Força-tarefa da Lava Jato descumpre política de comunicação e leva a crise de imagem para dentro do MPF ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares









Seja nosso Parceiro, anuncie na Melhor Calçada Virtual ! Entre em contacto: (85) 988621206

VEM COMIGO !


sábado, 17 de setembro de 2016

Força-tarefa da Lava Jato descumpre política de comunicação e leva a crise de imagem para dentro do MPF


Na coletiva de imprensa da força-tarefa da Lava Jato para a apresentação da denúncia contra o ex-presidente Lula, os procuradores da República desrespeitaram as normas da Política de Comunicação do Conselho Nacional do Ministério Público. Com esse ato, não somente provocaram um prejuízo à imagem da instituição como protagonizaram um mau exemplo a agentes públicos de outras carreiras profissionais.

Aprovada em agosto pelo CNMP, a política de comunicação do Ministério Público dispõe, no seu artigo 6º, que “todos os instrumentos de comunicação criados no âmbito da instituição devem ter tratamento institucional, evitando o personalismo”. Foi exatamente o contrário do que se viu na performance transmitida ao vivo na coletiva, tendo à frente o seu coordenador.

A postura do procurador, seja na adoção do tom de voz raivoso, na fileira de adjetivos escolhidos, nas frases de efeito pronunciadas em tom de retórica de palestra e nas pausas estratégicas para criar maior efeito, contraria, em forma e conteúdo, os artigos da política de comunicação institucional.

A conduta dos integrantes da força-tarefa mereceu críticas vindas de toda a mídia, num raro consenso entre colunistas de todos os matizes ideológicos. Até mesmo os que são publicamente adversários do PT e de Lula reconheceram que houve exageros dos procuradores.

Com isso, o MPF perdeu o momento claro de entrar para a história mostrando o seu real papel institucional. “A avaliação quase unânime é que Dallagnol se perdeu, encantado com a própria retórica. O que se avalia é que o MPF terá de se dedicar ao esforço defensivo de demonstrar que nada tem contra Lula”, escreveu o colunista Reinaldo Azevedo na Veja. Nas redes sociais, o power-point viralizou em memes, com ironias remetendo a expressões do Direito.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Mais Acessadas