALITÁRIA !!! 


A pergunta deve surgir: Por que esse lema?! 


Vou-lhes responder prontamente, caros amigos, conheço a cidade de Pacatuba há exatamente 14 anos, tempo em que conheci a minha hoje esposa filha natural dessa cidade. Então tenho eu a clara certeza de que esses apregoados ditames difundidos através desse veículo de comunicação são por nossa gente desconhecidos de fato. 


Então para combater falácias, alistei-me, de forma voluntária, no exército da redenção dessa cidade. Portanto, convoco-os para que juntamente façamos um front de batalha do resgate desses valores e outros tantos desprezados e forjados nesse encantador e pacato chão. 


VEM COMIGO !!!


Prof. Marcos Varela 

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Tribunal julga contas de ex-prefeitos cearenses

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) realizou, ontem, a primeira sessão do pleno de 2012. Entre os processos constam três tomadas de contas especial (TCE) contra ex-prefeitos. Embora o julgamento inicial de cada uma tenha sido pela procedência da TCE, os recursos apreciados foram arquivados, sem apreciação do mérito, porque os gestores faleceram. Um dos casos refere-se ao ex-prefeito Juraci Magalhães. No julgamento da primeira câmara do TCM, a TCE realizada no exercício de 2004, último ano da administração do PMDB em Fortaleza, foi julgada procedente, sendo aplicada ao ex-prefeito de Fortaleza multa de R$ 44.692,10. Outros dois prefeitos cujos recursos de reconsideração apresentados em TCE foram arquivados devido a falecimento: Antônio Braga de Azevedo, do município de Pentecoste, no exercício de 2002, e Raimundo Célio Rodrigues, de Pacatuba, em 2004.

Multa 
Contra o ex-prefeito de Pentecoste, Antônio Braga de Azevedo, não havia nota de improbidade administrativa, pois no primeiro julgamento foi aplicada multa de R$ 3.192,30. O TCM não conheceu do recurso interposto pela ex-secretária de administração de Fortaleza, Maria do Carmo Magalhães, no exercício de 1998. Como o recurso que apresentou foi considerado intempestivo, a decisão inicial foi mantida com aplicação de multa de R$ 1.064,10, por contratação de uma servidora sem concurso. Também por contratação irregular, a ex-prefeita de Aquiraz, Ritelza Cabral, foi condenada a pagar multa. As contas de 2008 de José Rui Nogueira Aguiar na prefeitura de Senador Sá receberam parecer desfavorável. Embora tenha cumprido os percentuais constitucionais quanto à aplicação em educação e saúde, o parecer foi desfavorável porque o prefeito cancelou restos a pagar sem autorização legislativa. Receberam parecer favorável as contas de 2008 de Eliésio Rocha Adriano na prefeitura de Bela Cruz.

Submerso em sua dupla deficiência ...

A nossa realidade fez-me lembrar o magnífico Joaquim Manuel de Macedo em sua belíssima obra A Luneta Mágica. 


Eis, o fragmento que bem sintetiza os nossos dias:

"Chamo-me Simplício e tenho condições naturais ainda mais tristes do que o meu nome. Nasci sob a influência de uma estrela malígna, nasci marcado com o selo do infortúnio. Sou míope; pior do que isso, duplamente míope míope física e moralmente. Miopia física:- a duas polegadas de distância dos olhos não distingo um girassol de uma violeta. E por isso ando na cidade e não vejo as casas. Miopia moral:- sou sempre escravo das idéias dos outros; porque nunca pude ajustar duas idéias minhas. E por isso quando vou às galerias da câmara temporária ou do senado, sou consecutiva e decididamente do parecer de todos os oradores que falam pró e contra a matéria em discussão. Se ao menos eu não tivesse consciência dessa minha miopia moral!... mas a convicção profunda de infortúnio tão grande é a única luz que brilha sem nuvens no meu espírito (...)"


Como vocês podem constatar, caros amigos transeuntes de nossa calçada virtual, muitos dos que vemos e dos que até mantemos relações de amizades são acometidos por essa dupla deficiência.

Qualquer semelhança. Não será mera coincidência !!!

VEM COMIGO !!!

Prof. Marcos Varela

Pacatuba Cada vez melhor !!!!

(http://www.vibeflog.com/pacacatubaemfoco) Observem que a foto é do mesmo local em que foi feito o vídeo, a foto foi publicada em 2007 no endereço do vibeflog do Pacatuba Em Foco e o vídeo foi feito em 2011. Com isso, pode-se concluir que NADA foi feito ao longo de todo esse tempo. Há, na verdade, compromisso com a cidade ? Sem titubear, EU lhes respondo: NÃO TÊM INTERESSE ALGUM COM O BEM PÚBLICO, PENSAM SOMENTE EM SI E EM SEU grupelho ... Sem mais, tchau e bênção !!!
A Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês, é considerada popularmente como um dia de azar. O número 13 é considerado de má sorte. Na numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 signos do Zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio. A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se o mais azarado dos dias. Triscaidecafobia é um medo irracional e incomum do número 13. O medo específico da sexta-feira 13 (fobia) é chamado de parascavedecatriafobia ou frigatriscaidecafobia. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sexta-Feira_13
Vejam o descaso com a educação em nossa cidade. Isso aos meus olhos, configura-se em um acinte em alto grau à minha diminuta e já combalida inteligência. Como posso calar-me frente a essa monstruosidade que toma contornos preocupantes, prezados amigos ?! Traço um paradoxo descomunal, 'hiperbolicamente' falando. Raciocinem junto comigo:(Vem comigo !!) Como dá créditos a um famigerado selo que confere falso status a cidade quando, na verdade, a situação está periclitante, como bem dizia um amigo diante das estapafúrdias como esta.Despertemos, pois, dessa letargia,dessa inércia. Abramos os olhos. Não deixemos mais que falácias orquestradas entoem falsas canções aos nossos ouvidos. Sem mais, tchau e bênção !!!

Pacatuba cada vez melhor !!!





Pasmem os senhores !!!

Apresento-lhes o sistema inteligente de coletiva seletiva empregado em nossa cidade Pacatuba. Inclusive sendo destaque em uma reportagem em um conceituado(?) veículo de comunicação (Falei Veículo de comunicação - Fique quieto !!!)

Vejam o despautério:
No dia, 17 de julho de 2011, Diário do Nordeste

"CONSCIENTIZAÇÃO - Pacatuba é referência em meio ambiente:
(...) Os resultados do empenho da Prefeitura de Pacatuba na área do meio ambiente recebeu reconhecimento até fora do Brasil.
O prefeito Zezinho Cavalcante viajou recentemente para a Alemanha, a convite do Governo alemão, para visitar o Centro de Pesquisas em Energia na Universidade Cottubus - BTU (Brandenburgo Thecnical University of Cottubus) e apresentar a experiência de consórcio de resíduos sólidos existente no Município.(...)

 Isso é uma PÂNDEGAS ...

Sem mais, tchau e bênção !!!

Prof. Marcos Varela

Estudantes Agredidos No Piauí



"As manifestações sociais são frutos da indignação do povo frente a um ataque aos seus direitos. Os segmentos sociais podem e devem levantar-se sempre que se sentirem prejudicados. Portanto, sou veementemente contra a criminalização das manifestações sociais."

Prof. Marcos Varela

Além, muito além, do Senhor Todo Poderoso ...

O tempo de cartéis, de máfias que bem ilustram os seriados americanos na sessão da tarde global. infelizmente, é ainda tão comum em nossos dias. E, para a nossa pior sorte, não dispomos do livre arbítrio de simplesmente a um toque no controle remoto mudarmos de canal, de história, de enredo. 

Causa-me espanto é como pessoas boas, inteligentes que, se conduzidas à luz da razão, veriam claramente a realidade nefasta que ora se desenha em nossos dias. 

