Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Governo Temer é transparente. Nele, a República é “vendida” a céu aberto


Por Leonardo Sakamoto

De uma coisa Michel Temer não poderá nunca ser acusado: de não ser transparente. Pelo contrário, em seu governo, muita coisa acontece a céu aberto.

Deputados federais são ''convencidos'' financeiramente para impedirem a abertura de ação penal contra Temer na Suprema Corte. O Senado assume ser apenas um ''puxadinho'' da Presidência da República, aprovando sem modificações o projeto da Reforma Trabalhista, terceirizando para Temer os ajustes que gostariam de fazer e alegrando os grandes empresários. O Congresso Nacional prepara um perdão de até 99% dos juros e dívidas de sonegadores, afirmando que o governo havia fechado isso como contrapartida à aprovação das reformas.

Isso sem contar que, segundo a Folha de S.Paulo, o Palácio do Planalto liberou R$ 1 bilhão para projetos de emendas de parlamentares aliados nos últimos dois meses. Nesse período, o governo tentava convencer deputados e senadores a permanecerem a seu lado em meio ao escândalo iniciado com as gravações revelando a promiscuidade entre Temer e o dono do JBS e durante o trâmite das Reformas Trabalhista e da Previdência.

A solicitação e liberação de emendas para atender demandas justas da população faz parte da democracia. O problema é quando o processo de sua liberação inclui tomaladacás – o que é o caso.

A tática não é nova, pelo contrário, foi sistematicamente utilizada por todos os governos até aqui. O interessante desta vez é que ela tem o objetivo claro de compensar o prejuízo eleitoral que deputados e senadores terão por estar ao lado de Michel Temer.

Ou seja, torcer para que o povo fique tão feliz com um esperado asfaltamento de rodovia vicinal que esqueça que perdeu direitos trabalhistas e que poderá ter que trabalhar mais para se aposentar. E, como não esquecer, que seu deputado ou senador apoiou um governo que chegou a 7% de popularidade por transformar o Estado brasileiro em sucursal da Casa da Mãe Joana a fim de salvar a si mesmo da guilhotina da Lava Jato.

O mais absurdo é que o próprio Temer aprovou no Congresso Nacional a PEC do Teto dos Gastos para congelar, pelos próximos 20 anos, investimentos públicos em áreas como educação e saúde. A justificativa para reduzir a qualidade dos serviços públicos à disposição da população mais pobre foi de garantir que o Estado brasileiro continuasse funcionando. E ele continua funcionando perfeitamente. Do jeito que foi programado para ser, como uma grande feirão – compra, venda, troca, financiamento.

E como bons republicanos que são, Temer e aliados garantem que tudo seja feito aos olhos do povo. Feito uma sala de suplícios com paredes de vidro em que os torturados somos nós.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

Total de visualizações de página

Votar ao Topo