CCJ rejeita regulamentação da profissão de árbitro de futebol ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

CCJ rejeita regulamentação da profissão de árbitro de futebol

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) rejeitou, nesta quarta-feira (12), substitutivo da Câmara dos Deputados a projeto de lei que regulamenta a profissão de árbitro de futebol (PLS 294/2001). A matéria será votada, agora, pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

A argumentação contrária ao PLS 294/2001 - proposto pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que, em 2000, investigou irregularidades nas associações de futebol - foi suscitada pelo senador Pedro Taques (PDT-MT). Além de não ver como "razoável e constitucional" a regulamentação da atividade, o parlamentar se opôs à tipificação da arbitragem fraudulenta como crime.

- Me parece uma legislação de emergência. Vou votar contra o projeto, pois não podemos criar uma pátria de profissões regulamentadas - declarou Taques.

Após classificar como "um absurdo completo" a criação desse novo tipo penal, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) acompanhou o voto contrário de Taques, sendo seguido pelos senadores Magno Malta (PR-ES), Eduardo Suplicy (PT-SP), Anibal Diniz (PT-AC) e Eduardo Lopes (PRB-RJ).

http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2012/12/12/ccj-rejeita-regulamentacao-da-profissao-de-arbitro-de-futebol

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET