PARACURU - Juiz manda prefeitura pagar quinquênios a professores ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

PARACURU - Juiz manda prefeitura pagar quinquênios a professores


Após 16 dias de greve dos professores da rede municipal de Paracuru, a Justiça restabeleceu o pagamento dos quinquênios aos servidores. A decisão é do juiz Marcello Alves Nobre, da Comarca de Paracuru, que atendeu parcialmente ao mandado de segurança do Sindicato Apeoc. A greve foi suspensa pela categoria nessa sexta-feira, 20, após retomada da bonificação.

A decisão proferida na última quinta-feira, 19, indica que a Prefeitura deve retomar o pagamento aos servidores da Educação da gratificação de 5% paga a cada cinco anos de serviço imediatamente. Ainda conforme o magistrado, benefício só poderá ser suspenso se for comprovada sua ilegalidade.

Para isso, é necessário que um processo administrativo seja instaurado e julgado para que a legitimidade seja assegurada aos servidores. A Justiça determinará o sequestro dos valores dos cofres da Prefeitura caso a decisão não seja seguida.

Em entrevista ao O POVO Online, no último dia 5, a secretária de Educação do município, Diana Jaqueline Mendes, afirmou que a bonificação foi retirada por que não havia amparo legal. "Foi feito um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Prefeitura e o Ministério Público, em junho. Uma das recomendações da promotoria era de que fosse retirada qualquer gratificação que não fosse encontrado amparo legal", disse a secretária.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

SOARTE

RADIOSNET