DILMA VETA FÓRMULA 85/95 E PROPÕE ALTERNATIVA A FATOR ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

DILMA VETA FÓRMULA 85/95 E PROPÕE ALTERNATIVA A FATOR

A presidenta Dilma Rousseff vetou, na noite de hoje (17), o texto da Medida Provisória (MP) 664 que instituía a chamada fórmula 85/95 para cálculo das aposentadorias. No lugar dela, o governo propõe uma regra de progressividade, com base na expectativa de vida do cidadão.
Em nota, o governo diz que a nova proposta “visa garantir a sustentabilidade da Previdência Social”.

“A presidenta Dilma Rousseff veta o Projeto de Lei de Conversão 4/2015 e edita medida provisória que assegura a regra de 85 pontos (idade+tempo de contribuição para mulheres) e 95 pontos (idade+tempo de contribuição para homens), que fora aprovada pelo Congresso Nacional. Ao mesmo tempo, introduz a regra da progressividade, baseada na mudança de expectativa de vida e, ao fazê-lo, visa garantir a sustentabilidade da Previdência Social”, diz a nota divulgada pela assessoria do Palácio do Planalto.

Antes da decisão de Dilma, integrantes do governo se reuniram para formular a proposta que, em seguida, foi apresentada às centrais sindicais e ao presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

RENAN E EUNÍCIO ELOGIAM VETO - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta quarta-feira (17) que a decisão da presidente Dilma Rousseff de vetar alternativa ao fator previdenciário aprovada pelo Congresso -a chamada fórmula 85/95-, não contraria o Legislativo se vier junto com medida provisória estabelecendo critérios para o cálculo das aposentadorias que partam dessa fórmula.

Renan disse que, qualquer modelo adotado pelo governo que garanta o 85/95, representa "avanços" para o país. O peemedebista, porém, sinalizou que o Legislativo poderá alterar a MP ao redefinir a soma do tempo das contribuições das aposentadorias. "Qualquer coisa que parta da decisão do Congresso, que foi a fórmula 85/95, já é do ponto de vista da relação dos Poderes um avanço indiscutível. Acho que teremos oportunidade de melhorar a regra da progressividade", afirmou Renan. O peemedebista disse que, ao optar pelo modelo 85/95, Dilma faz um gesto de "aprimoramento" de sua relação com o Congresso.

Líder do PMDB, o senador Eunício Oliveira (CE) disse que a decisão da presidente não deve enfrentar resistências no Congresso porque o governo vai preservar a fórmula aprovada no Legislativo, mesmo com o escalonamento da soma do tempo de contribuição. "Não haverá [atrito com o Congresso] porque não importa se houve veto, desde que, no texto da medida provisória, a fórmula 85/95 não seja vetada", afirmou. Eunício disse que a decisão do veto foi tomada para não gerar "dúvidas jurídicas" que poderiam inviabilizar a fórmula de cálculo, assim como o escalonamento do tempo de contribuição, se Dilma sancionasse o projeto aprovado pelo Congresso.

Fonte:http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/185353/Dilma-veta-f%C3%B3rmula-8595-e-prop%C3%B5e-alternativa-a-fator.htm

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET