Cachalotes encontradas mortas na Alemanha tinham estômagos cheios de plástico e peças de carro ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Cachalotes encontradas mortas na Alemanha tinham estômagos cheios de plástico e peças de carro

Cachalotes foram encontradas mortas na Alemanha com estômagos cheios de plástico e peças de carro. Vinte e nove cachalotes foram encontrados encalhadas em praias ao redor do Mar do Norte, uma área que é muito rasa para a fauna marinha. Só foram divulgadas recentemente os detalhes da necropsia dos animais liberados. No entanto, os cientistas ficaram profundamente perturbados com o que encontraram no estômago dos animais.

De acordo com um comunicado de imprensa do Parque Nacional do Mar de Wadden em Schleswig­Holstein, muitas das baleias tinham o estômago cheio de restos de plástico, incluindo uma rede de pesca de 13 metros de comprimento, um pedaço de plástico de 70 centímetros de um carro e outras peças de lixo plástico. Alguns sugerem que os itens na verdade eram alimentos, como lulas, que é seu principal alimento. Outros, porém, acreditam que grande parte é resultado do desrespeito chocante da humanidade com a vida marinha, o que resultou em uma superabundância de plástico nos oceanos.

Robert Habeck, ministro do Meio Ambiente do estado de Schleswig­Holstein disse: “Estes resultados mostram como vai o comportamento da nossa sociedade. Animais inadvertidamente consumiram plásticos e resíduos de plástico , o que faz com que eles sofram e na pior das hipóteses, faz com que eles morram de fome com os estômagos cheios “.

Nicola Hodgkins da Whale and Dolphin Conservation repetiu essa afirmação e declarou: “Embora as grandes peças cause problemas óbvios e bloqueie o intestino, não devemos descartar os pedaços menores, que poderiam causar um problema mais crônico para todas as espécies de cetáceos.” Esta não é a primeira vez que uma cachalote foi encontrada morto com entranhas cheias de conteúdo não comestíveis . Em 2011, um jovem baleia foi encontrada morta boiando ao largo da ilha grega de Mykonos. Seu estômago estava tão distendida, que os biólogos pensavam que o animal tinham engolido uma lula gigante. No entanto, quando seus quatro estômagos foram dissecados, cerca de 100 sacos de plástico e outros pedaços de destroços foram encontrados.

Deve notar ­se que o plástico não é o que matou as baleias jovens do sexo masculino. De acordo com a National Geographic , a maioria morreu de insuficiência cardíaca. Este foi um resultado por nadar de forma enganada no Mar do Norte, provavelmente em busca de lulas e depois não ser capaz de suportar seu próprio peso na água rasa. Como resultado, os seus órgãos internos entraram em colapso. Independentemente disso, o fato de que muitos de seus estômagos estavam cheios de poluição é uma acusação horrível contra os seres humanos.

Tal como foi relatado no passado, 80% do plástico que é descartado em terra acaba nos oceanos, onde é consumido por animais selvagens. O fato de que a humanidade ­ uma espécie com um cérebro menor do que uma baleia ­ é responsável por tal farsa é irônico e triste. Até os seres humanos aprenderem o valor de viver de forma sustentável, respeitando todas as formas de vida, esses animais continuarão sofrendo.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET