Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Professora é ‘denunciada’ por pai de aluno por passar filme sobre cultura negra

Por Bruno Alfano

Uma professora de Macaé foi denunciada na ouvidoria da prefeitura por passar um filme que trata da cultura negra. Sabrina Luz, do Colégio municipal Professora Elza Ibrahim, no bairro Ajuda de Baixo, exibiu a obra na aula de Geografia para alunos do 6º ano, que tem uma média de 12 anos. A denúncia, feita no fim de maio, partiu de um pai de aluno que não se identificou.

— Eu fui informada pela minha diretora que responderia a um processo. Recebi muito apoio dos professores e alunos da minha escola. É a primeira vez que tem uma denúncia anônima sobre a minha aula — conta a professora.

A obra foi o filme “Besouro”, que conta a vida de Besouro Mangangá, interpretado por Ailton Carmo, um capoeirista brasileiro da década de 1920. Segundo Sabrina, a obra é baseado em fatos reais sobre um levante no recôncavo baiano liderado pelo capoeirista. O teor da reclamação também não foi revelado pela prefeitura, mas a professora acredita que o problema é o fato da obra abordar as religiões afro brasileiras.

— O filme é alvo da intolerância religiosa, pois mostra os orixás. Nossa luta é constante na defesa da escola laica e da escola como espaço da ciência. No início do ano já explico o que é escola laica e separo o espaço da religião, da casa e da família com o da ciência na escola. Todo ano sinto que está mais difícil — conta.

A professora revelou a denúncia num vídeo pelas redes sociais que já atingiu 47 mil visualizações. A partir disso, nasceu uma mobilização de educadores para defender o cumprimento da lei que torna o ensino da história e da cultura afro e indígena no Brasil que promoveu um encontro com a exibição do próprio filme “Besouro”, realizado pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro e Indígena da Cidade Universitária de Macaé.

A Prefeitura de Macaé afirmou que não abrirá um processo contra a professora. Em nota, informou que a secretaria de Educação “cumpre a Lei.10639/2003 que trata da Cultura Afro Brasileira e a 11645/2008 que trata da história e cultura dos povos indígenas, bem como mantém a Coordenação de Diversidade, garantindo a inclusão no currículo oficial da rede e execução de programa de Cultura Afro Brasileira e Indígena”. A pasta ainda alega que “é dever da secretaria também responder aos questionamentos que lhe sejam encaminhados pelos cidadãos, através da Ouvidoria, quanto a práticas pedagógicas, adequação de conteúdos, entre outros”.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

Votar ao Topo