Artistas se unem contra o golpe em ato no Rio de Janeiro ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Artistas se unem contra o golpe em ato no Rio de Janeiro

Um ato histórico contra a tentativa de golpe no Brasil reuniu na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, diversos artistas, intelectuais, movimentos sociais e milhares de pessoas na noite desta segunda-feira (11). Em seguida todos se dirigiram para os arcos da Lapa, onde aconteceu outro ato contra o impeachment. 

Chico Buarque, Beth Carvalho, Otto, Zé Celso, Gregório Duvivier, Tico Santa Cruz e outros artistas assinaram o manifesto em defesa da democracia e contra o golpe, que foi apresentado durante o ato. Chico entoou o grito: "não vai ter golpe" e o público respondeu: "vai ter luta".

Já nos arcos da Lapa, Lula recordou o golpe militar de 64. "Eu tinha 18 anos de idade quando aconteceu o golpe. As pessoas diziam que os militares iam salvar o país. E muitas pessoas acreditaram. E demorou 23 anos para a gente recuperar o direito à democracia neste país". 

O ex-presidente lembrou ainda que perdeu três eleições presidenciais e nunca tentou outra alternativa que não respeitasse a democracia. "Perdi em 82 e fiquei quieto. Perdi em 89, roubado pela Globo, e fiquei quieto. Perdi em 94 e 98 e fiquei quieto. Bastou a gente ganhar 2002, 2006, 2010, 2014 para eles mostrarem essa faceta golpista".

E completou: "Aos 70 anos de idade eu não imaginava que ia ver golpista querer derrubar uma presidenta eleita pelo voto".

O líder do MTST, Guilherme Boulos, falou sobre a importância de não desocupar as ruas. "Vamos sim barrar esse golpe ordinário. Vamos barrar essa direita anti-povo, mas essa praça tem que continuar cheia semana que vem!". 

Para fechar o ato, a sambista Beth Carvalho cantou sua nova música. "Não vai ter golpe de novo. Reage, reage, meu povo" é o refrão, que segue com os versos: "Sem dividir o coração vamos honrar nossa raiz, democracia é o que a gente sempre quis."

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET