Jornalistas da Globo protestam na emissora por reajuste salarial ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Jornalistas da Globo protestam na emissora por reajuste salarial

Cerca de 50 jornalistas da Rede Globo, com diretores do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP), realizaram um protesto na tarde desta quarta-feira (14), na frente da emissora, na zona sul da capital paulista.
A manifestação teve o intuito de expressar a indignação dos jornalistas com a ausência de reajuste de salários e para deixar claro para empresas que os profissionais querem respeito, pois há dois anos estão sem reajuste nos salários e benefícios, apesar dos lucros bilionários do setor. As perdas decorrentes da inflação somam 19,17% no período. 

Para a Campanha Salarial 2016- 2017, a reivindicação é de 7,39% de reposição da inflação (INPC) e mais 3% de aumento real, pois o tempo de jornalismo aumentou na programação das emissoras, mas as redações foram enxugadas pelas demissões e, assim, aumentou a produtividade dos jornalistas.

“Jornalista não é bobo, mas ganha mal na Globo”

Na manifestação na frente da portaria 1 da Globo e na frente da Av. Chucri Zaidan, os jornalistas abriram uma faixa e, carregando cartazes, fizeram um abraço na emissora.

Como a Campanha salarial 2015-2016 segue sem conclusão devido ao dissídio com os patrões, o SJSP também propôs um acordo as emissoras para que respeitem os trabalhadores e trabalhadoras e paguem o reajuste de 10,94%, como definiu o Tribunal Regional do Trabalho em audiência no último dia 5 de outubro.

Contudo, na primeira negociação com os patrões, ocorrida no último dia 8, os empresários apresentaram como contraproposta a assinatura de Convenção Coletiva única, válida por dois anos (dezembro de 2015 a novembro de 2017), com reajuste de salários e das cláusulas econômicas em apenas 12,89% (contra uma inflação de 19,17% acumulada desde 2014), sendo 6% referentes ao ano passado e 6,5% à data base atual.

Além de descaso e do desrespeito com os profissionais, os patrões expressam seu autoritarismo ao se recusarem alterar ou incluir novas cláusulas na Convenção Coletiva da categoria e, ainda, ao não quererem pagar os valores retroativos desde 2014.

Os jornalistas de rádio e TV de outras emissoras participaram de assembleias em todo o estado de São Paulo desde o último 9, nas redações e na sede do SJSP, com o objetivo de avaliar a contraproposta patronal e definir os rumos da Campanha Salarial.
A segunda rodada de negociações com os empresários ocorre nesta quinta-feira (15), na sede do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado de São Paulo.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

SOARTE

RADIOSNET

Total de Transeuntes