JUSTIÇA - Foi vitória para todas as mulheres, diz Rosário sobre condenação de Bolsonaro ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

JUSTIÇA - Foi vitória para todas as mulheres, diz Rosário sobre condenação de Bolsonaro

Deputado é também denunciado pelo Ministério Público por incitação ao crime de estupro e quebra de decoro. Processo, que pode resultar na cassação do deputado, ainda está em tramitação

Por Sarah Fernandes

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), que hoje (17) ganhou uma ação judicial contra o também deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) por agressão verbal dita no plenário, considerou que a vitória judicial no caso é importante não por seu valor monetário e individual, mas por simbolizar uma “vitória de todas as mulheres”. No episódio, ocorrido em dezembro de 2014, Bolsonaro disse que não a estupraria porque “ela não merece”. Ele foi condenado a pagar R$ 10 mil a deputada.

“Considero que isso é uma vitória que pertence a toda as mulheres”, disse a deputada à RBA. “Independente do valor, essa condenação tem um sentido, mostra que a imunidade parlamentar não pode servir para incitação da violência e do ódio contra as mulheres.”

Uma semana após receber a ameaça, Maria do Rosário protocolou uma queixa-crime no Supremo Tribunal Federal (STF) por danos morais e calúnia contra Bolsonaro, conhecido por suas posições contrárias aos direitos humanos. A decisão da juíza Tatiana Dias da Silva, da 18ª Vara Cível de Brasília, é em primeira instância, conforme informação da coluna de Mônica Bergamo, desta quinta-feira (17), do jornal Folha de S.Paulo.

No mesmo dia da ameaça, o Ministério Público Federal denunciou Bolsonaro por incitação pública ao crime de estupro e por quebra de decoro parlamentar. O processo, que pode resultar na cassação do deputado, ainda está em tramitação. Na ocasião, após Maria do Rosário fazer um pronunciamento sobre a importância da Comissão Nacional da Verdade, o deputado disse: “Não saia não, Maria do Rosário, fique aí. Fique aí, Maria do Rosário. Há poucos dias você me chamou de estuprador no Salão Verde e eu falei que não estuprava você porque você não merece. Fique aí para ouvir”.

“Não movi esse processo pensando no que ganharia, mas em todas as mulheres vítimas de violência”, reforça a deputada. “O resultado não tem o tamanho do valor a ser pago, mas sim o tamanho do que representa a condenação de um deputado por agressão a uma mulher. É a primeira vez que isso ocorre. Abre, portanto, jurisprudência.”

Em março deste ano, a deputada federal e líder da bancada do PCdoB na Câmara, Jandira Feghali (RJ),ingressou uma ação penal por ameaça contra o deputado Alberto Fraga (DEM-DF) no Supremo Tribunal Federal (STF) e duas representações no Conselho de Ética da Câmara, que atingem também o deputado Roberto Freire (PPS-SP). Durante sessão plenária, Fraga disse a ela que “a mulher que participa da política como homem e fala como homem, também tem que apanhar como homem”.

“Ninguém pode sair impune por ser um parlamentar, proferir ameaças fascistas e sair ileso. Hoje foi comigo, ontem foi com a deputada Maria do Rosário (PT-RS) e amanhã poderá ser com qualquer outra parlamentar”, disse Jandira à RBA na ocasião.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET