Moro encerra caso do cheque de R$ 1 milhão a Temer após delator dizer que não foi propina ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Moro encerra caso do cheque de R$ 1 milhão a Temer após delator dizer que não foi propina

Empreiteiro disse que havia dado R$ 1 milhão ao PT em propina. Dilma mostrou que cheque foi para Temer, empreiteiro mudou versão


Um cheque no valor de 1 milhão de reais pago pela construtora Andrade Gutierrez em nome de Michel Temer (PMDB) durante a campanha de 2014 colocou o presidente mais uma vez no raio da Operação Lava Jato, mas não por muito tempo.

Isso porque o ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Marques de Azevedo retificou o depoimento dado em setembro à Justiça Eleitoral e afirmou, nesta quinta-feira (17), em novo depoimento, que não houve pagamento de propina.

A doação, disse à época, seria fruto de pressão e parte de um acordo para que a construtora repassasse 1% de propina de cada contrato com o governo federal.

No entanto, após a defesa de Dilma mostrar que o cheque foi pago diretamente a Michel Temer, a versão foi mudada. O mais curioso é que Sergio Moro, que cuida do caso, aceitou o novo depoimento e declarou o assunto encerrado.

Quando o dinheiro teria sido pago à Dilma, era propina, contada com detalhes. No momento em que ela prova que o dinheiro foi pago diretamente a Michel Temer, a versão é mudada e o juiz acredita.

Agora diga, caro leitor, Moro é um juiz imparcial?
←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

RADIOSNET