Não quero aqui pecar pelo radicalismo verbal e nem tampouco pelo exacerbado pico de caráter individual, posto que atributos similares a esses são inerentes ao indivíduo e não carecem de aulas particulares para que o cidadão venha a exercê-lo de forma espontânea e plena. Não me interpretem, por favor, como um pretenso SENHOR do saber ou da razão. 

Dispo-me em palavras, gestos, atitudes naquilo que EU realmente entendo ser o certo ou se aproximar dele. Pensamentos divergentes são por mim aceitos de forma respeitosa, da mesma forma em que tento ser direto e objetivo em meus intentos, sem que isso venha a ferir a pessoa X ou Y e se, por ventura, isso venha a ocorrer. Lamento profundamente, mas jamais em tempo algum vou calar-me ou fingir ser aquilo o que deveras sou.

No mais, tchau e bênção !!!


Prof. Marcos Varela

domingo, 8 de janeiro de 2012

O Rei Nu ... (Não vês ?! Então é teu caráter que não te permite ver ...)

Um bandido, se fazendo passar por um alfaiate de terras distantes, diz a um determinado rei que poderia fazer uma roupa muito bonita e cara, mas que apenas as pessoas mais inteligentes e astutas poderiam vê-la. 
O rei, muito vaidoso, gostou da proposta e pediu ao bandido que fizesse uma roupa dessas para ele. 
O bandido recebeu vários baús cheios de riquezas, rolos de linha de ouro, seda e outros materiais raros e exóticos, exigidos por ele para a confecção das roupas. 
Ele guardou todos os tesouros e ficou em seu tear, fingindo tecer fios invisíveis, que todas as pessoas alegavam ver, para não parecerem estúpidas. 
Até que um dia, o rei se cansou de esperar, e ele e seus ministros quiseram ver o progresso do suposto "alfaiate". Quando o falso tecelão mostrou a mesa de trabalho vazia, o rei exclamou: "Que lindas vestes! Você fez um trabalho magnífico!", embora não visse nada além de uma simples mesa, pois dizer que nada via seria admitir na frente de seus súditos que não tinha a capacidade necessária para ser rei. 
Os nobres ao redor soltaram falsos suspiros de admiração pelo trabalho do bandido, nenhum deles querendo que achassem que era incompetente ou incapaz. 
O bandido garantiu que as roupas logo estariam completas, e o rei resolveu marcar uma grande parada na cidade para que ele exibisse as vestes especiais. 
A única pessoa a desmascarar a farsa foi uma criança: "O imperador está nu!". O grito é absorvido por todos, o imperador se encolhe, suspeitando que a afirmação é verdadeira, mas mantém-se orgulhosamente e continua a procissão.
Autor: Hans Christian Andersen

sábado, 7 de janeiro de 2012

Prefeitura de Pacatuba não disponibilizará ônibus para os alunos do Alvorada !

Estudantes das Escolas Crispiana de Albuquerque e Casemiro Leite que residem na localidade da Alvorada alegam que não mais poderão estudar nas escolas mencionadas, pois NÃO mais terá ônibus escolar para trazê-los. Segundo eles, já foram à Prefeitura da cidade de Pacatuba tentando solucionar o impasse, porém sem obter êxito em seus intentos. Foram informados que devem se matricular nas escolas estaduais mais próximas de suas residências. Lamentável !!! A líder estudantil e estudante da Escola Crispiana de Albuquerque Mary Jane concedeu entrevista à Rádio Pacatuba em Foco em que confirma o triste episódio cometido por nossos gestores. Segundo ela, não foram informados previamente e os moradores do Alvorada se encontram indignados com a atitude de nossos gestores municipais, também enfatizou que estão reunindo um grupo de pais para irem reclamar aos órgãos competentes da cidade.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Pacatuba Em Foco

Ouça-nos !

Agenda de Jogos da Semana



Mais Acessadas

Total de Transeuntes

Votar ao Topo