Henrique Eduardo Alves pede demissão do Ministério do Turismo ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Henrique Eduardo Alves pede demissão do Ministério do Turismo

Peemedebista é citado na delação de Sérgio Machado como um dos beneficiários de propinas
 

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB), pediu demissão nesta quinta-feira (16), de acordo com informações do Palácio do Planalto. Em carta enviada (abaixo, na íntegra) ao presidente interino Michel Temer, Alves afirma que não quer "criar constrangimentos ou qualquer dificuldade para o governo de salvação nacional".

Eduardo Alves é citado na delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado como um dos beneficiários de propinas no PMDB. Machado afirma que repassou R$ 1,5 milhão ao ex-ministro, oriundos da Queiroz Galvão e da Galvão Engenharia.

Em apenas um mês de governo do presidente interino Michel Temer, Alves é o terceiro ministro a pedir demissão por conta da delação de Machado. O senador Romero Jucá (PMDB-RR) deixou o Ministério do Planejamento e Fabiano Silveira deixou a pasta da Transparência, Fiscalização e Controle.

À época, o então ministro Romero Jucá foi surpreendido ao ter divulgada uma conversa em que defendia o impeachment da presidente Dilma Rousseff com o objetivo de que a operação Lava Jato fosse interrompida. Jucá utilizou a expressão "estancar a sangria" para fazer referência à quantidade de nomes que vinham sendo denunciados no esquema de corrupção da Petrobras.

A situação de Fabiano Silveira na pasta ficou fragilizada após serem divulgadas conversas gravadas em que ele aparece criticando a Operação Lava Jato e dando orientações para a defesa de investigados em esquema de desvios de recursos na Petrobras, como o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Veja a carta de Henrique Eduardo Alves a Temer:

Excelentíssimo Senhor Presidente Michel Temer,

O momento nacional exige atitudes pessoais em prol do bem maior. O PMDB, meu partido há 46 anos, foi chamado a tirar o Brasil de uma crise profunda. Não quero criar constrangimentos ou qualquer dificuldade para o governo, nas suas próprias palavras, de salvação nacional. Assim, com esta carta entrego o honroso cargo de Ministro do Turismo.

Estou seguro de que todas as ilações envolvendo o meu nome serão esclarecidas. Confio nas nossas instituições e no nosso Estado Democrático de Direito. Por isso, vou me dedicar a enfrentar as denúncias com serenidade e transparência nas instâncias devidas.

Pensei muito antes de tomar esta difícil decisão, porque acredito que o Turismo reúne as melhores condições para ajudar o Brasil a enfrentar o momento difícil que vive. Esta foi a motivação que me levou a voltar ao comando do Ministério depois de tê-lo deixado por uma questão política, de coerência partidária.

Acredito ter honrado os desafios do setor no pouco mais de um ano que estive no Ministério do Turismo. Registramos conquistas importantes como a isenção de vistos para países estratégicos durante a Olimpíada e Paralimpíada, a redução do imposto de renda para o turismo internacional e a execução de obras de infraestrutura turística em todas as regiões, para citar alguns exemplos.

Presidente Michel, agradeço à sua sempre lealdade, amizade e compromisso de uma longa vida política e partidária, sabendo que sempre estaremos juntos nessa trincheira democrática em busca de uma nação melhor. A sua, a minha, a nossa luta continuam. Pelo meu Rio Grande Norte e pelo nosso Brasil.

Respeitosamente,

Henrique Eduardo Alves
 
←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

SOARTE

RADIOSNET

Total de Transeuntes