Piauí autoriza a produção de canabidiol, substância derivada da maconha ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Piauí autoriza a produção de canabidiol, substância derivada da maconha


É o 1º Estado a liberar a fabricação

O governo do Piauí autorizou na última 5ª feira (28.dez.2017) a produção de canabidiol, uma substância presente na maconha, a Cannabis sativa. A fabricação será feita pelo Ceir (Centro Integrado de Reabilitação) em parceria com as universidades Federal e Estadual do Piauí. A produção deverá começar já no início de 2018.

A decisão foi anunciada pelo governador piauiense Wellington Dias (PT) em reunião com dirigentes dos órgãos de pesquisa. A produção também envolverá a Fapepi (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí) e a Secretaria de Saúde do Piauí.

O Estado nordestino é o 1º do país a autorizar esse tipo de produção. As pesquisas foram iniciadas no 1º semestre deste ano. O uso de canabidiol é liberado para pessoas com crise convulsiva refratária.

Segundo o governador, o atendimento de pacientes que usam o canabidiol no Piauí ficará mais acessível e barato.

“Adotamos na rede de saúde do Piauí, pacientes que fazem uso do medicamento, de forma gratuita. Antes importávamos o canabidiol da Califórnia e de Israel, o que gerava um custo muito elevado e, a partir da autorização da produção, o Piauí passa a produzir seu próprio produto, com um investimento de cerca de R$ 1 milhão”, disse.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

SERIPAN

Ir para o Topo