LGBTS DENUNCIAM HOMOFOBIA ABUSO DE AUTORIDADE E TRUCULÊNCIA NO PRÉ-CARNAVAL DE PACATUBA ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares









Ouça-nos em seu celular ou tablet. Baixe um dos seguintes Aplicativos no Google Play: - RádiosNet; - TuneIn; - Irádios; VEM COMIGO !!!


LGBTS DENUNCIAM HOMOFOBIA ABUSO DE AUTORIDADE E TRUCULÊNCIA NO PRÉ-CARNAVAL DE PACATUBA

Segundo denúncias, no último sábado 18, um jovem gay de nome Douglas,participava de um Bloco LGBT no Pré Carnaval de Pacatuba região Metropolitana de Fortaleza, quando foi agredido e detido pelo DEMUTRAN, auxiliado pela guarda municipal, sobre a acusação de ter chutado um disciplinador que impedia a passagem de uma das ruas. Segundo o próprio rapaz e testemunhas, ele afastou com as próprias mãos bruscamente o disciplinador, não chegando a derruba-lo no chão, andando cerca de 50 metros foi agredido com tapas nas costas imobilizado e arrastado por alguns metros pelo cabelo, enquanto era agredido pelos agentes da Guarda e Demutran, um grupo de amigos tentou dialogar com a guarda enquanto outros além de populares filmavam o ocorrido pelo celular, enquanto aguardavam a polícia chegar.

Uma viatura do Força Tática chegou ao local, com todos os policias sem identificação e que já desceram agindo com truculência contra todos, mesmo sem nenhuma resistência atingindo o grupo de LGBT que ali tentava dialogar, para que não levassem o jovem preso, houve disparos de bala de borracha contra alguns que filmavam, inclusive menores, na tentativa de tomar o celular para, impedir o registro da ação truculenta, que evidenciava o despreparo da Guarda, Demutran e Policia Militar.

Organizadores do bloco tentaram dialogar com a polícia, mas também foram agredidos, dentre eles militantes LGBT da cidade, toda ação foi seguida de agressão por parte dos PMS que desqualificavam todos os gays com palavrões, empurrões e gás de pimenta, ao retirar todos os envolvidos do espaço do evento sobre ameaças. Resultando na prisão do jovem por dano ao patrimônio público e desacato à autoridade.

Nossa equipe entrou em contato com o Sr. Igor Souza, Coordenador da Diversidade Sexual de Pacatuba e o mesmo afirmou que, por está na parte de distribuição de preservativos e informativos para os foliões, só veio tomar conhecimento do fato no dia seguinte e que diante do ocorrido entrou em contato com uma advogada através da secretaria da mulher a qual a Coordenadoria da Diversidade Sexual é vinculada e está a inteira disposição dos envolvidos.

Igor deixou claro a nossa equipe, que a Coordenadoria está a inteira disposição para avaliar e prestar todo o suporte jurídico, não somente a ele, mas a todos os agredidos.

“Nós jamais seremos omissos e sendo o abuso de autoridade comprovado, nós estaremos junto com os LGBTs para reforçar a denúncia, para que o episódio seja apurado e os culpados punidos.” Para isso pretendemos ouvir todas as partes e assim poder tomar as providências cabíveis.” Finalizou.

Nossa equipe teve acesso a vários vídeos do ocorrido e mesmo sem uma ordem cronológica, juntamos em um só, para que vocês tenham acesso. 
 
Confiram:
 
 
←  Anterior Proxima  → Inicio

Futebol Ao Vivo

Mais Acessadas

Total de visualizações de página