Três integrantes do Conselho de Ética do Senado são investigados na Lava Jato ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Três integrantes do Conselho de Ética do Senado são investigados na Lava Jato

Romero Jucá (PMDB-RR), Eduardo Braga (PMDB-AM) e Jader Barbalho (PMDB-PA) foram eleitos nesta terça para integrar conselho. Desde o início das investigações, os três negam acusações.

  
Por Gustavo Garcia

Três dos 20 senadores eleitos nesta terça-feira (30) para integrar o Conselho de Ética do Senado são alvos de investigações no âmbito da Operação Lava Jato.

Os três parlamentares são do PMDB: Romero Jucá (RR), Eduardo Braga (AM) e Jader Barbalho (PA).

Desde o início das investigações, todos eles negam as acusações e dizem que não cometeram irregularidades, não receberam vantagens indevidas e não participaram de esquemas de corrupção.

Jucá

No caso de Jucá, o atual líder do governo no Senado é investigado em cinco inquéritos autorizados pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. As investigações são baseadas em delações de ex-executivos da Odebrecht. 



Após a abertura dos inquéritos, o senador declarou: "Sempre estive e sempre estarei à disposição da Justiça para prestar qualquer informação. Nas minhas campanhas eleitorais sempre atuei dentro da legislação e tive todas as minhas contas aprovadas."

Eduardo Braga

Segundo o inquérito autorizado por Fachin, também com base nas delações da Odebrecht, Braga é suspeito de receber R$ 1 milhão em pagamentos indevidos da empreiteira quando era governador do Amazonas. 


 
Quando o inquérito foi aberto para investigar o senador, o peemedebista divulgou a seguinte nota: "Vale destacar que a abertura de inquérito não significa que os investigados respondam por qualquer tipo crime. O senador Eduardo Braga, em caso de notificação, prestará todas as informações necessárias à Justiça. O senador aguarda com tranquilidade o resultado das investigações."

Jader Barbalho

Em dezembro de 2015, o então relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, que morreu no início deste ano, autorizou a abertura de inquérito para investigar alguns senadores, entre os quais Jader Barbalho, com base em delações no âmbito da Operação Lava Jato. 



À época, o senador disse desconhecer "qualquer razão" para a abertura da investigação.

O Conselho de Ética

Criado em 1993, o Conselho de Ética é responsável, por exemplo, por receber e analisar representações e denúncias contra senadores.

O órgão tem o poder de recomendar ao plenário do Senado, por exemplo, a cassação do mandato de um parlamentar, como aconteceu com o ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). Ele foi cassado após ser preso por obstrução às investigações da Lava Jato.

Pelo regimento, o Conselho de Ética do Senado é composto por 15 integrantes titulares e mais 15 suplentes. Os senadores têm mandato de dois anos e a composição do colegiado segue o chamado "princípio da proporcionalidade partidária".

Lista

Saiba abaixo, por partido, quais senadores passarão a compor o Conselho de Ética:

PMDB

Titulares: Airton Sandoval (SP), João Alberto Souza (MA) e Romero Jucá (RR)
Suplentes: Jader Barbalho (PA), Eduardo Braga (AM), Hélio José (DF)
O partido ainda precisa um titular e um suplente

Bloco PSDB/DEM/PV

Titulares: Davi Alcolumbre (DEM-AP), Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Suplentes: Ataídes Oliveira (PSDB-TO) e Paulo Bauer (PSDB-SC)
O bloco ainda precisa indicar um suplente

Bloco PP/PSD

O bloco ainda não fez as indicações

Bloco PT/PDT

Titulares: José Pimentel (PT-CE) e Acir Gurgacz (PDT-RO)
Suplentes: Regina Souza (PT-PI) e Fátima Bezerra (PT-RN)

Bloco PSB/PPS/PCdoB/Rede

Titulares: João Capiberibe (PSB-AP) e Antônio Carlos Valadares (PSB-SE)
O bloco ainda precisa indicar os suplentes

Bloco PTB/PR/PSC/PRB/PTC
Titulares: Wellington Fagundes (PR-MT) e Pedro Chaves (PSC-MS)
Suplentes: Telmário Mota (PTB-RR)
O bloco ainda precisa indicar um suplente  

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET