Promotor pede afastamento do prefeito de Aracati e bloqueio de bens no caso Acquario ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Promotor pede afastamento do prefeito de Aracati e bloqueio de bens no caso Acquario

Bismarck Maia era o secretário de Turismo na gestão Cid Gomes na época do início da obra

O promotor de Justiça Ricardo Rocha encaminhou a uma das Varas da Fazenda Pública de Fortaleza o pedido de afastamento por 180 dias contra o prefeito de Aracati, Bismarck Maia (PTB). Na denúncia, o promotor pediu ainda o bloqueio e indisponibilidade dos bens de Bismarck na ação que apura irregularidades no gasto de R$ 136 milhões no Acquario Ceará. O prefeito era secretário de Turismo da gestão Cid Gomes (PDT) à época.

Para o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), Bismarck, mesmo não estando mais à frente da Secretaria do Turismo, deve ser afastado para evitar que use sua influência política como prefeito de uma das cidades mais importantes do Ceará para obstruir a Justiça. O Acquario Ceará já é alvo de três procedimentos, sendo dois cíveis e um criminal, que apura a prática de eventuais crimes na obra e deve ser concluído com a denúncia contra os envolvidos.

Ainda segundo o MPCE, o processo de capitação de verbas para o Acquario passou por um banco americano, que foi fechado pelo congresso americano pouco tempo após o início da obra; uma empresa brasileira também envolvida no levantamento de verbas também foi extinta, como comprovou a instituição através da Junta Comercial cearense.

O promotor Ricardo Rocha afirmou ainda, durante entrevista ao programa Da Hora, da TV União, que o aquário construído no Rio de Janeiro, com as mesmas medidas do que seria montado no Ceará, custou R$ 120 milhões e foi feito pela iniciativa privada. Já o cearense, foi orçado em R$ 300 milhões, na gestão Cid, e, após gasto de R$ 136 milhões em verba pública, segue sem definição de conclusão.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET