Governo suspende todas as novas contratações do Minha Casa, Minha Vida ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Governo suspende todas as novas contratações do Minha Casa, Minha Vida

O governo do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) abandonou meta empregada por Dilma Rousseff (PT) de contratar 2 milhões de moradias do programa Minha Casa, Minha Vida até 2018. A informação é do ministro das Cidades Bruno Araújo, que disse ao jornal Estado de São Paulo que a terceira etapa do programa está suspensa e passará por um "aprimoramento".

O ministro estimou que 40 dias será o tempo necessário para avaliar principal vitrine de sua pasta. Segundo ele, a nova meta que será decidida para o programa vai depender das contas públicas, que será analisada pela equipe econômica de Temer, da qual o ministro da Fazenda Henrique Meirelles é o chefe. 

Ele explica que "metas realistas" não geram expectativas falsas nos empresários e nos beneficiários das casas. 

Dilma havia anunciado em julho de 2014 a terceira fase do programa, na véspera do início da campanha eleitoral, em Brasília. Nesse dia, a presidente prometeu construir 3 milhões de casas até o fim de 2018, número reiterado outras vezes por ela. Depois, ela recuou meta para 2 milhões de unidades, com investimentos que poderiam chegar a R$210,6 bilhões, sendo R$41,2 bilhões do Orçamento-Geral da União. 

Essa fase, no entanto, não saiu do papel, e Araújo disse que todas as condições serão reavaliadas. Ele disse que vai propor a Temer fazer uma cerimônia simbólica para inaugurar as casas do programa que estão prontas, mas ainda não foram entregues. 

Há mais de 46 mil moradias da faixa 1 - que atende famílias que ganham até R$ 1,8 mil) - concluídas. Dessas mais de 15 mil estão em cidades do interior com menos de 50 mil habitantes. 

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

SOARTE

RADIOSNET

Total de Transeuntes