Portugal - Morre, aos 91 anos, o jornalista Miguel Urbano Rodrigues, militante histórico do PCP ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Portugal - Morre, aos 91 anos, o jornalista Miguel Urbano Rodrigues, militante histórico do PCP

Na década de 50, o intelectual comprometido com as causas sociais, exilou-se no Brasil em função do regime fascista

O jornalista Miguel Urbano Rodrigues, militante histórico do Partido Comunista Português, morreu neste sábado (28), aos 91 anos.

Nascido em Moura, Alentejo, em 1925, filho de pai jornalista e escritor, em uma família de agricultores abastados de tradição republicana, viu a implantação da ditadura do “Estado Novo”.

Rodrigues cursou a Faculdade de Letras de Lisboa. Foi redator do Diário de Notícias (com início em 1949) e chefe de redação do Diário Ilustrado. Jovem dotado de curiosidade e talento intelectual incomparável, e comprometido com as causas sociais, exilou-se no Brasil por conta do regime fascista em Portugal.

No país, foi editorialista de O Estado de S. Paulo (1957 a 1974) e editor internacional da revista Visão (1970 a 1974). Durante esse período, acompanhou ou interveio em eventos marcantes da debilitação do governo fascista em Portugal, especialmente a luta pela independência de Angola. Em 1963, aderiu ao Partido Comunista Português.

Regressou a Portugal logo após o 25 de Abril de 1974, dia da Revolução dos Cravos, no auge da explosão de entusiasmo popular, incorporando-se na construção do regime democrático, como militante comunista. Foi chefe de redação do Avante! em 1974 e 1975 e diretor do jornal O Diário, de 1976 a 1985. Exerceu a presidência da Assembleia Municipal de Moura de Janeiro de 1986 a Junho de 1988, foi deputado da Assembleia da República entre 1990 e 1995, e ainda deputado nas Assembleias Parlamentares do Conselho da Europa e da União da Europa Ocidental.

Enquanto esteve exilado, desenvolveu uma vasta rede de contatos de trabalho e de laços de amizade com inúmeras personalidades políticas progressistas da América Latina. Ao voltar para Portugal, desempenhou inúmeras missões de natureza política ou jornalística, e expandiu a sua vasta rede de solidariedade e cooperação internacional. Já no século XXI, Rodrigues fundou os sites resistir.info (em 2002) e do odiario.info (em 2006).

O funeral de Rodrigues começa neste domingo (28) no Centro Funerário da Lapa, na cidade do Porto, em, Portugal, onde será velado até as 16h (12h em Brasília) desta segunda-feira (29).

https://www.brasildefato.com.br/2017/05/29/morre-aos-91-anos-o-jornalista-miguel-urbano-rodrigues-militante-historico-do-pcp/
←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

SOARTE

RADIOSNET

Total de Transeuntes