APEOC - Professor: a profissão mais importante ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

APEOC - Professor: a profissão mais importante

Todos os veículos de comunicação do mundo estão ocupando os seus espaços noticiosos com informações sobre o chamado prêmio Global Teacher Prize (Prêmio Professor Global, em tradução livre). Trata-se de uma premiação anual no valor de um milhão de dólares (cerca de R$ 3 milhões) ao professor que se destaca em sua disciplina.
A norte-americana Nancie Atwell foi a contemplada deste ano. O bilionário Bill Gates participou da premiação por videoconferência e parabenizou a professora norte-americana Nancie Atwell. O ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton também esteve presente no evento.
O fundador e financiador desse projeto, Prêmio Professor Global, é o bilionário indiano Sunny Varkey, que vive em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. É um dos empresários de maior influência na área de educação. Disse que se irrita ao ver como as celebridades dos realitys shows têm mais espaço nos meios de comunicação que as pessoas que realmente influenciam vidas, como professores. Por isto pretende recuperar o status e o reconhecimento que a docência já teve um dia, tentando adicionar um pouco de brilho e glamour. Para ele, "a docência é a profissão mais importante do mundo e deve ser respeitada como tal".
Esse exemplo de gratidão do bilionário fundador e financiador do projeto Prêmio Professor Global, o indiano Sunny Varkey, filho de pais educadores e de classe média, é inédita no mundo, como iniciativa de pessoa física. Porém, como pessoa jurídica, isso já ocorre em todos os países do chamado "primeiro mundo", desenvolvidos e com qualidade de vidas saudáveis. Onde, a educação na escola da rede pública é tratada como política pública, merecendo prioridade das prioridades de governo. Nesse mesmo patamar de políticas públicas está a valorização dos profissionais da educação. Situação que se torna obrigatória à viabilização de maciços investimentos no processo educacional, consequentemente em busca do bem-estar social e do desenvolvimento econômico.
Realidade que ainda não ocorre no Brasil, com poder público insensível à melhoria da educação e a valorização dos seus profissionais educadores. Situação esdrúxula e humilhante para um país incluso entre os dez com as maiores economias do mundo e o quinto em densidade populacional, com mais de 200 milhões de habitantes. Infelizmente, com sua educação na sexagésima posição do ranking mundial entre 76 países avaliados, dos 193 existentes, segundo a Organização das Nações Unidas. Em quase a unanimidade dos seus 27 Estados Federativos, os professores do Brasil, na educação básica, lutam em favor da melhoria do ensino e da valorização dos seus profissionais, reivindicando: reajuste salarial; recuperação do poder aquisitivo de seus vencimentos, corroídos pela inflação; implantação dos planos de carreira; cumprimento integral da lei do piso nacional de salário; revogação de atos que suprimem direitos conquistados, a exemplo do direito de greve, constitucionalmente assegurado.
Enfim, o ser professor no Brasil está milhões de quilômetros distantes do que imagina o bilionário indiano Sunny Varkey.
Editorial do Programa Educação em Debate – Coordenação Sindicato – APEOC.
←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET