Mídia internacional denuncia perseguição contra Lula e Dilma ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Mídia internacional denuncia perseguição contra Lula e Dilma

A mídia ao redor do mundo está atenta à tentativa de golpe contra a presidenta Dilma Rousseff e a perseguição judicial que tenta atingir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Veja o que está sendo publicado no exterior:

Portugal

Um artigo publicado pelo portal Público afirma que o juiz Sérgio Moro “avançou até ultrapassar todos os limites” e que a desestabilização política no Brasil está sendo liderada por juízes, “os que mais deveriam zelar pela serenidade”. A análise também acredita que as manifestações anti-Dilma tem índole abertamente fascista.

Mídia2
Manchete do Público, de Portugal

A publicação ainda diz que a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes de sustar a nomeação de Lula como ministro-chefe da Casal Civil foi “uma ironia da história”.

“Mendes beneficiou-se do mesmo tipo de recurso quando era advogado-geral da União e o então Presidente Fernando Henrique Cardoso assinou medida provisória dando-lhe status de ministro, o que lhe garantia foro especial contra ações judiciais em primeira instância”, diz.

“Mas o que esperar de um magistrado cuja atuação lhe rendeu ‘o apelido de ‘líder da oposição’ no STF?”, termina o artigo.

Alemanha

Sob o título “Crise de estado no Brasil: golpe frio”, uma reportagem da revista semanal de notícias Der Spiegel, da Alemanha, analisou a crise política e a possibilidade de golpe em vigor no Brasil. O autor da reportagem, o jornalista Jens Glüsing, diz o que ocorre no País hoje é uma tentativa de “golpe frio”.

Para a revista, a manifestações de sexta-feira (18) a favor da presidenta Dilma e do ex-presidente Lula quase não se viu discursos de ódio, enquanto nos protestos de domingo (13) havia “cada vez mais golpistas, extremistas de direita e intolerantes”.

O sucesso subiu à cabeça de Sérgio Moro, diz a Der Spiegel, e, agora, “o juiz faz política, o que não para ele”.  A publicação também lembrou que acusados de corrupção terão o papel de julgar o impeachment de Dilma. “O fato de que tais figuras tenham um papel chave para derrubar uma presidenta que não possui nenhuma culpa anterior mina a legitimidade de todo o processo”.

“Lula não tem milhões na Suíça, como o poderoso presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha”, afirma.

Inglaterra

A tradicional revista britânica The Economist afirma que Sérgio Moro pode ter ido “longe demais”. “Liberar uma gravação de conversa em que uma das partes, não menos que a presidenta, que não está formalmente sob investigação e goza de forte proteção constitucional parece com uma violação da sua privacidade”, destaca a revista.

“No passado, o senhor Moro já pareceu algumas vezes ter ido longe demais na sua perseguição obstinada contra a corrupção”, diz The Economist.

A BBC, maior rede de comunicação da Inglaterra, considerou a semana passa como “a mais tumultuada semana na política brasileira desde a volta da democracia”, em 1985. A rede de comunicação lembrou que o Bolsa-Família tirou 40 milhões de pessoas da miséria.

A publicação diz que as manifestações contra Dilma são “quase exclusivamente brancas e de classe média” e que uma parte pede a volta dos militares ao poder. Em contrapartida, diz a BBC, nos comícios pró-governo, há multidões de pessoas de todas as cores que denunciam um golpe contra um governo democraticamente eleito.

Catar

Em longa reportagem, a Al Jazeera analisa o comportamento da imprensa na cobertura da crise política brasileira. A emissora lembra que cinco famílias monopolizam grande parte da mídia nacional: Marinho (Globo), Frias (Folha), Civita (Abril, dona da Veja), Saad (Bandeirantes) e Macedo (Record).

Mídia3
 
A emissora explica que a mídia tem trabalhado junto com o judiciário para desacreditar o governo e intoxicar a atmosfera política no País. “A mídia brasileira acusa muitas pessoas antes da conclusão da investigação”, afirma.

Da Redação da Agência PT de Notícias

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET