Johan Cruyff morre aos 68 anos após luta contra câncer ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Johan Cruyff morre aos 68 anos após luta contra câncer

O ídolo holandês Johan Cruyff morreu nesta quinta-feira. Ele tinha 68 anos e lutava contra um câncer de pulmão. A doença havia sido diagnosticada em outubro de 2015.
"Em 24 de março de 2016, Johan Cruyff (68) morreu pacificamente em Barcelona, cercado de sua família após uma dura batalha contra um câncer. É com grande tristeza que pedimos que você respeite a privacidade da família durante este tempo de pesar", registrou o comunicado oficial no site do ex-jogador.
Considerado um dos maiores jogadores da história do futebol europeu, Cruyff ficou famoso por ter apresentando um futebol revolucionário, pois unia habilidade, grande conhecimento tático e técnico. Comandou a seleção holandesa na Copa de 1974, sendo um dos protagonistas do time que ficou conhecido como "Laranja Mecânica", que tinha uma estrutura tática inovadora e ficou com o vice-campeonato mundial.
Era uma seleção com fortíssimo senso coletivo; jogadores não guardavam posições e se destacavam pela técnica. Antes de se destacar na seleção da Holanda, Cruyff já fazia sucesso pelo Ajax. Como jogador, também vestiu a camisa do Barcelona e ainda disputou o Mundial de 1978. Foi o primeiro a conquistar por três vezes o prêmio Bola de Ouro, em 1971, 73 e 74.
Depois de se aposentar, Cruyff se tornou técnico e fez um trabalho de sucesso pelo Barcelona, com o tetracampeonato espanhol entre 1990 e 1994. Ele também levou o clube da Catalunha ao título inédito da Liga dos Campeões, em 1992.
O holandês foi um fumante inveterado. O vício começou ainda como jogador. Cruyff não escondia o prazer pelo cigarro e não se importava com as consequências negativas que isso poderia acarretar na carreira. Ele, porém, abandonou o cigarro há 25 anos após ter sofrido problemas cardíacos. Na época, ele chegou a passar por uma cirurgia.
Apesar de sempre criticar a seleção brasileira durante as Copas, Cruyff sempre se mostrou um fã do futebol praticado por aqui devido à qualidade apresentada pelos brasileiros.
Em uma oportunidade, ao ser questionado sobre quem foi o melhor jogador com quem trabalhou, o holandês citou Romário. Os dois trabalharam juntos no Barcelona.

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SERIPAN

SOARTE

RADIOSNET