Força-tarefa da Lava Jato descumpre política de comunicação e leva a crise de imagem para dentro do MPF ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Força-tarefa da Lava Jato descumpre política de comunicação e leva a crise de imagem para dentro do MPF


Na coletiva de imprensa da força-tarefa da Lava Jato para a apresentação da denúncia contra o ex-presidente Lula, os procuradores da República desrespeitaram as normas da Política de Comunicação do Conselho Nacional do Ministério Público. Com esse ato, não somente provocaram um prejuízo à imagem da instituição como protagonizaram um mau exemplo a agentes públicos de outras carreiras profissionais.

Aprovada em agosto pelo CNMP, a política de comunicação do Ministério Público dispõe, no seu artigo 6º, que “todos os instrumentos de comunicação criados no âmbito da instituição devem ter tratamento institucional, evitando o personalismo”. Foi exatamente o contrário do que se viu na performance transmitida ao vivo na coletiva, tendo à frente o seu coordenador.

A postura do procurador, seja na adoção do tom de voz raivoso, na fileira de adjetivos escolhidos, nas frases de efeito pronunciadas em tom de retórica de palestra e nas pausas estratégicas para criar maior efeito, contraria, em forma e conteúdo, os artigos da política de comunicação institucional.

A conduta dos integrantes da força-tarefa mereceu críticas vindas de toda a mídia, num raro consenso entre colunistas de todos os matizes ideológicos. Até mesmo os que são publicamente adversários do PT e de Lula reconheceram que houve exageros dos procuradores.

Com isso, o MPF perdeu o momento claro de entrar para a história mostrando o seu real papel institucional. “A avaliação quase unânime é que Dallagnol se perdeu, encantado com a própria retórica. O que se avalia é que o MPF terá de se dedicar ao esforço defensivo de demonstrar que nada tem contra Lula”, escreveu o colunista Reinaldo Azevedo na Veja. Nas redes sociais, o power-point viralizou em memes, com ironias remetendo a expressões do Direito.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

RADIOSNET