Anizio Melo: "1° de maio: a referência de quem somos ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Anizio Melo: "1° de maio: a referência de quem somos


Por Anizio Melo

Para enfrentar o cenário de desmonte dos direitos trabalhistas, é necessário ter referências históricas e simbólicas. O Dia Internacional do Trabalhador é nossa raiz, em que fortalecemos nossos laços de classe social.

Em 2017, o 1° de maio aponta para a urgência de ampliarmos a articulação da classe trabalhadora. Nós, da escola pública, entendemos que os trabalhadores precisam ter unidade. Além das pautas corporativas, temos de lutar pela defesa da pátria, das nossas riquezas e da nossa democracia. Também é necessário disseminar a consciência de resistência pela recuperação, manutenção e ampliação de conquistas.

A escola conhece e reconhece os avanços duramente conquistados nos últimos períodos, como Piso Nacional do Magistério, Nova Carreira (Ceará), Fundef, Fundeb, 10% do PIB para Educação, Sistema Nacional de Educação, royalties, cotas, Enem, Fies, Prouni. Desses passos à frente, teremos de ser intransigentes com os retrocessos propostos pelo atual Governo e, ao mesmo tempo, propositivos na tentativa de apontar alternativas possíveis.

Não podemos aceitar que o Congresso Nacional seja o balcão de desmonte dos direitos sociais e o cartório do “entreguismo” de nossas riquezas nacionais.

Neste sentido, vislumbramos o esgotamento financeiro e temporal do Fundeb, que possui validade legal até 2020. O desmanche da Educação Pública pode ser acelerado, principalmente pelo fim do Fundeb.

Para superar o caos anunciado, nossa categoria e direção sindical devem continuar sendo protagonistas dessa luta em defesa do Ensino Público de qualidade com garantia de valorização dos profissionais da Educação. A PEC 15/15, que trata de tornar o Fundeb permanente constitucionalmente, vai garantir mais e melhores recursos para o setor.

A luta para avançar nessas conquistas estruturais tão indispensáveis para o fortalecimento da Educação Pública será longa e difícil, diante do contexto político e econômico atual. Mas nunca foi fácil. Até hoje, a mobilização dos trabalhadores em suas entidades representativas foi suada, porém vitoriosa. Temos muito a avançar.

Defendemos um estado indutor da economia, distribuidor de renda e equalizador de oportunidades. A escola pública é instrumento estratégico para recuperar e ampliar direitos. Neste 1° de maio, lembraremos que nada veio ao acaso, tudo foi forjado na luta.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

SOARTE

RADIOSNET