CENSO ESCOLAR Ceará tem queda de 65 mil matrículas em 2012 ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

CENSO ESCOLAR Ceará tem queda de 65 mil matrículas em 2012

De acordo com dados da Seduc, a redução de matrículas no Ensino Médio é uma tendência em todo o Brasil
O Ceará teve uma redução de quase 65 mil matrículas (3,3%) em 2012, em relação ao ano passado, passando de 1.917.649 para 1.852.828. O ensino médio, conhecido como o gargalo da rede municipal, sofreu uma queda de sete mil matrículas. Do total de 1,9 milhão, um milhão de inscrições são do ensino fundamental, 353.806 do médio (10,7%) e 96.136 das creches. Houve um aumento de três mil matrículas nas creches.
Na cidade de Fortaleza, foi registrada uma queda de aproximadamente 26 mil inscrições em escolas, o que representa 40% do total FOTO: MARÍLIA CAMELO

Em Fortaleza, também houve uma diminuição no número geral de inscrições em escolas, passando de 351.595 para 325.294, entre 2011 e 2012, uma queda de aproximadamente 26 mil, o que representa 40% do total. Neste ano, foram 192.468 matrículas no Ensino Fundamental contra 210.686 do ano passado. No Ensino Médio, foram 77.503 e 10.571 nas creches, em 2012, contra 84.345 e 10.143, respectivamente. Os dados são do Censo da Educação Básica de 2012, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) ontem.
Nacional
De acordo com a coordenadora de Avaliação e Acompanhamento da Educação, da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc), Betânia Raquel, a queda no número de matrículas no ensino médio não vem ocorrendo somente no Estado do Ceará, mas se constitui como uma tendência nacional.
"No caso do Ceará, a Seduc vem desenvolvendo muitas ações com o intuito de minimizar isso. Todos os esforços estão sendo mobilizados para tornar a escola um locus atrativo para o aluno, um espaço que o leve a visualizar boas perspectivas para o futuro", afirma.
Além disso, há um conjunto de ações com foco na motivação, permanência e sucesso dos alunos do ensino médio, bem como os investimentos para assegurar o acesso, como destaca a coordenadora da Seduc.
"Podemos citar, por exemplo, o projeto Primeiro Aprender voltado para a consolidação das competências básicas em Leitura e Raciocínio Lógico Matemático; o trabalho intenso e permanente para a participação dos alunos no Enem/Sisu; a premiação para todos os alunos do ensino médio (1ª, 2ª e 3ª série) com bom desempenho, concomitantemente, em Língua Portuguesa e Matemática na Avaliação do Spaece (em 2011 foram 6.139 alunos premiados com um computador)", narra.
A coordenadora ressalta, também, a melhoria da estrutura física das escolas e a ampliação da rede com a construção de novas unidades, sobretudo, em localidades rurais onde funcionavam apenas extensões.
Está sendo feita, outrossim, a reorganização curricular do ensino médio com o intuito de adequar a escola aos interesses dos estudantes, de modo a evitar o abandono, segundo Betânia. A melhoria do clima escolar é outro ponto foco das ações da Seduc. O projeto Geração da Paz tem esse propósito.
Cresce ensino em tempo integral no Estado
O ensino em tempo integral, que vem sendo pensado como uma das soluções para melhorar a educação brasileira, teve um aumento no número de matrículas em 2012, no Ceará, sobretudo no Ensino Médio, passando de 28.141 para 116.808 do ano passado para este. Nas creches, a quantidade de matrículas aumentou de 15.080 para 16.276, no período integral. Já no Ensino Fundamental, foram 162 mil, em 2012, contra 125 mil, em 2011, uma elevação de 37 mil.
Em Fortaleza, também houve um aumento no número de matrículas no ensino integral. Nas creches, passou de 9.577 para 9.615. No ensino médio, pulou de 7.916 para 7.923; e no Ensino Fundamental passou de 23.116 para 25.503.
A coordenadora de Avaliação e Acompanhamento da Educação da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc), Betânia Raquel, revela que o governo estadual tem investido nas Escolas de Educação Profissional, de Tempo Integral, como mecanismo mesmo para melhorar a educação no Ceará.
Segundo ela, é uma forma de evitar a evasão escolar e um instrumento de atração do aluno com relação à escola, já que atividades são oferecidas no contra-turno. Na rede pública do Estado, apenas as Escolas Estaduais de Formação Profissional, que oferecem currículo integrado do Ensino Médio regular e de formação técnica, funcionam em tempo integral. Em Fortaleza, são 221 unidades.
Capital
26 mil é a redução aproximada do número de matrículas nas unidades escolares de Fortaleza, entre 2011 e 2012, passando de 351.595 para 325.294 inscrições. Os dados são do Censo Escolar
LINA MOSCOSO – REPÓRTER

http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1217043

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET