Mulher xinga ex-chefes no Orkut e é condenada pela Justiça ~ Pacatuba Em Foco
Tecnologia do Blogger.

APEOC

Postagens Populares

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate another link velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur.

Arquivo do blog

Categories

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Pages

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.

Futebol Ao Vivo

Futebol Ao Vivo

Participe pelo Whatsapp 85 988 621 206

Mulher xinga ex-chefes no Orkut e é condenada pela Justiça

Justiça do Trabalho determinou que ex-funcionária indenize em R$ 4 mil antigos patrões

Logotipo OrkutO Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou uma ex-funcionária de um pet shop a pagar indenização a seus antigos patrões no valor de 4.000 reais. De acordo com o TST, a mulher ofendeu o casal - dono do estabelecimento comercial - em sua página do Orkut, usando palavras de baixo calão.

Segundo o processo, julgado pela 1ª Vara do Trabalho de Curitiba, após o rompimento do contrato de trabalho, a empregada começou a difamar os proprietários na rede social, fazendo comentários ofensivos sobre a vida íntima deles. O casal alegou também que a ex-empregada teria confessado a prática de maus tratos aos animais de propriedade deles.

A ex-funcionária, por sua vez, de acordo com o TST, alegou que não havia provas suficientes para o dano, uma vez que os comentários feitos no Orkut não citavam nomes das pessoas, nem do estabelecimento.

Os magistrados que avaliaram o processo, no entanto, entenderam que, embora não nominados, a partir do teor das conversas era claramente possível a identificação dos envolvidos já que a empregada mencionava datas e atividades desenvolvidas.

O juiz da 1ª Vara do Trabalho de Curitiba, então, acolheu o pedido dos ex-empregadores e determinou o pagamento de 2.000 reais para cada um deles.

De acordo com a Justiça a conduta da mulher foi considerada desleal e antiética, “Pois inclusive a confissão de crime de maus tratos a animais, causaram prejuízo moral aos proprietários do pet shop".

http://exame.abril.com.br/negocios/empresas/noticias/justica-condena-mulher-que-ofendeu-ex-patroes-no-orkut

←  Anterior Proxima  → Inicio

FanPage do Pacatuba Em Foco

Mais Acessadas

APEOC

SOARTE

RADIOSNET