Debate local e nacional: desafio para os profissionais da Educação ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Debate local e nacional: desafio para os profissionais da Educação

Caros companheiros e companheiras, em meio ao complicado cenário nacional, conseguir o índice de reajuste do piso (7,64%) em toda a carreira para efetivos, temporários e aposentados é um feito relevante. Temos poucos exemplos que estão melhores que nós e muitos (muitos mesmo) que estão bem piores, a exemplo do estado mais rico da federação que já caminha para o quarto ano seguido sem reajuste.

Discutir se o reajuste vai ser pago no vencimento base ou na regência é a mesma coisa que discutir se é tangerina ou mexerico. Em ambos, o reajuste de 7,64% compõe nossa remuneração e estão garantidos em lei, inclusive sendo base de cálculo para a aposentadoria. A única diferença que poderia haver é quanto ao pagamento dos contratados (pois são os únicos que não recebem regência), mas a estes foi garantido, em mesa de negociação, que também terão o mesmo reajuste efetivo, com a mesma forma de aplicação.

Por outro lado, é necessário analisar até quando conseguiremos reajustes e avançar em nossas pautas diante de um cenário nacional que vem claramente retirando direitos e expectativas da classe trabalhadora. A PEC 55 aprovada pelo congresso e senado e sancionada pelo golpista Temer (transformando-se em Emenda Constitucional Nº 95) vai de encontro a política de qualidade no serviço público e valorização de seus profissionais.

A Lei 13.429, que regulamenta a terceirização em toda e qualquer atividade do setor público e privado, e a proposta de Reforma Trabalhista, por sua vez, pode enterrar de vez o concurso público e a estabilidade dos servidores efetivos.

É neste cenário que a educação, tem um importante e essencial debate a fazer em torno do financiamento da educação. O FUNDEB, que proporcionou uma melhora inegável na oferta de ensino e na valorização de seus profissionais, se extingue em 2020. Portanto, teremos a formulação de um novo modelo de arrecadação e distribuição de recursos para a educação dentro de uma realidade da Emenda Constitucional Nº 95, ou seja, com um limite de reajuste dos investimentos em educação limitadas ao índice de inflação.

Diante disso, caros colegas, a proposta de 7,64% tem de ser valorizada e, ao mesmo tempo, temos que nos preparar para a luta nacional em defesa da educação pública e seus profissionais. Se não tivermos consciência do embate que iremos travar, perderemos, e nossas conquistas não se sustentam sem uma política de financiamento que preveja a valorização não só da escola pública, mas também de seus profissionais.

Alessandro Sousa Carvalho – Professor. Diretor Adjunto e membro do Conselho Nacional de Entidades da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Presidente da Comissão Municipal do Sindicato APEOC em Chorozinho. Especialista em História e Cultura Afro-brasileira e Indígena (FATE); Graduado em Filosofia (Uece).

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

SERIPAN

Ir para o Topo