Evento com Moro, Bolsonaro, Doria e Huck organizado por Veja é patrocinado por empresa que deve 5 bilhões de ICMS ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Evento com Moro, Bolsonaro, Doria e Huck organizado por Veja é patrocinado por empresa que deve 5 bilhões de ICMS

O evento Amarelas Ao Vivo é patrocinado pela Refinaria Manguinhos, maior devedora do ICMS do Rio, acusada de calote pelo seu credor


A revista Veja realizará, em novembro, um evento pago que reunirá Sérgio Moro, Luciano Huck, Henrique Meirelles, João Doria e outros nomes, que serão entrevistados por jornalistas da publicação da editora Abril. Além destes, participarão do “Amarelas Ao Vivo” Geraldo Alckmin, Marina Silva, Jô Soares, Luís Roberto Barroso e Jair Bolsonaro.

A patrocinadora master do evento é a Refinaria Manguinhos, maior devedora do ICMS do Rio de Janeiro. Até maio, a Manguinhos devia cerca de R$ 5 bilhões aos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Em São Paulo, existem R$ 1,6 bilhão inscritos na dívida ativa da empresa e no Rio de Janeiro a dívida superava R$ 2,4 bilhões. A empresa contesta essas dívidas na Justiça.

De acordo com informações divulgadas pela própria Veja, que está organizando o evento, a Tambores Araras, credora da Manguinhos, está cobrando na Justiça a dívida da empresa e, no início de outubro, teria questionado investimentos que a Manguinhos vem fazendo, como no patrocínio ao lutador de MMA, José Aldo, ou no merchadising em novela da Globo.

“Ora Excelência, a empresa em recuperação talvez não precisa de beneficio, pois, gasta urna fortuna para patrocinar um lutar de UFC de nome José Aldo Júnior, e, pagando horário nobre para rede de televisão em transição das lutas de seu patrocinado”, teria escrito, à Justiça, a credora.

Procurada pela reportagem, a Manguinhos não se manifestou ainda sobre as declarações da empresa credora e nem sobre a motivação em patrocinar eventos como este da Veja.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET