Prefeitura vai reclamar judicialmente do Fortaleza o prejuízo no PV ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Prefeitura vai reclamar judicialmente do Fortaleza o prejuízo no PV

A Secretaria Executiva Regional (SER) IV atestou o prejuízo do vandalismo no estádio Presidente Vargas ao fim do jogo entre Fortaleza e Oeste, no último dia 11, que atingiu 693 cadeiras, dois portões, duas portas, dois corrimãos, uma parede de banheiro e lixeiras. E o valor, somado também aos danos na partida contra o Paysandu ainda na primeira fase da Série C (93 cadeiras e duas lâminas de vidro danificadas), em 16/9, já está cravado: R$ 148.042,83. Agora, a cobrança da “quebradeira” será uma questão judicial.

A conta é alta, a atual gestão municipal está chegando ao fim e o Fortaleza não aceita ser responsabilizado. Assim, a Secretaria de Esporte e Lazer (Secel) vai entregar o caso à Procuradoria Geral do Município (PGM), que acionará a Justiça para ter ressarcimento aos cofres públicos. O argumento é de que a responsabilidade sobre o estádio é do clube mandante da partida.

Falta ainda receber o laudo da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), que tem até 30 dias para entregar o documento. “Esse laudo é muito importante porque vai apontar se todos os danos foram por dolo”, afirmou Nildo Sobral, titular da Secel. Só de posse desses papéis é que PGM vai entrar em ação, intimando o Fortaleza a apresentar defesa ou acordo prévio. Caso o clube rejeite a conta, a cobrança passa para o âmbito judicial.
Discordância

O diretor de futebol do Fortaleza, Jorge Mota, alega que não cabe ao clube arcar com os prejuízos, pois os torcedores que danificaram o PV foram detidos e identificados na ação policial desencadeada para conter o vandalismo. “Cobrar o clube e não o real causador do dano abre um precedente perigoso. É um despropósito: dá a entender que o torcedor pode fazer o que quiser que o clube vai pagar”, reclamou o dirigente.

 

http://www.opovo.com.br/app/opovo/esportes/2012/11/28/noticiaesportesjornal,2961593/nada-amistoso.shtml

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET